Spirou e Fantásio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Spirou e Fantásio
Colecção
Spirou Grupo Completo.png

Personagens principais da série
País de origem  Bélgica
Língua de origem Francês
Editor Dupuis
Primeira edição 1938
Numero de álbuns 50 na série regular
Primeira publicação Spirou Hebdo
Género(s) BD Franco-Belga
Autor Rob-Vel
Jijé
Franquin
Jidehem & Greg
Fournier
Nic & Cauvin
Tome & Janry
Morvan & Munuera
Yoann & Fabien Vehlmann
Personagens principais Spirou
Fantásio
Spip
Título em português Spirou e Fantásio
Editor nacional Editora Camarada
Editora Arcádia
Editorial Publica
Circulo de Leitores
Meribérica/Liber
Edições Asa
Estatuto Em publicação
Adaptação Desenhos animados do Spirou
Desenhos animados do Spirou e Fantásio
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada


Spirou e Fantásio é uma série de banda desenhada franco-belga. Spirou é um jovem aventureiro que inicialmente era paquete de hotel, aparecendo por isso vestido de vermelho e está está sempre acompanhado por um esquilo, o Spip. O personagem Spirou foi criado por Rob-Vel em 21 de Abril de 1938 pelo lançamento do Jornal Spirou a pedido do editor Jean Dupuis. Joseph Gillain (Jijé) é convidado a trabalhar no personagem Spirou (1943 a 1946). Em 1944 Jijé, a pedido de seu redactor chefe, Jean Doisy, cria o personagem Fantásio, um repórter fotógrafo que trabalha no jornal Moustique. Em 1946 Dupuis propõe a Franquin (1946 - 1969), que este trabalhe no Spirou e Fantásio.

Esta dupla passa a ser desenhada por Jean-Claude Fournier (1969-1979), posteriormente Nic & Cauvin farão 3 Álbuns (1980-1983). Phillipe Vandevelde (Tome) e Jean-Richard Geurts (Janry) são convidados a desenhar o Spirou (1981-1998) e em 2004 Morvan e Munuera são os novos desenhador e argumentista da série de Spirou e Fantásio.

Charles Dupuis, editor da revista Le journal de Spirou, um dos pioneiros da banda desenhada franco-belga, morre com 84 anos a 14 de Novembro de 2002, em Bruxelas.

Índice

Rob-Vel (1938-1943)[editar | editar código-fonte]

Robert Velter , desenhador e argumentista de banda desenhada, de nacionalidade Francesa, nasceu a 9 de Fevereiro de 1902 e morreu a 27 de Abril de 1991. É o criador das personagens Spirou e Spip que surgiram em 21.04.1938, no jornal Spirou, edições Dupuis.

  • Spirou et La Puce (20.08.1942 — 4.02.1943)
  • Álbum fora de série n.º 3 La Voix Sans Maitre, © Dupuis 2003 - Rob-Vel - o nascimento de Spirou (21.04.1938)- Spirou et La Puce.

Jijé (1943-1946)[editar | editar código-fonte]

Joseph Gillain (Jijé), desenhador e argumentista de banda desenhada, de nacionalidade Belga, nasceu a 13 de Janeiro de 1914 e morreu a 20 de Junho de 1980. Jijé, a pedido de seu redactor chefe, Jean Doisy, cria o personagem Fantásio, amigo de Spirou, um repórter e fotógrafo que trabalha no jornal Moustique (surge no journal Spirou n.º 38).

Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • Fantasio et le Fantôme (16.05.1946) , publicado no álbum fora de série n° 4 (2003).
  • Comme une Mouche au Plafond, publicado no álbum n° 3 Les Chapeaux Noirs (1952).
  • Spirou et les Hommes-Grenouilles, publicado no álbum n° 3 Les Chapeaux Noirs (1952).
  • La Maison Préfabriquée (1946) - desenho de Jijé - n.º 453 (19.12.1946) ao n.º 491 (11.09.1947) publicado no álbum fora de série n.º 2 Radar le Robot, © Dupuis 1976

André Franquin (1946-1968)[editar | editar código-fonte]

André Franquin, desenhador e argumentista de banda desenhada, nasceu em Etterbeek, Bruxelas a 3 de Janeiro de 1924 e morreu a 5 de Janeiro de 1997. Trabalha nas histórias do Spirou e Fantásio em 1946 até 1968 e começa por desenhar "Le Tank", uma historia publicada no Almanach Spirou 1947. Durante os 22 anos em que trabalha no Spirou, Franquin cria um mundo extraordinário donde surgem várias personagens geniais, tais como o Conde de Champignac, cientista amigo dos jovens Spirou e Fantásio; Marsupilami, um animal de cor amarela com manchas pretas e cauda comprida; a jornalista Seccotine; o inimigo Zantafio, primo de Fantásio; Zorglub, um sábio cientista inimigo do Conde de Champignac; Gustave Labarbe, o Presidente da Câmara de Champignac, o Doktor Kilikil, entre muitos.

As Histórias[editar | editar código-fonte]

L'héritage de Spirou / Fantásio e o seu Tanque[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - L'Heritage - N.º 453 (19.12.1946) ao 491 (11.09.1947) ; 39 pranchas, Franquin.
  • Álbum fora de série n.º 1: L'Heritage (+ Le Tank), © Dupuis 1976 .

Spirou herda de seu tio uma casa velha e desabitada com alguns segredos. Spirou e Fantásio acabam por ir a África à procura de um tesouro.

  • Le Tank surge no Almanaque Spirou, 1947; 12 pranchas. Fantasio compra um tanque a um soldado provocando um quantidade de catástrofes.

Les Maisons Péfabriquées / Radar le Robot[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou: Les Maisons Péfabriquées - Jijé desenha n.º 422 (23.05.1946) ao n.º 426 (13.06.1946) ; Franquin desenha n.º 427 (20.06.1946) ao n.º 442 (03.10.1946) ; 16 pranchas. Fantasio vende casas préfabricadas juntamente com Spirou.
  • Jornal Spirou: Radar le Robot, 1947.
  • Álbum fora de série n.º 2 Radar le Robot, (+ Les Maisons Péfabriquées), © Dupuis 1976.

Uma pequena vila está aterrorizada com um carro fantasma e Spirou et Fantásio vão lutar contra Samovar, um sábio e o seu robot.

Um Natal Clandestino[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou: Un conte de Noël - N.º 448 (14.11.1946) ao 452 (12.12.1946) ; 5 pranchas.

4 Aventuras de Spirou e Fantásio[editar | editar código-fonte]

  • Álbum n.º 1, "Quatre aventures de Spirou et Fantasio, (+Spirou et les Plans du Robot), (+Spirou Sur Le Ring), (+Spirou Fait du Cheval), (+Spirou Chez Les Pygmées), © Dupuis 1950"
  • Spirou e os Planos do Robot: Jornal Spirou - N.º 522 (15.04.1948) ao 540 (01.08.1948); 15 pranchas. Dois ladrões resolvem roubar os planos do robot do sábio Samovar.
  • Spirou no Ringue: Jornal Spirou - N.º 541 (26.08.1946) ao 566 (17.02.1949) ; 26 pranchas. Spirou vai confrontar Poildur num combate de boxe. Com o dinheiro vai financiar um ginásio desporto para miúdos.
  • Spirou Cavaleiro: Jornal Spirou - N.º 567 (24.02.1949) ao 574 (14.04.1949); 8 pranchas. Um Fantasio snob resolve andar de cavalo. Spirou vai montar um cavalo completamente louco.
  • Spirou No País dos Pigmeus: Jornal Spirou - N.º 589 (28.07.1949) ao 616 (02.0219.50); 27 pranchas. Graças a um Leopardo, Spirou e Fantásio conhecem o imperador de Lilipanga. Este pequeno país encontra-se em guerra entre duas tribos de pigmeus.

O Feiticeiro de Talmourol[editar | editar código-fonte]

  • Il Y a un Sourcier à Champignac- Jornal Spirou - N.º 653 (19.10.1950) ao 685 (31.05.1951); 57 pranchas.
  • Álbum nº 2, Il Y a un Sourcier à Champignac, © Dupuis 1951.

Spirou e Fantásio vão acampar para Champignac e ocorrem fenómenos muito estranhos, acabando por perceber que por detrás desses acontecimentos está o Conde de Champignac. O Conde de Champignac, Pacôme Hégésippe Adélard Ladislas, aparece pela 1ª vez nesta história. É um cientista que vive num castelo em Champignac, especializou-se em cogumelos e a ele se deve inúmeras invenções. Surge também a tão conhecida vila de Champinhac com os seus habitantes. Franquin cria um mundo de divertidos gags e de personagens: Gustave Labarbe o Presidente da Câmara é um desses personagens, sempre disposto a discursar e a eleger estátuas com sua esfinge, como também a sucederem-lhe inúmeros percalços, causados pelas invenções do Conde. Está sempre acompanhado pelo seu fiel secretário, Duplumier; pelo bêbado da vila, Dupilon; Jerome, o polícia; Lucien, o dono do café; o miúdo Noël, etc.

