Spelunker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Spelunker
Produtora MicroGraphic Image
Editora(s) Brøderbund
Plataforma(s) Atari 8-bit, Arcade, Commodore 64, MSX, NES, Virtual Console
Data(s) de lançamento 1983
Gênero(s) Jogo de plataforma, Adventure
Modos de jogo Single player
Média Disquete, 16Kb ROM cartucho
Controles Teclado, Joystick

Spelunker é um jogo de computador da Atari 8-bit movido para Commodore 64 e Nintendo Entertainment System, desenvolvido por Tim Martin e por MicroGraphic Image. Lançado originalmente por MicroGraphic Image foi escolhido para ser lançado em 1983 pela Brøderbund e licenciado a Ariolasoft para a publicação na Europa. É um jogo de plataforma similar a Pitfall ou a Curse of Ra. Uma versão Arcade foi lançada em 1985, e o jogo foi lançada para o NES em 6 de dezembro de 1985 no Japão e em setembro de 1987 na América do Norte. Uma sequência também foi lançada para esse sistema e nos Arcades em 18 de setembro de 1987 chamaram Spelunker II: Yuushahe no Chousen por Irem, no Japão somente. O jogo foi relançado para o Virtual Console em março de 2008.

Jogo[editar | editar código-fonte]

Spelunker se passa em uma caverna colossal, e o jogador começa na entrada da caverna no alto, e o objetivo é encontrar o tesouro fabuloso no fundo. Para alcançar esse objetivo, o jogador dever andar e saltar e ir cada vez mais perto nas partes mais desafiadoras da caverna , enquanto que trabalha com uma fonte finita de ar fresco, que poderia ser reabastecida em pontos estratégicos.

Há numerosos perigos naturais dentro da caverna, como a água, o terreno desigual, dos respiradouros de vapor, das bordas pequenas,dos poços mortais, e das grandes rochas que devem ser explodidas. Finalmente, tem um fantasma que assombra a caverna que se ficar perto do personagem ele o deixa falhado e logo inoperante.

Os objetos incluem coletar as varas da dinamite, dos alargamentos e das chaves (que vêm em duas cores diferentes).

Spelunker é considerado difícil. Muita da dificuldade do jogo levanta-se do fato de que o explorador não pode saltar altamente, ou cai-se distante. Como tal, precisa pegar as chaves e saltando para concluir o jogo com sucesso. Por causa da dificuldade, muito poucos jogadores completaram o jogo. O simples conhecimento de ter finalmente concluído o jogo é uma recompensa para todos os seus próprios jogadores.

A tela do jogo em todas as plataformas caracterizou um excerpt de retratos de Modesto Mussorgsky e Quadros de uma Exposição como música do fundo. Os do Nes e as versões do MSX tiveram a música adicional durante o jogo, e no Atari original e as versões Commodore 64 não. A palavra Spelunker significa explorador de cavernas (de espeleologia)

Níveis do jogo[editar | editar código-fonte]

A caverna em Spelunker é dividida em seis níveis. Embora os níveis se liguem sem problemas uns aos outros, formando um grande mapa, o jogo claramente tem sinais de um nível alterado em certos pontos, mostrando o nome do próximo nível e dando ao jogador um bônus, que consiste de um bônus de vida e um montante variável de pontos. Os níveis são como se segue:

  • O Elevador: Um elevador no lado esquerdo da tela pode ser usado para o curso vertical livre entre diversos caminhos.
  • As Cordas: Uma série das cordas penduradas no teto, permitindo que o jogador salte de uma corda a outra.
  • As Quedas: Existe uma grande cachoeira dentro da caverna, e o jogador começa realmente a montar nas quedas em um barril! No entanto, a menos corda a ir antes de desembarcar o barril na ilha,e o jogador fica permanentemente aprisionado, e deve começar novamente.
  • O Eixo: Existe um grande geyser dentro de um eixo vertical. Uma pequena jangada flutua acima da coluna seguido da água, permitindo que o jogador monte acima ou para baixo enquanto o geyser dispara e recedes. Controlar seu suprimento de ar é um desafio neste nível, porque às vezes uma longa espera é necessária para chegar na jangada.
  • A Pirâmide: Há uma grande pirâmide dentro da caverna. O jogador deve encontrar chaves para abrir portas da pirâmide, para prosseguir de sua base a seu inicio.
  • O Tesouro: Uma grande série de bordas pequenas encontra-se entre o jogador e o tesouro fabuloso.

Na versão de NES, uma vez concluído o último ponto , uma segunda procura é iniciada. A segunda procura é um outro exemplo do mesmo jogo e mapas com um pequeno toque. O esquema de cor é ligeiramente diferente (paredes verdes da caverna onde eram uma cor castanha antes) e todas as chaves da porta são agora invisíveis, mas convenientemente nos mesmos pontos. Um terceiro exemplo do jogo existe? Na versão de NES, há 6 procuras diferentes. Até à data, nenhuma informação foi encontrada quanto a saber se foram ou não as teclas programadas para esta procura.

Referências[editar | editar código-fonte]

Revisão da relação da Atari, Vol. 4, junho 1992 em AtariArchives

Ligações externas[editar | editar código-fonte]