Spike Edney

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Spike Edney (11 de dezembro de 1951) é um músico britânico.

Nos anos 70, Spike trabalhou como pianista para Ben E. King e Edwin Starr. No início dos anos 80, excursionou com a banda The Boomtown Rats e Dexy’s Midnight Runners como um trombonista. Trabalhou também com uma banda de pop/soul chamada Lynx (David Grant era o seu talentoso cantor).

Queen[editar | editar código-fonte]

Entre 1984 e 1986, Spike Edney acompanhou a banda Queen, nos teclados e como guitarrista base, em concertos ao vivo. Spike excursionou com o guitarrista Brian May nas tours dos dois discos solo de Brian. Também participou de discos e tours do baterista Roger Taylor, entre 1987 e 1991.

Em 1994, Spike formou a S.A.S. Band (Spike All Star Band), que contava com o baterista Cozy Powell, o baixista Neil Murray, o guitarrista Jamie Moses, entre outros. A banda passou por várias formações e incluiu uma ampla gama de músicos. A S.A.S. Band lançou um disco em 1997.

Em 2005, Brian May e Roger Taylor iniciaram uma colaboração com o vocalista Paul Rodgers (ex-Free, ex-Bad Company), sob o nome de Queen+Paul Rodgers, que acabou em maio de 2009, tendo gravado apenas um álbum de estúdio, lançado em 2008. Spike Edney estava novamente envolvido neste projecto, mais precisamente tocando teclados.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.