Starman (DC Comics)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Starman
Starman
Placeholder male superhero c.png
Publicado por DC Comics
Primeira Aparição (Wayne como Starman)
Detective Comics #247 (1957)
(Tomas)
1st Issue Special #12 (Março de 1976)
(Gavyn)
Adventure Comics #467
(Payton)
Starman vol. 1, #1
(David)
Starman vol 1, #26 (1990)
(Farris)
JLA #23 (Outubro de 1998)
(McNider as Starman)
Starman vol. 2
Criado por (Tomas)
Gerry Conway, Mike Vosburg
(Gavyn)
Paul Levitz, Steve Ditko
(Payton)
Roger Stern, Tom Lyle
(David)
Roger Stern
(Farris)
Grant Morrison
Personagens
- Ted Knight
- Bruce Wayne (pré-Crise)
- Mikaal Tomas
- Prince Gavyn
- Will Payton
- David Knight
- Jack Knight
- Farris Knight
- Charles McNider
- Thom Kallor
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Starman é a alcunha de vários heróis fictícios da DC Comics. Todos possuem poderes ou aparatos ligados as estrelas.

Starman I[editar | editar código-fonte]

Primeira aparição em Adventure Comics #61 (abril de 1941).

Ted Knight era um cientista que criou o bastão estelar, um artefato que lhe permitia absorver a energia das estrelas e usá-la para voar, emitir luz e calor, criar campos de força, levitar objetos e disparar rajadas de energia. Ele foi convencido por sua prima, Sandra Knight, a primeira Lady Fantasma, a usar sua invenção para combater aso o crime em Opal City e tornou-se o super-herói Starman.

Juntou-se, por fim, à Sociedade da Justiça da América, onde teve um breve relacionamento romântico com Dinah Drake, a primeira Canário Negro, e ficou muito amigo de Charles McNider, o primeiro Doutor Meia-Noite. Após o fim da Segunda Guerra Mundial, ele teve um colapso nervoso quando sua namorada, Dóris Lee, foi assassinada e descobriu que sua invenção havia sido usada como base para a criação da bomba atômica. Foi internado em um hospício. Nesse período, McNider assumiu brevemente a identidade do Starman.

Knight acabou se recuperando e foi um dos mentores da Liga da Justiça da América. Ele também se casou com uma mulher chamada Adele Drew e teve dois filhos, Jack e David. Porém, durante a Zero Hora, o vilão Extemporâneo retirou do corpo de Knight a energia sombria que havia sido absorvida por ele durante um confronto com o supervilão Ian Karkull e, como resultado, Knight envelheceu muitos anos em poucos segundos.

Incapaz de continuar agindo como um super-herói, Knight voltou-se para o estudo do bastão estelar e permitiu que David assumisse a identidade do Starman. Porém, ele foi morto em sua primeira missão pelo supervilão Névoa e Jack veio a tornar-se o novo Starman, salvando seu pai do Névoa. Nesse perído, os dois, que nunca se deram muito bem, ficaram mais próximos.

Knight foi finalmente atacado por um de seus antigos inimigos, o Dr. Fósforo, cuja radiação levou Knight a contrair um câncer que rápidamente atingiu estado terminal. Sabendo que ele logo iria morrer, Knight se sacrificou para impedir que uma bomba criada pelo Névoa original destruísse Opal City, transportando-a para a estratosfera, onde ela explodiu, matando tanto ele quanto seu inimigo.

Ele apareceu uma última vez como um fantasma, dando a Jack sua bênção para que ele abandonasse a identidade de Starman e fosse viver uma vida comum ao lado da namorada, Sadie, em São Francisco.

Starman II[editar | editar código-fonte]

Durante um perído em que Ted Knight, o Starman original, estava internado em um hospício, seu amigo Charles McNider, o primeiro Doutor Meia-Noite, assumiu a identidade de Starman, mas por pouco tempo.

Starman III[editar | editar código-fonte]

Primeira aparição em First Issue Special #12 (março de 1976).

Mikaal Tomas é um alienígena do planeta Talok III que foi enviado à Terra para conquistá-la. Porém, ao conhecer o planeta, ele mudou de idéia e mudou-se para cá, onde tornou-se o terceiro Starman. Ele possuía um cristal sônico que usava ao redor do pescoço como um medalhão e lhe permitia disparar rajadas de energia estelar. O cristal acabou ficando preso ao seu peito. Pouco depois, ele sofreu um acidente e ficou com amnésia. Incapaz de se lembrar quem era, ele foi capturado e tornou-se uma atração de circo até ser encontrado por Jack Knight, o sétimo Starman, que o ajudou a lembrar-se quem era.