Os Chapéus Negros[editar | editar código-fonte]

  • Les Chapeaux Noirs, Franquin - Jornal Spirou - N.º 617 (09.02.1950) ao 635 (15.06.1950) ; 19 pranchas.
  • Álbum nº 3 : Les Chapeaux Noirs © Dupuis 1952 (+Mystére à la Frontiére - Franquin + Les Hommes Grenouilles - Jijé + Comme une Mouche au Pafond - Jijé) .

Spirou et Fantásio partem para o Far-West para verificar como vivem os cow-boys nos dias de hoje.

  • Mystère à la Frontière : Jornal Spirou - N.º 636 (22.06.50) ao 652 (12.10.50) ; 17 pranchas. Spirou et Fantásio descobrem que os traficante utilizavam aviões telecomandados para passarem droga na fronteira.

Spirou e os Herdeiros[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 693 (26.07.1951) ao 726 (13.03.1952) ; 59 pranchas.
  • Álbum nº 4: Spirou et les Héritiers, © Dupuis 1953.

Para receberem a herança de um tio, Fantásio e o seu primo Zantáfio, têm de realizar três façanhas: 1º- inventar um aparelho original e de interesse público (surge então o famoso fantacóptere); 2º - pilotar automóveis de corrida num Grande Prémio; 3º - capturar um Marsupilami. O Marsupilami surge então, pela primeira vez a 31 de Janeiro de 1952 no jornal do Spirou.

O Roubo do Marsupilami[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 729 (03.04.52) ao761 (13.11.52) ; 58 pranchas
  • Álbum nº 5: Les Voleurs du Marsupilami, © Dupuis 1954

Zabaglion, director do Circo Zabaglion, contrata Valentin Mollet, um jogador de futebol, para roubar o Marsupilami de forma a transformá-lo na atracção principal do Circo. Spirou e Fantásio, com a ajuda de uma das invenções do Conde de Champignac, as pílulas Caméléon, conseguem introduzir-se no Circo e salvar o animal.

O Chifre do Rinoceronte[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 788 (21.05.1953) ao 797 (23.07.1953) ; 18 pranchas.
  • Álbum nº 6: La Corne du Rhinocéros, © Dupuis 1955.

Toothbrush e o colega, pretendem roubar os planos do novo Turbot-Rhino da Fábrica de Automóveis Turbot, e Martinho, um dos pilotos da Turbot, consegue fugir para M'Saragba em Africa, e entregar o microfilme ao rei da tribo dos Wakukus. O rei captura um rinoceronte, faz um buraco no chifre e coloca aí o pequeno objecto. Spirou e Fantasio, depois de muitas "caçadas", conseguem encontrar o microfilme e a Turbot oferece-lhes o Turbot-Rhino, o primeiro protótipo de tracção à frente com Turbopropulsor. A personagem Seccotine, repórter de Moustique, aparece pela primeira vez nesta história.

O Ditador e o Cogumelo[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 801 (20.08.1953) ao 838 (06.05.1954) ; 60 pranchas.
  • Álbum nº 7: Le Dictateur et le Champignon, © Dupuis 1956.

Spirou e Fantásio resolvem devolver o Marsupilami à floresta na Palômbia, mas quando lá chegam deparam-se com um ditador, o General Zantas, que não é senão Zantáfio primo de Fantásio, que pretende organizar um exercito e invadir o território vizinho a República de Guaracha. Com a ajuda de Secotine conseguem que o Conde de Champinhac lhes envie uma das suas invenções, Metolmol um líquido que torna todo o metal mole, acabando por derreter, os carros, tanques, e aviões do General Zantas e evitar a guerra.

A Máscara Misteriosa / Não façam Mal aos Pintarroxos[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 840 (20.05.1954) ao 869 (09.12.1954) ; 53 pranchas.
  • Álbum nº 8: La Mauvaise Tête © Dupuis 1956.

Fantásio rouba a máscara da rainha Nefersisit em ouro maciço numa cerimónia que estava a ser gravada para o telejornal na TV. Spirou é o único que acredita na inocência do amigo e consegue descobrir que Zantáfio está por detrás do roubo e salvar Fantásio.

  • Touchez pas aux Rouges-Gorges : Na propriedade do Conde de Champignac, o marsupilami vela por uns ovos de pintarroxos.

O Refúgio da Moreia[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 871 (23.12.1954) ao 904 (11.08.1955) ; 60 pranchas.
  • Álbum nº 9: Le Repaire de la Murène, © Dupuis 1957.

Um riquíssimo armador, Xenofonte Hamadrião, abre um concurso para inventarem um veículo submarino que permita descer a mais de 200 metros de profundidade no mar e aceder ao Discreto, um cargueiro, que se afundou no Cabo da Rosa. Com a ajuda de X4 - produto capaz de activar as faculdades cerebrais - o Conde de Champignac consegue inventar um submarino. Vários acidentes começam a acontecer a todos os concorrentes. Decidem partir para a costa Siderurvila e experimentar o submarino e descobrem que a Moreia, Capitão Jonh Helena está por detrás dos estranhos acontecimentos. Acabam também por descobrir que o Marsupilami é anfíbio.

Os Piratas do Silêncio / La Quick Super[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 916 (03.11.1955) ao 940 (19.04.1956) ; 44 pranchas.
  • Álbum nº 10: Les Pirates du Silence, (+ La Quick Super ) © Dupuis 1958.

Fantásio vai fazer uma reportagem sobre Incognito-City, a cidade mais snob do mundo, aonde vivem as celebridades e os milionários que pretendem fugir aos jornalistas. Consegue descobrir que Juan Corto dos Orejas e Rabo raptou o Conde de Champignac e que pretende assaltar a cidade, utilizando o Gás Soporífero do Conde. Neste enredo o Marsupilami fala pela primeira vez e diz "Juan Corto".

  • 'La Quick Super' - Jornal Spirou - N.º 907 (01.09.1955) ao 915 (27.10.1955) ; 16 pranchas.

Spirou e Fantásio têm de fazer uma reportagem sobre os novos modelos de carro Quick. Acontece que estes carros estão a ser misteriosamente roubados e a companhia de seguros pretende descobrir quem são os ladrões.

O Gorila / Férias Sem História[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 944 (17.05.1956) ao 966 (18.10.1956); 40 pranchas.
  • Álbum nº 11: Le Gorille a Bonne Mine, (+ Vacances Sans Histoire), © Dupuis 1959.

Spirou e Fantásio vão fazer uma reportagem em Kilimakali sobre os Gorilas e fotografá-los no seu meio ambiente. Mas vão deparar-se com um mistério, o Dr. Zwart, um velho excêntrico, desapareceu como também os indígenas, Wagundus, começaram a desaparecer.

  • Vacances Sans Histoires - Jornal Spirou - N.º 1023 (21.11.1957) ao 1033 (30.01.1958) ; 19 pranchas.

Um monarca o Ibn-Mah-Zout destroi o carro de Fantasio acabando por oferecer aos dois amigos o novo modelo da Turbot o Turbotraction 2. É a primeira vez que o Gaston Lagaffe aparece nesta historia.

O Ninho dos Marsupilamis / A Feira dos Gangsters[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 969 (08.11.1956) ao 991 (11.04.1957); 40 pranchas.
  • Álbum nº 12: Les Nids des Marsupilamis, (+La Foire aux Gangsters), © Dupuis 1959.

Seccotine, uma personagem criada por Franquin, vai à Palômbia fazer uma reportagem sobre a vida dos Marsupilamis e como estes se reproduzem - "Os primos da Palombia".

  • La Foire aux Gangsters - Jornal Spirou - N.º 1034 (06.02.1958) ao 1045 (24.04.1958); 21 pranchas.

Soto Kiki pede ajuda a Spirou e Fantásio para salvarem um miúdo de uns raptores. O Gaston Lagaffe aparece nesta historia.

O Dinossauro Congelado / O Medo do Outro Lado do Telefone[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 992 (18.04.1957) ao 1018 (17.10.1957) ; 47 pranchas.
  • Álbum nº 13: Le Voyageur du Mésozoïque, (+La Peur au Bout du Fil), © Dupuis 1960.

O Conde de Champignac descobre um ovo de um Plateossauro congelado nos gelos do Antárctico e consegue aquecê-lo gradualmente com uma incubadora. Com a ajuda do X2, extracto de cogumelo que acelera a multiplicação e a evolução das células, provoca o envelhecimento acelerado do dinossauro, causando grandes perturbações no seio da comunidade da vila de Champignac.

