Stanley Morison

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Stanley Morison (Wanstead, 6 de maio de 1889Londres, 11 de outubro de 1967) foi um tipógrafo, historiador da imprensa e designer gráfico inglês. Foi responsável pelo redesign do jornal The Times of London em 1932 e pela criação da tipografia Times New Roman.

Obras[editar | editar código-fonte]

Tipos de letra[editar | editar código-fonte]

Exemplo da fonte Times New Roman

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • Four Centuries of Fine Print, Two Hundred and Seventy-two Examples of the Work of Presses Established Between 1465 and 1924, Londres 1924.
  • Type Designs of the Past and Present, 1926
  • The Alphabet of Damianus Moyllus, Londres 1927.
  • The Calligraphy of Ludovico degli Arrigahi, Paris 1929.
  • The English Newspaper, 1622-1932, Cambridge 1932.
  • First Principles of Typography, Cambridge 1936,
  • A Tally of Types, Cambridge 1953.
  • Typographic Design in Relation to Photographic Composition, São Francisco 1959.
  • On Type Designs Past and Present: A Brief Introduction, 1962
  • Calligraphy 1535-1885: A collection of seventy-two writing-books and specimens from the Italian, French, Low Countries and Spanish schools, 1962
  • The Typographic Book, 1450-1935: A Study of Fine Typography Through Five Centuries, Chicago, 1963
  • Letterforms, 1968
  • Politics and Script, 1972

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • A revista de tipografia The Fleuron, editada por Stanley Morison teve uma vida muito curta, só se publicaram 7 números.
  • Stanley Morison era conhecido como the printer's friend (o amigo dos impressores)
  • Foi preso entre 1914 a 1918, por objecção de consciência, durante a Primeira Guerra Mundial.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.