Spencer Le Marchant Moore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Spencer Le Marchant Moore (Hampstead, 1850 - 1931) foi um botânico inglês.

Trabalhou no Royal Botanic Gardens de 1870 até 1879, escrevendo vários ensaios botânicos, posteriormente no Museu de História Natural de Londres de 1896 até a sua aposentadoria.

Realizou várias coletas de espécimens botânicos pela Austrália, descrevendo a sua flora.[1]

Existem 3.673 registros no IPNI de novas espécies descritas por Moore.

Algumas publicações[editar | editar código-fonte]

  • 1894-1896. Moore; S.Le M. The phanerogamic botany of the Matto Grasso Expedition, 1891-92. Ed. The Society
  • 1902. Moore; S.Le M. New or noteworthy South African plants.
  • 1913. Rendle; A.B.; E.G. Baker; H.F. Wernham; S. Le Marchant Moore. Catalogue of the plants collected by Mr. & Mrs. P.A. Talbot in the Oban district, South Nigeria. Ed. British Museum (Natural History). Dept. Botánica
  • 1936. Moore; S.Le M. Dictoyledons : families to Rubiaceae to Compositae. Ed. Trustees of the British Museum

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Spencer Le Marchant Moore
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.