  • La Peur au Bout du Fil- Jornal Spirou - N.º 1086 (05.02.1959) ao 1092 (19.03.1959); 13 pranchas.

O Conde de Champignac consegue isolar as substâncias nocivas do X4 - produto capaz de activar as faculdades cerebrais, à base de cogumelos - telefona ao Spirou a contar a novidade e por erro, em vez do café, bebe a substância tornando-se mau. Engendra um plano para destruir a estátua do Presidente da Câmara com o metomol. Entretanto Spirou e Fantásio pedem ajuda ao cientista amigo do Conde.

O Prisioneiro do Buda[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 1048 (15.05.1958) ao 1082 (08.01.1959); 61 pranchas.
  • Álbum nº 14: Le Prisonnier du Bouddha, © Dupuis 1960.

Douglas LongPlaying, cientista de Física Nuclear, um dos inventores do GAG (Generador Atómico Gama - Aparelho que permite suprimir a gravidade, de modificar o clima, de fazer crescer a vegetação), é raptado pelos chineses. O Professor Nicolaivtch Inovskyev, também inventor do GAG, vai pedir ajuda ao Conde de Champignac, causando alguns distúrbios na vila de Champignac. Spirou, Fantásio, Spip e o Marsupilami com a ajuda do GAG vão salvar LongPlaying. Nota: Os Budas de Bamiyan, são 2 estatuas monumentais de budas em pé, escavados na rocha no vale de Bamiyan no centro de Afeganistão, a 230km a noroeste de Kaboul e a uma altitude de 2500m.

Z Como Zorglub[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 1096 (16.04.1959) ao 1136 (21.01.1960) ; 61pranchas.
  • Álbum nº 15: Z comme Zorglub, © Dupuis 1961,

Zorglub é uma personagem fascinante, criada por Franquin, surge em 1959, na história Z como Zorglub. É um cientista louco colega de faculdade do Conde de Champignac, inventor da Zorglonda, que permite aniquilar a vontade das pessoas. Cria um exército na Palômbia e pretende associar-se ao Conde de Champignac para a conquista do Universo e elevar a publicidade ao seu ponto mais alto, a Lua - "acoc-aloC". Fantásio e o polícia Jerome, são raptados e automatizados para fazerem parte dos ZorglHomens. O Conde, Spirou, Spip e o Marsupilami vão ter à base secreta de Zorglub e impedir o inevitável, acabando por convencer Zorglub a destruir todas as bases.

A Sombra do Z[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 1140 (18.02.1960) ao 1183 (15.12.1960); 60 pranchas.
  • Álbum nº 16: L'ombre du Z, © Dupuis 1962,

Continuação da história Z Comme Zorglub. Zorglub mantém ainda uma base na Palômbia, e os habitantes, através da Zorglonda, são obrigados a comprar produtos de higiene fornecidos pelos ZorglHomens, gastando todas as suas economias e levando-os à miséria. Por detrás deste negócio está Zantáfio que assalta as lojas roubando todo o dinheiro das receitas. Zorglub torna-se vitima de uma das suas armas.

Tesouro Submarino / Les Petits Formats[editar | editar código-fonte]

  • Álbum nº 17: Spirou et les Hommes-Bulles, (+ Les Petits Formats), © Dupuis 1964
  • Jornal Le Parisien Libéré, fim dos anos 50.

No seguimento da história o Refúgio da Moreia. Andam à procura do tesouro do Discreto, o cargueiro que se afundou no Cabo da Rosa e a Moreia consegue fugir da prisão. Os novos submarinos, inventados pelo Conde, são destruídos restando apenas um e o Spirou vai pilotar esse submarino e descobre uma cidade submarina, Corália-A-Cidade-Bolha, uma quinta modelo, aonde vivem, cientistas, industriais e artistas.

  • Les Petits Formats - Jornal Le Parisien Libéré, fim dos anos 50; Jornal Spirou N.º 1272 (30.08.1962) ao 1302 (28.03.1963) ; 30 pranchas.

Fantásio desapareceu de Champignac. Spirou encontra-o como um boneco de 5cm de altura.

QRN Sobre Bretzelburg[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 1205 (18.05.1961) ao 1237 (28.12.1961) e N.º 1304 (11.04.1963) ao 1340 (19.12.1963); 65 pranchas.
  • Álbum nº 18: QRN Sur Bretzelburg, © Dupuis 1966

Franquin começa a trabalhar em 1961 no álbum QRN sur Bretzelburg mas este só vai ser publicado em 1966. O Marsupilami engole um radio miniaturisado e provoca uma perturbação nas comunicações entre um radio amador, Switch e o rei de Bretzelburg (rei de um país fictício) que é prisioneiro do general Schmetterling. Fantásio é raptado em vez de Switch e é levado para a prisão Snapfurmich aonde o Dr Kilikil, uma personagem genial, o vai torturar. Spirou, Switch, Spip e o Marsupilami vão para Bretzelburg salvá-los. No projecto inicial Franquin previa a intervenção de Zorglub, mas o editor Charles Dupuis opõe-se. Nota: Inicialmente tinha o nome de QRM Sur Bretzelburg.

O Castelo do Sábio Louco / Bravo para os Brothers[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Spirou - N.º 1539 (12.10.1967) ao 1556 (08.02.1968); 37 pranchas.
  • Álbum nº 19: Panade à Champignac, (+ Bravo Les Brothers) © Dupuis 1969,

Continuação da história L'ombre du Z. O Conde de Champignac consegue descobrir um tratamento para a Zorglonda e Zorglub torna-se mentalmente num bebé de oito meses. Um dos melhores dos ZorglHomens rapta o mestre e o caos acontece e a vila de Champignac torna-se mais uma vez o palco de estranhos acontecimentos.

  • Bravo Les Brothers - Jornal Spirou - N.º 1435 (14.10.1965) ao 1455 (03.03.1966) ; 22 pranchas.

Gaston Lagaffe oferece pelos anos a Fantásio 3 macacos que viveram num circo. E o impossível acontece, o escritório pára, e sucedem-se um interminável número de gafes e de catástrofes. Entretanto um indivíduo, o antigo mestre dos macacos, aparece e Spirou e Fantásio acabam por dar os animais a este homem. Este episódio surge em 1969 no Livro n.º 19, Panade à Champignac.

Os Elefantes Sagrados / La Cage[editar | editar código-fonte]

  • Jornal Le Parisien Libéré, 1959; Jornal Spirou - N.º 1721 (08.04.1971) ao 1723 (22.04.1971) ; 30 pranchas.
  • Álbum nº 24: Tembo Tabou, (+La cage ), © Dupuis 1968

Spirou et Fantasio vão fazer uma reportagem a Africa sobre elefantes de cor vermelha. São acolhidos por uma tribo de pigmeus e resolvem uma série de mistérios.

  • " La Cage" - As desventuras de um caçador, Bring Backalive, na tentativa de capturar um Marsupilami vivo.


Personagens[editar | editar código-fonte]

Os Heróis[editar | editar código-fonte]

  • Spirou- Repórter de Moustique, amigo do Fantásio. Criado por Rob-Vel em 21 de Abril de 1938.
  • Fantásio - Repórter e fotógrafo de Moustique e amigo do Spirou. Criado por Jijé em 1943.
  • Spip - o inseparável esquilo do Spirou.
  • Conde de Champignac - Pacôme Hégésippe Adélard Ladislas, é um cientista que vive num castelo em Champignac, que se especializou em cogumelos. A ele se deve inúmeras invenções e a 1ª aparição dá-se no livro O Feiticeiro de Talmourol, Il Y a un Sourcier à Champignac © Dupuis 1951. Criado por Franquin).
  • Marsupilami - Mamífero, marsupial, de cor amarela com manchas pretas e uma enorme cauda. Criado por Franquin, Aparece pela primeira vez em os Herdeiros, em 31 de Janeiro de 1952, na revista do Spirou. Vive na floresta da Palômbia, tem uma força fenomenal (utiliza a cauda para socar) e é um grande consumidor de piranhas, desconfia-se que a sua força provém das piranhas que consumiu enquanto cria. É capturado e torna-se um companheiro inseparável nas aventuras de Spirou e Fantasio.

Os Colegas[editar | editar código-fonte]

  • Seccotine - Repórter de Moustique e amiga de Spirou e Fantásio, aparece pela primeira vez na história o Chifre do Rinoceronte (La Corne du Rhinocéros © Dupuis 1955). Outras aparições, O Ditador e o Cogumelo, (Le Dictateur et le Champignon 1956); Vacances Sans Histoires; O Ninho dos Marsupilamis (Les Nids des Marsupilamis © Dupuis 1959). Criado por Franquin.
  • Gaston Lagaffe - Colega de Fantásio trabalha no jornal Spirou.

