Spinnaker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Veleiro com Spi (a flecha vermelho mostra o pau de spi)

O Spinnaker (Spi) ou Balão é um tipo de vela de grandes dimensões que se iça nos barcos à vela à frente do mastro, quando a embarcação navega na direção do vento, popa ou popa rasada.

Os pequenos veleiros estão normalmente equipados com : Vela grande, Vela de estai ou um Genoa e Spinnaker/balão

Características[editar | editar código-fonte]

Inventado em 1880 [1] , caracteriza-se por: uma forma triangular, uma concavidade importante, uma grande superfície, e ser fabricado num tecido fino e muito ligeiro.

A forma do Spi está optimizada para aproveitar a força do vento vindo de trás da embarcação provocando um movimento não laminar do vento sobre esta vela. A sua forma redonda característica quando enfunada pelo vento e as cores com que é decorado valei-lhe a designação de balão. Contrariamente à vela de estai ou ao genoa o spi tem como característica não utilizar o estai mas só estar preso no alto do mastro.

A sua regulação dependem do tamanho da embarcação, do tamanho do spi e do comprimento e peso do pau de spi. Controla-se o saco do spi com a altura do pau do spi. Deve-se deixar 30 a 50 cm de cabo no punho da pena para que o spi se afaste mais da vela grande. Quanto mais alto estiver o pau de spi menos saco há na vela, e com ventos fracos o pau de spi deve estar completamente em baixo, e sobe-se o pau do spi à medida que o vento aumenta [2] .

Normalmente a alanta passa pelo pau de spi e a escota fixa no punho oposto. A particularidade com o spi é que quando o pau é trocado de amura a escota passa a ser aquela que anteriormente se chamava alanta e vice-versa. Só os nomes é que mudam pela nova posição que ocupam pois que não se trocam os cabos [3] . O pau de spi, depois de fixado ao mastro, é mantido horizontalmente através de dois cabos. O amantilho, que o mantém suspenso, e o gaio que impede que o pau suba.

O Spinnaker[editar | editar código-fonte]

Barcos usando spinnakers em uma regatta em Lorient (França).

Alguns termos referentes ao Spinnaker:

  • Alanta - cabo que faz a amura de uma vela de balão
  • Pau de spi ou Pau de palanque - barra de madeira ou metal por onde passa o cabo ao vento (barlavento) do spi

Spinnaker simétrico[editar | editar código-fonte]

Na sua forma mais corrente, é mantido pela ponta superior punho da pena no alto do mastro, no punho situado a sotavento por uma escota, enquanto o punho da amura é mantido afastado do mastro pelo pau de spi. A outra extremidade deste pau é fixado ao mastro mas pode girar numa anilha e toma uma posição quase perpendicular à do vento aparente.

Spinnaker assimétrico[editar | editar código-fonte]

Inventado mais recentemente foi em primeiro lugar usado nas regatas : a velocidade do barco aumenta, o vento aparente desloca-se para a frente e logo é preciso uma vela mais eficaz do que a do spi simétrico quando perto da bolina nos multicascos (catamaran ou trimaran) ou nos monocascos de competição da ultima geração

Marear o Spinnaker[editar | editar código-fonte]

Em razão da sua grande superfície e às marchas instáveis em que é utilizado, o marear do spi assimétrico ainda é mais delicada do que a do simétrico, principalmente a partir de uma certa força do vento.

O viramento de bordo com vento da popa para mudar de amura é delicado e chama-se um viramento em roda. Para isso é preciso retirar o pau do spi, fazer passar a vela grande e remeter o pau [3] .

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Alguns dicionários sugerem que a origem desta palavra pode estar relacionada com o primeiro iate que utilizou um spinnaker e que se chamava Sphinx, deformado em Spinx, usado durante no Solent em 1865. [1]

Galeria de fotografias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Oxford Dictionaries
  2. Almaran Veleiros - Visitado Agosto 2011
  3. a b AN Cruzeiros

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]