Tomas foi acolhido pelo pai de Jack, Ted Knight, o primeiro Starman, e iniciou um relacionamento amoroso com um homem chamado Tony. Poucos anos depois, quando Tony foi morto durante um ataque aos Laboratórios S.T.A.R. de Nova York organizado pelo supervilão Prometeus, Tomas jurou vingança e juntou-se a uma equipe criada pelo Lanterna Verde Hal Jordan para levar Prometeus à justiça. Ele forjou uma grande amizade com o Congorila e os dois finalmente juntaram-se à Liga da Justiça da América, onde ficariam bastante tempo.

Ao contrário do que muitos pensam, Tomas adotou o codinome "Starman" não devido ao super-herói da Era de Ouro, mas à música de mesmo nome escrita por David Bowie.

Starman IV[editar | editar código-fonte]

Primeira aparição em Adventure Comics #467 (janeiro de 1980).

O Príncipe Gavyn era um jovem arrogante que foi exilado de seu planeta natal, o Mundo-Trono, por ser um dos concorrentes ao trono, que foi assumido por sua irmã mais velha. No espaço, ele descobriu que era um mutante capaz de canalizar energia estelar e recebeu de um mago chamado M'ntorr braceletes e um bastão que lhe permitiam canalizar essa energia para voar, disparar rajadas de energia e respirar no vácuo do espaço. Gavyn retornou ao Mundo-Trono, onde tornou-se um super-herói conhecido como Starman. Quando sua irmã foi assassinada, ele revelou sua verdadeira identidade e tornou-se o novo regente do planeta.

Durante a Crise nas Infinitas Terras, ele se transformou em energia pura e tornou-se a rajada que atingiu o quinto Starman, Will Payton. Por fim, foi revelado que Payton havia morrido ao ser atingido pela rajada e a essência de Gavyn passou a habitar seu corpo.

Gavyn finalmente retornou ao Mundo-Trono e recebeu a ajuda dos Homens-Ômega para protegê-lo de invasores Thanagarianos que haviam entrado em guerra contra os habitantes do planeta Rann. Pouco depois, Gavyn foi transformado por uma criatura conhecida como Synnar em um ser de energia pura chamado Fusão.

Starman V[editar | editar código-fonte]

Primeira aparição em Starman vol 1, #1 (outubro de 1988).

Will Payton foi atingido por uma rajada de energia vinda do espaço que lhe deu superforça, o poder de voar e de disparar rajadas de energia e a capacidade de mudar de aparência. Ele tornou-se o quinto Starman e teve uma breve carreira como super-herói que acabou quando ele foi aparentemente morto pelo demônio Eclipso.

Finalmente, foi revelado que a rajada que lhe deu seus poderes era, na verdade, a essência do quarto Starman, o príncipe alienígena Gavyn, que havia tornado-se energia pura. A rajada, na verdade, matou o verdadeiro Will Payton e a essência de Gavyn passou a habitar seu corpo e compartilhar suas memórias. Ele então retornou ao planeta natal de Gavyn, o Mundo-Trono, onde vive até hoje.

Starman VI[editar | editar código-fonte]

Primeira aparição em Starman vol. 1, #26 (setembro de 1990).

David Knight era filho de Ted Knight, o primeiro Starman. Ele tornou-se o sexto Starman enquanto seu pai estava preso no Limbo ao lado dos outros membros-fundadores da Sociedade da Justiça da América, mas sua carreira foi breve: Ele foi assassinado pelo supervilão Névoa, filho do primeiro Névoa, um dos inimigos de seu pai, em sua primeira missão como Starman. Porém, ele continuou aparecendo como um fantasma para seu irmão Jack, que havia se tornado o sétimo Starman.

Starman VII[editar | editar código-fonte]

Primeira aparição em Zero Hour #1 (setembro de 1994).

Jack Knight era filho de Ted Knight, o primeiro Starman. Ao contrário de seu irmão mais velho, David, Jack nunca quis seguir os passos do pai e envergonhava-se de seu legado heróico, mas foi forçado a tornar-se o sétimo Starman para salvar seu pai do supervilão Névoa, filho de um de seus inimigos, que também havia matado seu irmão.

Jack concordou em continuar agindo como o Starman se, em retribuição, seu pai usasse seus conhecimentos para ajudar as pessoas e recebeu dele uma versão modificada do bastão estelar. Como Starman, Jack resgatou o terceiro Starman, Mikaal Tomas; Acolheu uma reencarnação inocente de Solomon Grundy; Provou a inocência do primeiro Homem-Bala, que foi acusado de ser um espião nazista durante a Segunda Guerra Mundial; juntou-se à Sociedade da Justiça da América e teve um filho chamado Kyle com a terceira Névoa, irmã do segundo e filha do primeiro, que o havia drogado e se tornou sua arquiinimiga.