Os Inimigos[editar | editar código-fonte]

  • Colibri e o Patrão - 4 Aventuras de Spirou.
  • Poildur - Um miúdo "boxeur" que maltrata outros miúdos. 4 Aventuras de Spirou.
  • Abdaka Abraka - Mágico Louco, ...Como uma mosca no tecto... em Os Chapéus Negros
  • Contrabandistas - Passavam Hicoína, um estupefaciente, na fronteira- Mistério na Fronteira em Os Chapéus Negros.
  • Narcisse , Valentino e Hercule - Bandidos que roubam X1 e X2 em O Feiticeiro de Talmourol.
  • Zantáfio - Primo de Fantásio, surge pela primeira vez em os Herdeiros, é o vilão da história. Torna-se propriedade das Edições Dupuis. O Ditador e o cogumelo, Le Dictateur et le Champignon, 1956, o Roubo do marsupilami, La Mauvaise Tête, A sombra do Z, L'Ombre du Z 1962.
  • Zabaglion - Director do Circo em O Roubo do Marsupilami.
  • Chefe do Pessoal - Anão que trabalha no circo de Zabaglion em O Roubo do Marsupilami.
  • Golias - Gigante que trabalha no circo de Zabaglion em O Roubo do Marsupilami.
  • Toothbrush e o Colega - Pretendem oubar os planos do novo Turbot em o Chifre do Rinoceronte.
  • Mimoso - Chefe da Polícia secreta de Palômbia em o Ditador e o Cogumelo.
  • Capitão Jonh Helena - Moreia em O Refúgio da Moreia.
  • Marco - Braço direito do Capitão Jonh Helena em O Refúgio da Moreia.
  • Xenofonte Hamadrião - Homem rico que abre um concurso para inventarem um veículo que permita descer a mais de 200 metros de profundidade no mar, O Refúgio da Moreia.
  • Juan Corto dos Orejas e Rabo - Pretende assaltar a cidade Incognito Citty em Os Piratas do Silêncio.
  • Doutor Swart - Desapareceu da mina de Molomonga em Os Gorilas.
  • Broque e Brocas - Engenheiros da mina de Molomonga e cúmplices do Doutor Swart em Os Gorilas.
  • Satokiki - Pretendia raptar uma criança em A Feira dos Bandidos.
  • Tigre - predador em O Ninho dos Marsupilamis.
  • Alexandre e Boris - Espiões em O prisioneiro do Buda.
  • Zorglub - Surge na história Z como Zorglub, é um cientista louco, colega de faculdade do Conde de Champignac, que inventa a zorglonda que permite aniquilar a vontade das pessoas, cria um exército e pretende associar-se ao Conde de Champignac para a conquista do Universo e elevar a publicidade ao seu ponto mais alto, a Lua - "acoc-aloC". Z comme Zorglub, © Dupuis 1961, L'ombre du Z, © Dupuis 1962, Panade à Champignac 1969, torna-se propriedade das edições Dupuis.
  • ZorglHomens - Exército / polícia criado por Zorglub.
  • General Schmetterlinge - Vive em Bretzelburg é Inimigo do Principe Paspallo, surge no álbum em 1966, Qrn sobre Bretzburg.
  • Principe Paspallo - Vive em Maquebasta é inimigo do General Schmetterlinge surge no álbum em 1966, Qrn sobre Bretzburg.
  • O médico - Do rei de Bretzelburg, surge no álbum em 1966, Qrn sobre Bretzburg.
  • Doktor Kilikil - Vai torturar Fantásio e surge no álbum em 1966, Qrn sobre Bretzburg.

Os Habitantes de Champignac[editar | editar código-fonte]

  • Gustave Labarbe - Presidente da Câmara.
  • Desiré, - Insoniamaníaco de Champinhac.
  • Duplumier - Secretário do Presidente.
  • Dupilon - Bêbado.
  • Gustave.
  • Jerome - Polícia.
  • Jules - Garagista da companhia GLOUP.
  • Lucien - Dono do café de Champinhac
  • Noël - Miúdo amigo do Marsupilami, aparece nos álbuns, Le Prisonnier du Bouddha e Panade à Champignac.
  • ZéNobe - Carteiro.

Os Cientistas[editar | editar código-fonte]

  • Samovar - Cientista louco, surge Radar le Robot e Spirou et les Plans du Robot.
  • Conde de Champignac - Pacôme Hégésippe Adélard Ladislas, cientista que vive num castelo em Champignac, que se especializou em cogumelos. A ele se deve inúmeras invenções e a 1ª aparição dá-se no livro O Feiticeiro de Talmourol (Il Y a un Sourcier à Champignac© Dupuis 1951)
  • Zorglub - Cientista louco, colega de faculdade do Conde de Champignac, que inventa a Zorglonda que permite aniquilar a vontade das pessoas, cria um exército e pretende associar-se ao Conde de Champignac para a conquista do Universo e elevar a publicidade ao seu ponto mais alto, a Lua - "acoc-aloC".
  • Biólogo - Cientista amigo do Conde de Champignac, surge em 1960 no álbum O Dinossauro Congelado Le Voyageur du Mésozoïque.
  • Schwarz - Cientista amigo do Conde de Champignac, surge em 1960 no álbum O Dinossauro Congelado, Le Voyageur du Mésozoïque.
  • Black - Cientista amigo do Conde de Champignac, surge em 1960 no álbum O Dinossauro Congelado, Le Voyageur du Mésozoïque.
  • Sprtschk - Cientista atómico, amigo do Conde de Champignac, surge em 1960 no álbum O Dinossauro Congelado, Le Voyageur du Mésozoïque.
  • Professor Nicolaivtch Inovskyev - Cientista de Física Nuclear inventor do GAG. O prisioneiro do Buda Le Prisonnier du bouddha 1960.
  • Douglas LongPlaying - Cientista de Física Nuclear, inventor do GAG, raptado pelos chineses. O prisioneiro do Buda Le Prisonnier du bouddha 1960.

Os Conhecidos / Amigos[editar | editar código-fonte]

  • Maurice e Polidur - Amigos de Spirou em 4 Aventuras de Spirou.
  • Bohémien - Cigano acusado de feitiçaria em .O Feiticeiro de Talmourol.
  • Mordicus - Notário que leu o testamento em Spirou e os Herdeiros.
  • Tia Ester e Prima Serafina - Tia e prima de Fantásio e Zantáfio em Spirou e os Herdeiros.
  • Martinho e Rodrigo - Pilotos da Turbot em Spirou e os Herdeiros e O Chifre do Rinoceronte.
  • Valentin Mollet - Jogador de Futebol que rouba o Marsupilami em O ladrão do Marsupilami.
  • Rei Wakukus - Amigo de Martinho em o O Chifre do Rinoceronte.
  • Vendedor Wiskye - Mata um rinoceronte em O Chifre do Rinoceronte.
  • Alphonse Minet - Convida Spirou e Fantásio para ficarem em sua casa em Os Piratas do Silêncio.
  • Detective - da companhia de Seguros, que pretende descobrir o desaparecimento Quicks em Os Piratas do Silêncio.
  • Badman - O administrador que abusa da bebida em O Gorila.
  • Wagundus - Indigenas em O Gorila.
  • Ibn-Mah-Zud - Rei do Petróleo, terror da condução, oferece um Turbot 2 ao Spirou e Fantásio em Férias sem História.
  • Dinossauro - Plateossauro descoberto pelo Conde de Champinhac nos gelos do Antárctico em o Dinossauro Congelado.
  • Douglas e Harvey - Gémeos agentes Secretos Ingleses, em O Prisioneiro do Buda, (simpática homenagem aos Dupont de Hergé) .
  • Herberto D'Almacalma - Homem rico e excêntrico que não gosta de barulho em O tesouro submarino.
  • Rei Ladislau de Bretzelburgo - está prisioneiro no seu próprio palácio em Qrn sobre Bretzelburgo.
  • Marcelino Switch - Rádio amador em Qrn sobre Bretzelburgo.
  • Hans - Jardineiro do palácio de Bretzelburgo que pertence à Resistência. Qrn sobre Bretzelburgo.
  • Henrique - Menino rico, amigo secreto de João Baptista em Um Natal Clandestino no álbum O Castelo do Sábio Louco.
  • João Baptista - Amigo secreto de Henrique. Um Natal Clandestino no álbum O Castelo do Sábio Louco.
  • Pigmeus - Trabalhavam nas minas Matuvu em Os elefantes Sagrados.

