Stargate

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O aparelho Stargate: fechos ("chevrons") [1], disco [2], glifos [3], horizonte de eventos [4].

Na indústria do entretenimento, o termo Stargate refere-se às produções americanas de ficção científica (do gênero "Space Opera") que tiveram início com o longa-metragem para o cinema Stargate, em 1994, e que hoje incluem três telesséries Stargate SG-1 (1997-2007 - 10 temporadas), Stargate Atlantis (2004-2009 - 5 temporadas), Stargate Universe (2009-2011 - 2 temporadas), Stargate Cabezon (2013-2014 - 1 temporada), além de uma telessérie de animação (Stargate Infinity) e diversos romances e outras fontes, de modo a formar um extenso universo ficcional.

Propriedade da MGM, o empreendimento mostrou-se bem-sucedido mesmo doze anos após a sua criação. Entretanto, o fato de que muitas pessoas participaram do desenvolvimento separada e independentemente ao longo do tempo terminou por fazer com que as diversas produções Stargate não sejam de todo consistentes. Embora não exista ainda um "cânone" correto, as histórias relacionadas ao filme de 1994 e às telesséries subseqüentes são as mais populares.

O enredo de todas as produções gira em torno da premissa do Stargate, um aparelho anular supercondutor que permite viagens pelo "subespaço", através de um buraco de verme estável, com destino a outro aparelho idêntico localizado a uma vasta distância do primeiro (outro sistema estelar, por exemplo). Embora completamente ficcionais, as produções Stargate se passam no presente, com enredos escritos de maneira a não conflitar frontalmente com a realidade. Assim, a existência dos aparelhos é descrita como um segredo militar.

Segundo as produções, a maioria das mitologias da Terra teria por base acontecimentos envolvendo extraterrestres que visitaram ou controlaram as civilizações do planeta no passado distante, dentre os quais uma espécie alienígena - posteriormente conhecida como os goa'ulds - que teria escravizado os habitantes do Egito Antigo, criando ali o que viria a ser as cultura e religião egípcias. Passando por deuses, os goa'ulds fizeram os humanos de escravos e usaram o Stargate terrestre para transportar trabalhadores da Terra para outros planetas habitáveis. Em algum momento, os egípcios teriam se revoltado, forçando os alienígenas a fugir, e enterrado o aparelho, que seria redescoberto em 1928.

Ícone de esboço Este artigo sobre ficção científica e fantasia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.