Spekulaas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Motivos para decorar Spekulaas: barco, casa rural, elefante, cavalo.
Vídeo mostrando detalhes da produção.

Spekulaas ou spekulatius é um tipo de bolacha natalícia tradicional na gastronomia belga e holandesa e em parte da Alemanha.

A massa das speculaas cresce muito pouco, porque só contém um pouco de levedura química, pelo que têm uma estrutura compacta. Fazem-se estas bolachas juntando manteiga com uma combinação típica de especiarias e açúcar mascavado, e juntando depois à mistura a farinha e a levedura química. É importante, na feitura da massa, que a temperatura da mesma não se eleve demasiado depressa. Geralmente deixa-se repousar uma noite em ambiente frio para que o sabor das especiarias impregne toda a massa. Depois dá-se-lhes a forma desejada com moldes tradicionais e coze no forno.

As especiarias que se usam para fazer as speculaas são a principal característica distintiva destas bolachas. Trata-se de uma mistura de canela (8 partes), noz moscada (2), cravinho (2), gengibre em pó (1), cardamomo (1) e pimenta branca (1).

É um dos doces que acompanham os centros de mesa natalícios nos países do norte de Europa.