Veículos[editar | editar código-fonte]

  • Turbot de corrida - Carro de corrida - Herdeiros, © Dupuis 1953.
  • Fantacoptère - Espécie de helicóptero ligeiro para uma pessoa, inventado e desenhado por Fantásio - Herdeiros, © Dupuis 1953
  • Zantajet - inventado e desenhado por um engenheiro amigo de Zantáfio - Herdeiros (© Dupuis 1953)
  • Turbotraction Turbot-Rhino 1 - Protótipo a turbopropulse oferecido a Spirou et Fantasio pela empresa Turbot. Foi inspirado no carro Ford Sabre 150. Chifre do Rinoceronte (© Dupuis 1955).
  • Turbotraction 2 - Inspirado no Ford Sabre 175. Um monarca Ibn-Mah-Zout destrói o carro de Spirou e Fantasio e oferece o novo modelo da turbot em troca de um carro de Fantasio. Na história Vacances sans histoire (Gorila, © Dupuis 1957).
  • Dion Bouton 1912 - Carro de Fantasio que tem algumas divertidas particularidades. Na história Vacances sans histoire” (Gorila, © Dupuis 1957).
  • Sous-marin - Veículo inventado pelo Conde Champignac, graças ao X-4. O piloto está equipado com um escafandro especial que permite respirar um gás extraído dos cogumelos. O refúgio da moreia (© Dupuis 1957) Contra indicações - Depois de respirar o gás ao fim de um tempo a pele fica da cor azul com umas bolas brancas.

Invenções[editar | editar código-fonte]

  • Pilules Caméléon - Produto extraído de um cogumelo que muda a cor da pele, inventado pelo Conde de Champignac - ( O Feiticeiro de Talmourol e O Roubo de Marsupilami).
  • Gás Soporífero - Produto extraído de um cogumelo que faz adormecer as pessoas, inventado pelo Conde de Champignac - (O Feiticeiro de Talmourol, Os Piratas do silêncio, O Ditador e o Cogumelo).
  • Metolmol - Líquido extraído de um certo cogumelo que torna todo o metal mole, inventado pelo Conde de Champignac. (O Ditador e o Cogumelo, O Prisioneiro do Buda, O refúgio da Moreia, Medo D' outro lado do Fio).
  • Vacina anti Frio - Vacina extraída d'um cogumelo que produz insensibilidade ao frio, inventado pelo Conde de Champignac. (O dinossauro congelado).
  • X1 - Extracto de um certo cogumelo que dá uma força milagrosa, inventado pelo Conde de Champignac.
  • X2 - Extracto de cogumelo que acelera a multiplicação e a evolução das células, provocando o envelhecimento acelerado, inventado pelo Conde de Champignac. (O dinossauro congelado).
  • X4 - Produto capaz de activar as faculdades cerebrais através da supervitamização das células da camada cortical do grande cerebelo, inventado pelo Conde de Champignac. (O refúgio da Moreia).
  • G.A.G - Generador Atómico Gama. Aparelho inventado pelos professores Inovskyev e Longplaying. O raio gama permite suprimir a gravidade, de modificar o clima, de fazer crescer a vegetação. (O prisioneiro do Buda).
  • Zorglonda - Inventada por Zorglub permite aniquilar a vontade das pessoas.
  • ZorglLíngua - Um idioma inventado por Zorglub.


Álbuns[editar | editar código-fonte]


Fournier (1969-1979)[editar | editar código-fonte]

Jean Claude Fournier, desenhador e argumentista de banda desenhada, de nacionalidade Francesa, nasceu a 21 Maio de 1943. O Spirou deixa de ser desenhado com o fato de groumet de hotel, mantendo apenas o chapéu, as calças e o casaco são vermelhos e a camisola de lâ é da cor branca. Nas histórias Du Cidre pour les Étoiles e L'Ankou Spirou deixa de aparecer com o chapéu de groumet. Na História Le Gri-gri du Niokolo Koba no início do livro o Spirou veste calças e um casaco de cor vermelha e uma camisola branca, acabando por vestir uma camisa azul, umas calças pretas e botas castanhas. Franquin aceitou desenhar por uma ultima vez o Marsupilami na história Le Faiseur d'or.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Os Heróis[editar | editar código-fonte]

  • Spirou- Repórter de Moustique, amigo do Fantásio. Criado por Rob-Vel em 21 de Abril de 1938.
  • Fantásio - Repórter e fotógrafo de Moustique e amigo do Spirou. Criado por Jijé em 1943.
  • Spip - o inseparável esquilo do Spirou.
  • Conde de Champignac - Pacôme Hégésippe Adélard Ladislas, é um cientista que vive num castelo em Champignac, que se especializou em cogumelos. A ele se deve inúmeras invenções e a 1ª aparição dá-se no livro O Feiticeiro de Talmourol, Il Y a un Sourcier à Champignac © Dupuis 1951. Criado por Franquin).
  • Marsupilami - Mamífero, marsupial, de cor amarela com manchas pretas e uma enorme cauda. Criado por Franquin, Aparece pela primeira vez em os Herdeiros, em 31 de Janeiro de 1952, na revista do Spirou. Vive na floresta da Palômbia, tem uma força fenomenal (utiliza a cauda para socar) e é um grande consumidor de piranhas, desconfia-se que a sua força provém das piranhas que consumiu enquanto cria. É capturado e torna-se um companheiro inseparável nas aventuras de Spirou e Fantasio. Aparece apenas no livro Le Faiseur d'or.

Os Inimigos[editar | editar código-fonte]

  • Zanzan - Zantáfio, primo de Fantásio em Le Faiseur d'or. Surge pela primeira vez em os Herdeiros, é o vilão da história. Torna-se propriedade das Edições Dupuis. O Ditador e o cogumelo, Le Dictateur et le Champignon, 1956, o Roubo do marsupilami, La Mauvaise Tête, A sombra do Z, L'Ombre du Z 1962.
  • Petit Fleur - Assistente de Zanzan em Le Faiseur d'or.
  • Grabuge - Assistente de Zanzan em Le Faiseur d'or.
  • Renaldo - L'Abbaye truquée.
  • Major Pluchon Park e os seus assistentes - O Talismã Africano, (Le gri-gri du Niokolo Koba).
  • L'Ankou - Personagem mítica, é a morte personificada representada na forma de um homem. O mensageiro da morte (L'Ankou').
  • Os bandidos do tyrinium - Pretendem roubar Tyrinium de uma central nuclear. O mensageiro da morte(L'Ankou).
  • Coronel, Féodoros e Ivanias - Agentes secretos de um país comunista. Ovnis em Talmourol (Du cidre pour les étoiles).
  • Marechal Jákátá Kôdô - Presidente vitalício do Chantung. O inspector da Mafia e Revolta no Chantung.
  • General Chop Sue - Braço direito de Kôdô. O inspector da Mafia e Revolta no Chantung.
  • Matteo - Representante da Mafia. O inspector da Mafia e Revolta no Chantung.

Os Cientistas[editar | editar código-fonte]

  • Conde de Champignac - Pacôme Hégésippe Adélard Ladislas, cientista que vive num castelo em Champignac, que se especializou em cogumelos. A ele se deve inúmeras invenções a 1ª aparição dá-se no livro O Feiticeiro de Talmourol (Il Y a un Sourcier à Champignac© Dupuis 1951)
  • Sirkhamar - Dirigente da OMS (organização mundial da fome) e amigo do Conde de Champignac. Revolta no Chantung.

Os Conhecidos / Amigos[editar | editar código-fonte]

  • Kômoti Ludes - Funcionário da Unesco que entrega o talismã a Spirou e Fantasio, sobrinho de Nikolo-koba - O Talismã Africano.
  • Sété Bagaré - O Talismã Africano.
  • Senhor Conservador - Koba Conservador-Chefe da reserva. O Talismã Africano.
  • Christian Hok - Dirige uma empresa de "Safari" Turístico em O Talismã Africano.
  • Csoriano - Habitante de uma galáxia longínqua, grande apreciador de jeropiga e amigo do Conde de Champingac Ovnis em Talmourol.
  • Itohkata - Ilusionista amigo de Spirou e Fantásio. O mensageiro da morte.
  • Pére Capuccino e Alkazar - Mágicos amigos de Itohkata, um é hipnotizador, outro tem poder de telepatia. O mensageiro da morte.
  • Retros - Mágico surge em O mensageiro da morte.
  • Athana - Levitador surge em O mensageiro da morte.
  • Ava Savati - Lider da revolta que luta contra o tirano Kodo em O inspector da Mafia e a Revolta no Chantung.
  • John Madflying - Aviador bêbado em O Inspector da Mafia e a Revolta no Chantung.


Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • 20 - Le Faiseur d'or, © Dupuis 1968 - Desenho : Fournier (e Franquin pelo Marsupilami) argumento: Fournier
  • 21 - Du Glucose pour Noémie, © Dupuis 1968 - Desenho e argumento : Fournier
  • 22 - L'abbaye Truquée, © Dupuis 1972 - Desenho e argumento : Fournier
  • 23 - Tora-Torapa, © Dupuis 1973 - Desenho e argumento : Fournier
  • 25 - Le Gri-gri du Niokolo Koba, © Dupuis 1974 - Desenho e argumento : Fournier
  • 26 - Du Cidre pour les Étoiles, © Dupuis 1974 - Desenho e argumento : Fournier
  • 27 - L'Ankou, © Dupuis 1977 - Desenho e argumento : Fournier
  • 28 - Kodo le Tyran, © Dupuis 1979 - Desenho e argumento : Fournier
  • 29 - Des Haricots Partout, © Dupuis 1980 - Desenho e argumento : Fournier

Álbuns Fora da Série[editar | editar código-fonte]

  • 4 - Fantasio et le Fantôme, (La Zorglumobile), (+Noël dans la Brousse), (+Fantasio et les Patins Téléguidés), (+Cœurs d'acier), (+Vacances à Brocéliande), (+ Joyeuses Pâques, Papa !), 2003 Franquin, Jijé, Chaland, Fournier.

Nic "Desenho" & Cauvin "Argumento" (1980-1983)[editar | editar código-fonte]

Nic Broca é um desenhador e argumentista Belga que nasceu a 18 de Agosto de 1932 e morreu em 1993. Raul Cauvin é um desenhador e argumentista Belga que nasceu a 26 de Setembro de 1938.

Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • 30 - La Ceinture du Grand Froid, © Dupuis 1983 - (Desenho- Nic & Argumento- Cauvin )
  • 31 - La Boîte Noire', © Dupuis 1983 - (Desenho- Nic & Argumento- Cauvin )
  • 32 - Les Faiseurs de Silence, © Dupuis 1984 - (Desenho- Nic & Argumento- Cauvin )

Álbuns Fora da Série[editar | editar código-fonte]

  • 3 - La Voix Sans Maître Dessin (Spirou et La Puce), (+Fantasio et le Siphon) (+Le Fantacoptère Solaire), (+La Voix Sans Maitre), (+La Menace), (+La Tirelire est là ! ) (+Une Semaine de Spirou et Fantasio), 2003 : Franquin, Rob-Vel, Nic, Janry- Tome

Tome "Argumento" & Janry "Desenho" (1984-1998)[editar | editar código-fonte]

Philippe Vandevelde (Tome) desenhador e argumentista de banda desenhada, de nacionalidade Francesa, nasceu a 24 de Fevereiro de 1957. Jean-Richard Geurts (Janry) é um desenhador e argumentista de banda desenhada, de nacionalidade Belga (Congo), nasceu a 2 de Outubro de 1957. Foi desenhada por esta equipe o nascimento e a infância de Spirou no livro " A Juventude de Spirou" que se transformou posteriormente numa crónica humorística sobre infância de Spirou mais conhecida pelo Petit Spirou. Em 1998 adaptam um estilo mais dramático à série com a história Máquina que Sonha.

Máquina que Sonha[editar | editar código-fonte]

O desenho gráfico é totalmente diferente dos restantes álbuns. Spirou aparece como um perigoso malfeitor, sucedendo-lhe vários flash-backs que acompanham a viagem que faz através da sua memória. Porque será que o perseguem?

Spirou é clonado nos laboratórios CRB por uma multinacional que pretende dominar o mundo. As autoridades pretendem destruir o seu clone, uma espécie máquina que sonha. Fantasio parte de férias e é Shophie (Secotine) quem vai ajudar o herói. Nesta história, Shophie nutre pelo Spirou mais que uma simples amizade e acaba por ficar com o seu clone.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Os Heróis[editar | editar código-fonte]

  • Spirou - Repórter de Mosquite. Amigo do Fantásio. Criado em 21 .04.1938 por Robert Velter.
  • Fantásio - Repórter e fotógrafo de Mosquite.Amigo do Spirou. Criado por Jijé em 1943.
  • Spip - O inseparável esquilo do Spirou.

Inimigos[editar | editar código-fonte]

  • Andrei Homedsyne - Doutor de Mirnov Skaya, Vírus.
  • Basile de Koch - Conselheiro do Ministro, Vírus.
  • Frank - Braço direito de Basile de Koch, Vírus.
  • Sam, Nasty, Mike e ... - Uma Aventura na Austrália.
  • Cyanure - Quem deterá Cyanure?
  • Dom José Concuaque e Dom Álvaro Moru - Governador Português da Palômbia em 1531 e o seu braço direito em o Relogoeiro do Cometa.
  • Zorglub Júnior - Cientista Louco descendente de Zorglub em O Despertar do Z.
  • ZorglHomens - Criados pelo Zorglub Júnior em O Despertar do Z.
  • ConRatt - Espião que trabalha para a Papa Food Inc., faz-se passar por Frau Leila Maur em A Juventude de Spirou.
  • Professor Olaff - Espião que trabalha para a Papa Food Inc. A Juventude de Spirou.
  • BURP - Dupilon em Incrível BURP! A Juventude de Spirou.
  • Marcianos - Fingiram estar a fazer uma filmagem no posto dos correios para roubar em O Incrível Burp! em A Juventude de Spirou.
  • Falsário - Criou a capa do n.º 5 do livro Gaston em Infame Falsário, A Juventude de Spirou.
  • Dom Lucky Cortizone (Vito) - Chefe da Mafia Italiana em Nova Iorque, inimigo da mafia chinesa, surge em Spirou em Nova Iorque, Vito Mau agoiro, O raio Negro e Luna Fatal.
  • Alfredo - Braço direito de Dom Lucky Cortizone, Spirou em Nova Iorque e Luna Fatal.
  • Mandarim - Mafioso chinês inimigo de Dom Lucky Cortizone em Spirou em Nova Iorque.
  • Jiu Tcho Sett - Feiticeiro chinês que amaldiçoou Vito Cortizone em Spirou em Nova Iorque e Luna Fatal.
  • Capitão Yi - Responsável pela Fronteira em O vale dos Banidos.
  • Mosquito - Transmite a doença HOSTILIASE FURIASIS em O Vale dos Banidos.
  • Príncipe Branco Tanaziof - Zantáfio, primo de Fantásio em Spirou e Fantásio em Moscovo.
  • Nikita Vlalarlev - Chefe do protocolo, Cúmplice do Príncipe Branco Tanaziof em Spirou e Fantásio em Moscovo.
  • Von Schnabbel - Piloto do Helicóptero em Vito Mau Agoiro.
  • Chineses - Inimigos de Vito em Vito Mau Agoiro.
  • Suspiro-De-Jade - Inimiga de Vito em Luna Fatal.
  • Raulo Calvino - Capanga de Vito Cortizone em Luna Fatal.
  • Professor Birth, Fabien, Zack e ... - Trabalham nos laboratório CRB e pretendem matar o clone de Spirou em a Máquina Que Sonha.

Cientistas[editar | editar código-fonte]

  • O Conde de Champignac - Pacôme Hégésippe Adélard Ladislas, cientista amigo de Spirou e Fantásio e que vive num castelo em Champignac.
  • Aurélien Champignac - Sobrinho do Conde do Champignac, inventor da máquina de viajar no tempo e criador do animal Snouffelário, aparece nos Álbuns O relojoeiro do cometa e O Despertar do Z.
  • Zorglub Junior - Descendente de Zorglub, cientista louco, aparece no livro O Despertar do Z.
  • Doutor Van Brel - Cientista da Universidade Bruxelas, amigo do Conde do Champignac, A Juventude de Spirou.
  • Doutor Oku - Cientista amigo do Conde do Champignac, A Juventude de Spirou.
  • Doutor Vouh-Vla Ravih - Cientista amigo do Conde do Champignac, A Juventude de Spirou.
  • Doutor Ali Mahmoud - Cientista amigo do Conde do Champignac, A Juventude de Spirou.
  • Doutor Camford - Cientista de OxBridge, amigo do Conde do Champignac, A Juventude de Spirou.
  • Doutor Gustavo Tablod-Borg - Cientista da Universidade de Estocolmo, amigo do Conde do Champignac, O Raio Negro.
  • Sócio do Conde de Champignac - Director do curso Faculdade Ciências Naturais na Universidade de Perth em Aventura na Austrália.

Colegas do Mosquite[editar | editar código-fonte]

  • Senhor Kikonkh - Novo Director de Informação do Mosquite em O Despertar do Z.
  • Martin Colega que trabalha no Mosquite, Infame Falsário em A Juventude de Spirou.
  • Delbranche- Novo director artístico do Mosquite, Infame Falsário em A Juventude de Spirou.
  • Jenny Simmons- Trabalha nos laboratório CRB. Máquina que Sonha.
  • Sophie - (Secotine) Repórter do Mosquite, amiga de Spirou e Fantásio. Máquina que Sonha.