Após muitas aventuras, Jack conheceu e se apaixonou por Sadie Payton, irmã de Will Payton, o quinto Starman, que o pediu para descobrir o que aconteceu com seu irmão. Com a ajuda de Mikaal Tomas e da consciência de seu pai, contida em uma Caixa Materna dada a ele pelo Senhor Milagre, Jack descobriu que o corpo de Payton era habitado pela consciência do Príncipe Gavyn, o quarto Starman, e juntos, todos eles salvaram o Mundo-Trono de uma invasão alienígena. Após ficar um período perdido no tempo, onde ajudou Adam Strange a repelir uma invasão alienígena ao planeta Rann; aconselhou Jor-El, o pai do Superman; conheceu a Legião dos Super-Heróis e motivou seu próprio pai a deixar o hospício em que foi internado durante os anos 50; Jack voltou ao seu próprio tempo e espaço, onde, após uma última aventura ao lado de seu pai contra o Névoa, no qual este morreu, Jack casou-se com Sadie e mudou-se para São Francisco para criar seu filho com a Névoa, passando seu bastão estelar para a Sideral, que tornou-se a Stargirl, mantendo vivo o legado de sua família.

Starman VIII[editar | editar código-fonte]

Primeira aparição em Adventure Comics #282 (Março de 1961).

Thom Kallor é um alienígena do planeta Xanthu e membro da Legião dos Super-Heróis do Século 31, onde apaixonou-se pela heroína Sonhadora. Ele foi finalmente expulso por matar o ex-namorado dela, Kenz Nuhor, em legítima defesa e participou da Legião dos Heróis Substitutos por um breve período antes de ser aceito de volta na Legião dos Super-Heróis. Devido ao seu poder de manipular a gravidade, Kallor tornou-se esquizofrênico, mas manteve sua doença sob controle graças à medicina do Século 31.

Quando sete integrantes da Legião dos Super-Heróis (Sonhadora, Pulsar, Vésper, Lobo Cinzento, Karate Kid, Princesa Projectra e Colossal) foram enviados de volta ao Século 21 para resgatar Wally West, o terceiro Flash, que estava preso dentro da Força de Aceleração, Kallor (Na época, conhecido como "Ástron") substituiu o Colossal, mas a esfera do tempo usada pelo grupo não estava calibrada para ele e, como resultado, ele ficou anos preso na Terra-22 antes de conseguir chegar ao Século 21.

Devido à viagem e à medicina rudimentar do presente, a esquizofrenia de Kallor voltou e ele internou-se no Asilo Sunshine em Opal City, de onde saía apenas para combater o crime como o novo Starman. Ele finalmente juntou-se à Sociedade da Justiça e ajudou os outros Legionários, que haviam sido espalhados pelo Universo sem memória de sua missão, a resgatar o Flash. Porém, foi revelado que a missão era na verdade uma farsa para a essência de Bart Allen, o Kid Flash, fosse aprisionada em um Pára-Raios e levada para o Século 31, onde Brainiac 5 o reviveu para ajudar a Legião em um confronto contra o Superboy Primordial e a Legião dos Supervilões.

Foi revelado que a verdadeira missão de Kallor no Século 21 não era resgatar o Flash, e sim roubar o corpo de Conner Kent, o Superboy, que havia sido morto na Crise Infinita. Após fazer isso, Starman o colocou em uma câmara de ressurreição Kryptoniana e a enterrou no Ártico, perto da Fortaleza da Solidão do Superman, para que, mil anos depois, o Superboy pudesse voltar à vida e também ajudar no confronto contra o Superboy Primordial e a Legião dos Supervilões. Também foi descoberto que seu traje estelar foi criado por Brainiac 5 e é, na verdade, um mapa do novo Multiverso.

Kallor adotou a identidade de "Danny Blaine" e permaneceu na Terra, onde sua sanidade foi devolvida pelo ser alienígena conhecido como Gog. Porém, isso mostrou-se ruim, uma vez que a mente instável de Kallor o permitia esconder as informações contidas em seu cérebro de telepatas. Quando Gog foi derrotado, a esquizofrenia do Starman retornou, e ele partiu para executar uma nova missão: cumprir o testamento do fundador da Legião dos Super-Heróis, R.J.Brande.

Farris Knight[editar | editar código-fonte]

Primeira aparição em DC One Million #1 (1998).

Farris Knight é o Starman do Século 853 e integrante da Liga da Justiça Alfa. Ele é descendente de Kyle Knight, filho de Jack Knight, o sétimo Starman, e possui uma versão futurística do Bastão Estelar, o Quarvat. Ele vive em uma estação espacial em Saturno, onde monitora uma inteligência artificial maligna conhecida como Solaris, que finalmente o corrompe e o manipula a trair a Liga da Justiça Alfa, voltar no tempo e matar o primeiro Starman, Ted Knight. Porém, ao conhecê-lo, Farris consegue superar as manipulações de Solaris e acaba sacrificando sua própria vida para destruir o ser e salvar o continuum espaço-tempo.