Stefan Grabiński

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Stefan Grabiński

Stefan Grabiński (Kamianka-Buzka, 25 de Fevereiro de 1887Lviv, 12 de Novembro de 1936) foi um escritor de horror polaco, também conhecido como "o Poe polaco".

Formou-se, em 1910, em Literatura Polaca e Filologia Clássica, e trabalhou como professor em Lviv e Przemyśl, com intervalos regulares para tratamento devido à tuberculose que desde cedo o afectou. A sua escrita, que aliava o conceito Bergsoniano de élan vital, o novo pensamento científico, principalmente os conceitos de movimento e velocidade de Einstein e a filosofia de Maeterlinck, foi sempre vista como estranha pelo público e crítica gerais. Da sua obra, que causou sensação no meio literário polaco do início do século XX, destaca-se o conjunto de contos ferroviários Demon ruchu (O Demónio do Movimento).

Alguns dos seus contos foram também adaptados para o cinema.

Morreu de tuberculose em 1936.


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Romances[editar | editar código-fonte]

  • Salamandra (1924)
  • Cień Bafometa (1926)
  • Klasztor i morze (1928)
  • Wyspa Itongo (1936)

Livros de Contos[editar | editar código-fonte]

  • Na wgórzu róż (1918)
  • Demon ruchu (O Demónio do Movimento) (1919)
  • Szalony pątnik (1920)
  • Niesamowita opowieść (1922)
  • Księga ognia (1922)
  • Namiętność (1930)

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • Willa nad morzem (Ciemne siły)
  • Zaduszki
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.