Conhecidos / Amigos[editar | editar código-fonte]

  • Kaloo-Long- indígena em Aventura na Austrália.
  • Catenaro- Inventor do Telesforo e Cyanure. Quem deterá Cyanure?
  • Telesforo- Pequeno robot que vence Cyanure. Quem deterá Cyanure?
  • Timothée - Snouffelário Espécimen concebido por Aurélien Champignac em laboratório pelo cruzamento de Fox pêlo raso e vários suínos. O relojoeiro do cometa e O Despertar do Z.
  • So-Yah- Principal assistente do Aurélien Champignac em O Despertar do Z.
  • Presidente- A Juventude de Spirou.
  • Gorpha- Guia de Spirou e Fantásio que os leva a encontrar o Vale dos Banidos em Perseguidos Pelo Medo.
  • Doutor Placebo- Médico que convence Spirou e Fantásio a levarem uns pacientes que sofrem da Espamodia Maligna em Perseguidos Pelo Medo.
  • Adrien Maginot e Gunter Siegfried- Viajantes que desapareceram em 1938 quando procuravam um cume perto da fronteira do Nepal em O Vale dos Banidos.
  • Coronel Marechal da D.T.S.- Rapta Spirou e Fantásio para uma missão em Moscovo em Spirou e Fantásio em Moscovo.
  • Carvoeiro da D.T.S.- Ajudante do Coronel Marechal, rapta Spirou e Fantásio para uma missão em Moscovo recuperar a filha em Spirou e Fantásio em Moscovo.
  • Coronel Lafidmesiev da KGB- Ajuda Spirou e Fantásio numa missão em Moscovo. Spirou e Fantásio em Moscovo.
  • Luna- Filha de Vito, promete ajudar o pai raptando Spirou e Fantásio. Luna Fatal.
  • Máquina que Sonha- Clone de Spirou. Máquina Que Sonha.

Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • 33 - Virus, © Dupuis 1984.
  • 34 - Aventure en Australie, © Dupuis 1985.
  • 35 - Qui Arrêtera Cyanure ?, © Dupuis 1985.
  • 36 - L'horloger de la Comète, © Dupuis 1986.
  • 37 - Le Réveil du Z, © Dupuis 1985.
  • 38 - La Jeunesse de Spirou, © Dupuis 1987.
  • 39 - Spirou et Fantasio à New York, © Dupuis 1987.
  • 40 - La Frousse aux Trousses, © Dupuis 1988.
  • 41 - La Vallée des Bannis, © Dupuis 1989.
  • 42 - Spirou et Fantasio à Moscou, © Dupuis 1990.
  • 43 - Vito la Déveine, © Dupuis 1991.
  • 44 - Le Rayon Noir, © Dupuis 1993.
  • 45 - Luna Fatale, © Dupuis 1995.
  • 46 - Machine qui Rêve, © Dupuis 1998, Tome - Janry, cor Stéphane de Becker.

Álbuns Fora da Série[editar | editar código-fonte]

  • La Voix Sans Maître Dessin, © Dupuis 2003 - Franquin, Rob-Vel, Nic, Janry- Tome

Jean-David Morvan "Argumento" & José-Luis Munuera "Desenho" (2004-2008)[editar | editar código-fonte]

Jean-David Morvan, argumentista de banda desenhada, nasceu a 28 de Novembro de 1969 em Reims (Marne, France). Jose Luis Munuera, desenhador de banda desenhada, nasceu em 21 de Abril de 1972 no Sul de Espanha.

Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • 47 Paris-sous-Seine, © Dupuis 2004
  • 48 L'Homme qui ne Voulait Pas Mourir, © Dupuis 2005
  • 49 Spirou et Fantasio à Tokyo, © Dupuis 2006
  • 50 Aux sources du Z, © Dupuis 2008

Outros[editar | editar código-fonte]

Álbuns Fora da Série[editar | editar código-fonte]

  • n.º 1 - L'Heritage (+ Le Tank)- Franquin, © Dupuis 1976.
    • Jornal Spirou - L'Heritage - N.º 453 (19.12.1946) ao 491 (11.09.1947) ; 39 pranchas. Spirou herda de seu tio uma casa velha e desabitada com alguns segredos. Spirou e Fantásio acabam por ir a África à procura de um tesouro.
    • "Fantásio e o seu Tanque, ( Le Tank ) surge no Almanaque Spirou, 1947; 12 pranchas. Fantasio compra um tanque a um soldado provocando um quantidade de catástrofes.
  • n.º 2- Radar le Robot, (+ Les Maisons Péfabriquées), © Dupuis 1976.
    • Jornal Spirou: Radar le Robot, 1947 de Franquin. Uma pequena vila está aterrorizada com um carro fantasma e Spirou et Fantásio vão lutar contra Samovar, um sábio e o seu robot.
    • Jornal Spirou: Les Maisons Péfabriquées - Jijé desenha n.º 422 (23.05.1946) ao n.º 426 (13.06.1946) ; Franquin desenha n.º 427 (20.06.1946) ao n.º 442 (03.10.1946) ; 16 pranchas. Fantasio vende casas préfabricadas juntamente com Spirou.
  • n.º 3- La Voix Sans Maitre, © Dupuis 2003
    • Rob-Vel - o nascimento de Spirou (21.04.1938)- Spirou et La Puce (20.08. 1942 - 4.02.1943).
    • Franquin (em colaboração com Jidéhem et Marcel Denis) : Fantasio et le Siphon (1957).
    • Nic (em colaboração com Alain de Kuyssche) ; Le Fantacoptère Solaire (9.10.1980).
    • Tome e Janry : La Voix Sans Maître (18.06.1981); La Menace (18.03. 1982); La Tirelire est là ! (03.1984); Une Semaine de Spirou et Fantasio (19.12.2001).
  • n.º 4 - Fantasio et le Fantôme, © Dupuis 2003
    • Jijé - Fantasio et le Fantôme.
    • Franquin - La Zorglumobile (1976); Noël dans la Brousse (22.12.1949); Fantasio et les Patins Téléguidés (1957).
    • Chaland - Cœurs d'acier (22.04. 1982 a 16.09.1982).
    • Fournier - Vacances à Brocéliande (7 .06.1973); Joyeuses Pâques, Papa ! (8 .04.1971).

