Spring Awakening

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Spring Awakening é um musical de rock sobre o despertar sexual da adolescência. É a adaptação musical da controversa peça alemã homônima de Frank Wedekind, escrita em 1892. A peça original foi inicialmente banida da Alemanha por abordar assuntos como aborto, homossexualidade, estupro, abuso de crianças e suicídio. A partitura do musical é composta no estilo rock alternativo. A produção foi indicada em onze categorias na edição de 2007 do prêmio Tony, também conhecido como o "Oscar da Broadway", e venceu oito: Melhor Musical, Melhor Direção de Musical (Michael Mayer), Ator Coadjuvante em Musical (John Gallagher Jr.), Melhor Livro para um Musical, Coreografia, Orquestrações, Partitura e Iluminação.

Resumo[editar | editar código-fonte]

Melchior Gabor é um adolescente inteligente, ateu e ousa questionar os dogmas vigentes. Wendla Bergman tem uma mãe rigorosa que nega-se a dizer como as mulheres ficam grávidas. Eles eram amigos de infância, junto com Ilse e Moritz, mas com o decorrer do tempo foram se separando (com a desculpa de que não tinham tempo para conversar, uma vez que moças e rapazes não podiam estudar juntos) e ficou só Wendla e Ilse e Melchior e Moritz. Aos catorze, Wendla encontra Melchior e eles conversam, admitindo por uma música que gostariam ter intimidade física. No dia seguinte, Wendla estava conversando com as suas amigas quando Martha confessa que o seu pai lhe abusa sexualmente. Surpresa, Wendla encontra Melchior e pede para ele bater nela com um galho. No começo ele nega, mas se leva pelo momento e bate muito forte nela. Desgostoso com o que tinha feito, Melchior fugiu e deixou Wendla ali, chorando, recolhida no chão. Ela se levanta depois e percebe que ele tinha esquecido o diário que estava escrevendo quando ela chegou para conversar com ele. Wendla vai atrás de Melchior, e o encontra num celeiro. Eles pedem desculpas um ao outro e se abraçam. Durante isso, eles sentem algo diferente pelo o outro - talvez amor? -, e Melchior a beija. Wendla resiste, não entendo o que acontecia, mas se rende diante da declaração apaixonada dele ("Eu escuto o seu coração. Eu escuto a sua respiração em qualquer lugar que vou. Na chuva. No feno. Por favor, por favor, Wendla. Por favor") por também sentir algo por ele. Depois, por uma música, Wendla diz que se sente culpada e não sabe por quê. Enquanto isso, no centro da cidade, o melhor amigo de Melchior, Moritz, se suicida. No seu funeral todos culpam o seu pai rigoroso pela morte do amigo. No dia seguinte, na escola, encontram entre as coisas de Moritz um ensaio sobre sexo, que Melchior tinha feito para ele há alguns dias. Então colocam a culpa do suicídio em Melchior e ele é expulso da escola. Wendla se torna anêmica, e depois de uma visita ao médico com a sua mãe, descobre que está grávida. Quando a sua mãe lhe confronta, querendo saber quem era o pai, Wendla se nega a dizer, em vingança por ela ter lhe deixado sem "saber dessas coisas", mas a sua mãe lhe flagra escrevendo uma carta apaixonada para Melchior, que quando os seus pais descobrem, o mandam para um internato sem saber da gravidez. Lá, pela carta que Wendla lhe mandara, ele descobre tudo sobre o filho e foge do lugar. Na cidade mostra Ilse com as outras amigas de Wendla lendo uma carta que Melchior mandara dizendo para Wendla encontrar-lhe no cemitério á meia-noite. As garotas se lamentam. No cemitério, enquanto esperava Wendla, Melchior observava o túmulo do melhor amigo e pensava em como criaria o seu filho. Á meia-noite, Wendla não aparece e Melchior estranha o seu atraso. Então, ele percebe uma lápide que não vira antes... Era a sepultura de Wendla Bergman. Ela morrera numa tentativa de aborto que sua mãe lhe obrigara a fazer. Melchior chora e tira uma guilhotina do bolso, pronto para se suicidar, mas no ato os espíritos de Wendla e Moritz sobem de suas respectivas lápides e falam para ele não fazer isso, porque sempre estariam ao seu lado, não importa o que acontecesse. Melchior diz para Wendla que iria viver para recordar de cada momento que tiveram juntos. Liderados por Ilse, o elenco vai ao palco e canta "The Song Of Purple Summer", que fala sobre como cresceram e a esperança.