Álbuns da Série Regular[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

O segundo álbum da série regular, aqui na versão da Editorial Publica publicado em Abril de 1981.
  1. 4 Aventuras de Spirou e Fantásio - “Colectânea” (Os Planos do Robot + Spirou no Ringue + Spirou Cavaleiro + Spirou no País dos Pigmeus), Quatre aventures de Spirou et Fantasio, (1952) Spirou et les plans du robot (1948), Spirou sur le ring (1948), Spirou fait du cheval (1949) et Spirou chez les Pygmées (1949), Franquin, Editora Arcádia (Dezembro de 1979).
  2. O Feiticeiro de Vila Nova de Milfungos “Clarim (Spirou) & Fantásio” - Reeditado com o título: O Feiticeiro de Talmourol, Il y a un sorcier à Champignac, (1951), Franquin, Edições Camarada (1967).
  3. Os Chapéus Negros - “Colectânea” (Os Chapéus Negros + Como Uma Mosca No Tecto + Mistério Na Fronteira), Les Chapeaux noirs, (1952) Les Chapeaux noirs (1950) et Mystère à la frontière (1950), ainsi que deux aventures dessinées par Jijé & Franquin, Editorial Publica (Outubro de 1981).
  4. Spirou e os Herdeiros, Spirou et les héritiers, (1952), Franquin, Editora Arcádia (Março de 1975).
  5. O Roubo do Marsupilami, Les Voleurs du Marsupilami, (1954), Franquin, Editora Arcádia (Novembro de 1977).
  6. O Chifre do Rinoceronte, La Corne de rhinocéros, (1955), Franquin, Editora Arcádia (Outubro de 1977).
  7. O Ditador e o Cogumelo, Le Dictateur et le Champignon, (1956), Franquin, Editora Arcádia (Novembro de 1975).
  8. A Mascara Misteriosa (+ Não Façam Mal aos Pintarroxos), La Mauvaise Tête, (1956) + Touchez pas aux Rouges-gorges, Franquin, Editora Arcádia (Maio de 1976).
  9. O Refúgio da Moreia, Le Repaire de la murène, (1957), Franquin, Editora Arcádia (Março de 1975).
  10. Os Piratas do Silêncio (+ O Modelo Quick), Les Pirates du silence, (1959) + La Quick Super, Franquin, Editora Arcádia (Dezembro de 1978).
  11. O Gorila (+ Férias Sem História), Le gorille a bonne mine, (1959) + Vacances sans histoires, Franquin, Editora Arcádia (Maio de 1976).
  12. O Ninho dos Marsupilamis (+ A Feira dos Bandidos), Le Nid des Marsupilamis, (1960) + La Foire aux Gangsters, Franquin, Editora Arcádia (Novembro de 1975).
  13. O Dinossauro Congelado (+ O Medo do Outro Lado do Fio), Le Voyageur du mésozoïque, (1960) + La Peur au bout du Fil, Franquin, Editora Arcádia (Janeiro de 1977).
  14. O Prisioneiro do Buda, Le Prisonnier du Bouddha, (1961), Franquin, Jidehem & Greg, Editora Arcádia (Dezembro de 1978).
  15. Z de Zorglub, Z comme Zorglub, (1961), Franquin, Jidehem & Greg, Editora Arcádia (Março de 1980).
  16. A sombra do Z, L'Ombre du Z, (1962), Franquin, Jidehem & Greg, Editorial Publica (Maio de 1981).
  17. O Tesouro Submarino (+ Os Homens-Rã), Spirou et les hommes-bulles, (1964) + Les Petits Formats, Franquin & Roba, Editorial Publica (Fevereiro de 1982).
  18. QRN Sobre Bretzelburgo, QRN sur Bretzelburg, (1966), Franquin & Greg, Editora Arcádia (Maio de 1977).
  19. O Castelo do Sábio Louco (+ Um Natal Clandestino) - Reeditado com o nome: Amas-Secas em Champignac, Panade à Champignac, (1969) + Bravo les Brothers, Franquin, Peyo, Gos & Jidihem, Editorial Publica (Outubro de 1984).
  20. O Fazedor de Ouro (+ Um Natal Clandestino + O Cogumelo Nipónico), Le Faiseur d'or, (1970) + Un Noël clandestin et Le champignon nippon, Fournier, Edições ASA/Público (28 de Março de 2007). ISBN 978-972-41-5024-6
  21. O Gás do Kuko Jomon (+ Falsa Partida), Du glucose pour Noémie, (1971) + Un faux départ, Fournier, Edições ASA/Público (25 de Abril de 2007). ISBN 978-972-41-5030-7
  22. Pânico na Abadia, L'Abbaye truquée, (1972), Fournier, Edições ASA/Público (9 de Maio de 2007). ISBN 978-972-41-5171-7
  23. Tora Torapa, Tora Torapa, (1973), Fournier, Edições ASA/Público (20 de Junho de 2007). ISBN 978-972-41-5036-9
  24. Os Elefantes Sagrados (+ A Jaula, Marsupilami-Desporto), Tembo Tabou, (1974) + diverses aventures du Marsupilami dont La Cage, Franquin, Roba & Greg, Editorial Publica (Novembro de 1981).
  25. O Talismã Africano, Le Gri-gri du Niokolo-Koba, (1974), Fournier, Editorial Publica (Abril de 1982).
  26. OVNIS em Talmourol, Du cidre pour les étoiles, (1976), Fournier, Editorial Publica (Maio de 1982).
  27. O Mensageiro da Morte, L'Ankou, (1977), Fournier, Editorial Publica (Outubro de 1982).
  28. O Inspector da Mafia, Kodo le tyran, (1979), Fournier, Editorial Publica (1983)
  29. Revolta no Chantung, Des haricots partout, (1980), Fournier, Editorial Publica (Junho de 1983).
  30. O Anel de Gelo, La Ceinture du grand froid, (1983), Nic & Cauvin, Edições ASA/Público (4 de Abril de 2007). ISBN 978-972-41-5026-0
  31. A Caixa Negra, La Boîte noire, (1983), Nic & Cauvin, Edições ASA/Público (16 de Maio de 2007). ISBN 978-972-41-5031-4
  32. (Os Fazedores de Silêncio), Les Faiseurs de silence, (1984), Nic & Cauvin, Não publicado em Portugal
  33. Vírus (Spirou e Fantásio), Virus, (1984), Tome & Janry, Mériberica/Liber (Setembro de 1988). ISBN 972-45-0795-5
  34. Aventura na Austrália, Aventure en Australie, (1985), Tome & Janry, Mériberica/Liber (Maio de 1989).
  35. Quem Deterá Cyanure?, Qui arrêtera Cyanure ?, (1985), Tome & Janry, Mériberica/Liber (1989).
  36. O Relojoeiro do Cometa, L'Horloger de la comète, (1986), Tome & Janry, Mériberica/Liber (Maio de 1990).
  37. O Despertar do Z, Le Réveil du Z, (1986), Tome & Janry, Mériberica/Liber (1991). ISBN 972-45-0893-5
  38. A Juventude de Spirou - “Colectânea” (A única e Singular História Mais ou Menos Verdadeira da Juventude de Spirou, Contada Pelo Tio Paulo + Infame Falsário! + Troca de Identidade + O Incrível Burp! + O Impostor), La Jeunesse de Spirou, (1987), Tome & Janry, Mériberica/Liber (Julho de 1992). ISBN 972-45-0935-4
  39. Spirou em Nova Iorque, Spirou à New York, (1987), Tome & Janry, Mériberica/Liber (Outubro de 1993). ISBN 972-45-1034-4
  40. Perseguidos Pelo Medo, La Frousse aux trousses, (1988), Tome & Janry, Mériberica/Liber (Outubro de 1994). ISBN 972-45-1123-5
  41. O Vale dos Banidos, La Vallée des bannis, (1989), Tome & Janry, Mériberica/Liber (Janeiro de 1997). ISBN 972-45-1135-9
  42. Spirou em Moscovo, Spirou à Moscou, (1990), Tome & Janry, Mériberica/Liber (Janeiro de 1998). ISBN 972-45-1298-3
  43. Vito Mau Agoiro, Vito la Déveine, (1991), Tome & Janry, Mériberica/Liber (Janeiro de 1999). ISBN 972-45-1373-4
  44. O Raio Negro, Le Rayon noir, (1993), Tome & Janry, Mériberica/Liber (Junho de 1999). ISBN 972-45-1413-7
  45. Luna Fatal, Luna fatale, (1995), Tome & Janry, Mériberica/Liber (Novembro de 1999). ISBN 972-45-1456-0
  46. Máquina Que Sonha, Machine qui rêve, (1998), Tome & Janry, Mériberica/Liber (Janeiro de 2001). ISBN 972-45-1560-5
  47. Paris Submerso!, Paris-sous-Seine, (2004), Morvan & Munuera, Mériberica/Liber (Setembro de 2004). ISBN 972-45-1675-X
  48. O Homem Que Não Queria Morrer, L'Homme qui ne voulait pas mourir, (2005), Morvan & Munuera, Edições ASA/Público (11 de Abril de 2007). ISBN 978-972-41-5027-7
  49. Em Tóquio, Spirou et Fantasio à Tokyo, (2006), Morvan & Munuera, Edições ASA (Janeiro de 2007). ISBN 978-972-41-4908-0
  50. (As Fontes do Z), Aux sources du Z, (2008), Morvan & Munuera, Não publicado em Portugal

Por editar em Portugal[editar | editar código-fonte]

  • 32. (Os Fazedores de Silêncio), Les Faiseurs de silence, (1984)
  • 50. (As Fontes do Z), Aux sources du Z, (2008)


Spirou e Fantásio publicado em Portugal[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Editora Camarada[editar | editar código-fonte]

Editora Arcádia[editar | editar código-fonte]

Editorial Publica[editar | editar código-fonte]

Circulo de Leitores[editar | editar código-fonte]

Meribérica/Liber[editar | editar código-fonte]

Correio da Manhã[editar | editar código-fonte]

Edições Asa[editar | editar código-fonte]

Jornal Público/Edições Asa[editar | editar código-fonte]

Revistas[editar | editar código-fonte]

Mocidade Portuguesa[editar | editar código-fonte]

  • Camarada (2ª série)

Empresa Nacional de Publicidade[editar | editar código-fonte]

  • Zorro

Livraria Bertrand[editar | editar código-fonte]

  • Spirou (1ª série)
  • Spirou (2ª série)

Sepura, SARL[editar | editar código-fonte]

  • Jacaré

Líber/Expresso[editar | editar código-fonte]

  • Jornal da BD

Meribérica/Liber[editar | editar código-fonte]

  • Selecções BD (1ª série)

Jornal Público[editar | editar código-fonte]

  • Público Junior

Diário de Noticias[editar | editar código-fonte]

  • BDN


Desenhos Animados[editar | editar código-fonte]

Foram adaptados para a televisão uma série de episódios de desenhos animados do Spirou e Fantásio dentro do contexto do universo de Franquin. O Conde de Champinhac, Secotine, Spip, Zorglub e Zantafio aparecem nestas séries. Zaoki, a filha de Zorglub é uma nova personagem.

No Brasil os desenhos animados são transmitidos pela TV Brasil, semanalmente em horário nobre desde junho de 2011 [1] [2] .

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Vários escultores esculpiram estátuas dos personagens e objectos das histórias de Spirou e Fantásio: Aroutcheff  ; Fariboles ; Leblon-Delienne ; Pixi ; Plastoy.

Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]