Personagens[editar | editar código-fonte]

As crianças

  • Melchior, determinado, bonito e carismático. Sabe muito mais que os outros devido ao seu hábito de ler livros.
  • Wendla, uma amiga de infância dos garotos que se apaixona por Melchior.
  • Moritz, inseguro melhor amigo de Melchior que tem sonhos com mulheres que tiram seu sono.
  • Ilse, outra amiga de infância que foge de um lar de abuso sexual para se tornar uma boêmia.
  • Hanschen, um colega de sala dos garotos bem humorado, quase arrogante. Um perfeccionista ímpar que facilmente seduz Ernst.
  • Ernst, um colega de sala dos garotos ingênuo que se apaixona por Hanschen.
  • Georg, outro colega de sala que fantasia com sua professora de piano peituda.
  • Martha, uma das amigas de Wendla que é abusada sexualmente pelo seu pai.
  • Otto, outro colega de sala que sonha com sua mãe.
  • Thea, melhor amiga de Wendla, uma garota que tenta jogar seus sentimentos sexuais pra debaixo do tapete para satisfazer os adultos.
  • Anna, melhor amiga de Martha que não consegue se conformar com a situação da amiga.

Os adultos

  • Fanny, mãe de Melchior. Compreensiva com a atual fase em que seu filho está passando.
  • Herr Gabor, pai de Melchior. Dá liberdade para sua mulher deixar seu filho viver a vida como bem entender, mas é quem o manda para o reformatório no final.
  • Herr Stiefel, pai de Moritz. Tem altas expectativas em relação ao seu filho.
  • Os professores, que favorecem Melchior no início e que não gostam de Moritz.
  • Fraulein Grossenbustenhalter, professora de piano de Georg.

Números musicais[editar | editar código-fonte]

Elencos e personagens[editar | editar código-fonte]

Outras produções[editar | editar código-fonte]

Adaptação brasileira[editar | editar código-fonte]

Uma produção nacional, realizada por Charles Möeller e Claudio Botelho estreou no Rio de Janeiro no dia 21 de agosto de 2009 com o título O Despertar da Primavera. Charles e Claudio foram os primeiros a conseguirem os direitos de adaptar o musical no formato non-replica, ou seja, com direção autoral nacional.

Outra versão nacional, dirigida por Zé Adão Barbosa, em Porto Alegre - RS, ateve-se a essência da obra sem a conversão para um musical. A peça foi apresentada no Theatro São Pedro em outubro de 2010 e amplamente retratada artisticamente por du.r.Maciel.

Adaptação Portuguesa (Portugal)[editar | editar código-fonte]

A versão Portuguesa é de Sara F. Costa e João A. Guimarães, encenação de Fernando Pinho, direção musical de Diogo Santos Silva, Direção vocal de João A. Guimarães, adaptação coreográfica é de Patricia Pires, desenho de luz de Rob Dyer, desenho de som de Hélder Nelson e Carlos Nobre, Figurinos de Luisa Costa, cenários por Alberto Sá Lda.

Produções internacionais[editar | editar código-fonte]

País Cidade Título Língua Data de estreia Teatro
Suécia Karlstad - Sueca 30 de agosto, 2008 -
Inglaterra Londres Spring Awakening Inglesa 23 de janeiro, 2009 Lyric Hammersmith e Novello Theatre
Hungria Budapeste Tavaszébredés Húngara 7 de fevereiro, 2009 Budapest Operetta and Musical Theatre
Áustria Viena Frühlings Erwachen - Das Musikal Alemã 21 de março, 2009 Ronacher Theatre
Japão Tóquio Spring Awakening Japonesa 2 de maio, 2009 Shiki Theatre Jiyu
Brasil Rio de Janeiro
São Paulo
O Despertar da Primavera Português 21 de agosto, 2009 Teatro Sérgio Cardoso

Teatro Villa-Lobos

Argentina Buenos Aires Despertar de Primavera - Un Musical Diferente Castelhana 19 de março, 2010 Teatro Astral
Portugal São João da Madeira O Despertar da Primavera Português 13 de Junho, 2013 Casa da Criatividade
Portugal São João da Madeira O Despertar da Primavera Português 29 de Novembro, 2013 Casa da Criatividade
Prêmios e indicações
Adaptação para filme

Notas e referências

Notas

  1. “The Guilty Ones” substituiu a abertura do segundo ato da versão da off-Broadway, “There Once Was A Pirate”; esta última foi gravada por Duncan Sheik e está presente no CD.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Fotografias da montagem de Porto Alegre.