Straight Outta Lynwood

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Poodle Hat
Álbum de estúdio de "Weird Al" Yankovic
Lançamento Estados Unidos 26 de setembro de 2006
Austrália 30 de setembro de 2006
Canadá 3 de outubro de 2006
Nova Zelândia 6 de outubro de 2006
Reino Unido 13 de novembro de 2006
Alemanha 24 de novembro de 2006[1]
Gravação Julho de 2005, fevereiro, abril e julho de 2006 em Atlanta, Geórgia
Gênero(s) Rock cômico, pop, soul
Duração 48:09
Gravadora(s) Volcano Records
Produção "Weird Al" Yankovic
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de "Weird Al" Yankovic
Último
Último
Poodle Hat
(2006)
Internet Leaks
(2009)
Próximo
Próximo

Straight Outta Lynwood (Direto de Lynwood) é o décimo segundo álbum do músico norte-americano "Weird Al" Yankovic, lançado em 2006 pela gravadora Volcano Records.

O álbum veio no formato dual disc, com um DVD incluindo o álbum mixado em áudio 5.1, versões instrumentais de todas as canções (com letras opicionais para karaoquê), um documentário de nove minutos, seis videoclipes animados e um encarte de 24 páginas.[2]

Straight Outta Lynwood é o álbum mais bem-sucedido de "Weird Al", sendo o seu primeiro álbum a entrarno top 10 da Billboard, assim como "White & Nerdy", seu single mais bem-sucedido. Tanto o álbum como o single foram certificados como Ouro pela RIAA[3] , sendo que o single foi mais tarde promovido a platina.[3] "Canadian Idiot" também figurou nas paradas. Mais detalhes na seção de paradas.

O título é uma referência a Straight Outta Compton, álbum do grupo de rap N.W.A, sendo Lynwood a cidade-natal de "Weird Al".

Informações[editar | editar código-fonte]

Originalmente, o álbum seria lançado em 27 de julho de 2006, mas houve um atraso devido a problemas com uma das paródias: "You're Pitiful", paródia do hit de James Blunt "You're Beaufiful", foi gravada mas removida da lista de faixas final a pedidos da gravadora de Blunt, Atlantic Records. A paródia foi então lançada como um download gratuito em junho de 2006.

"Weird Al" também quis gravar uma paródia de "Bad Day" de Daniel Powter, mas o cantor recusou, inicialmente. Depois, ele mudou de idéia, mas já era tarde demais, segundo "Weird Al".[4]

As versões australianas, neo-zelandesas e canadenses do álbum não vieram em dual disc, mas sim em um par formado por um CD e um DVD com os videoclipes e o Making Of.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Faixa Nome Duração Paródia de Descrição
1 "White & Nerdy" (Branco & Nerd) 2:50 "Ridin'" por Chamillionaire com Krayzie Bone Descreve a vida de um nerd branco que quer andar por aí com os gangstas.
2 "Pancreas" (Pâncreas) 3:48 Brian Wilson A canção trata das funções biológicas do pâncreas.
3 "Canadian Idiot" (Idiota Canadense) 2:23 "American Idiot" por Green Day Uma sátira do nacionalismo americano e da visão estereotipada que os americanos têm do Canadá.
4 "I'll Sue Ya" (Vou Te Processar) 3:51 Rage Against the Machine Nessa canção, o narrador ameaça processar uma série de companhias pelos mais variados motivos, geralmente por danos causados pela imprudência do próprio narrador.[5] .
5 "Polkarama!" 4:17 Medley em ritmo polca. Inclui trechos das seguintes canções:
6 "Virus Alert" (Alerta de Vírus) 3:46 Sparks Parodia os vários e-mails alertando internautas sobre vírus que não existem ou que são inofensivos.
7 "Confessions Part III" (Confissões Parte III) 3:52 "Confessions Part II" por Usher Uma continuação das canções do álbum Confessions, com foco em confissões triviais, bobas, estranhas ou perturbadoras.
8 "Weasel Stomping Day" (Dia de Esmagar as Doninhas) 1:34 Música de filmes animados da década de 60. Descreve um dia fictício em que as pessoas se juntam para esmagar doninhas.
9 "Close but No Cigar" (Perto, Mas Nem Tanto) 3:55 Cake A história de um homem que termina seus namoros pelas mais insignificantes razões.
10 "Do I Creep You Out" (Eu te Afasto?) 2:46 "Do I Make You Proud" por Taylor Hicks Uma canção na qual um homem faz de tudo para conquistar sua amada, como guardar um chiclete mascado por ela e gravar seu nome na sua perna em forma de cicatrizes.
11 "Trapped in the Drive-Thru"(Preso no Drive-Thru) 10:55 "Trapped in the Closet" por R. Kelly Uma história detalhada de um casal que sai de casa à noite para comprar comida no drive thru. De acordo com "Weird Al", foi a coisa mais banal que ele conseguiu pensar.[6] Contém um trecho da canção "Black Dog", por Led Zeppelin.
12 "Don't Download This Song" (Não Baixe Essa Canção) 3:52 Paródia do estilo de canções de caridade, como "We Are the World" e "Do They Know It's Christmas?" Sobre o mal de se baixar músicas ilegalmente pela internet.[7]

Formação[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

  • Engenharia de som: Tony Papa, Rafael Serrano
  • Assistência de engenharia: Aaron Kaplan, Doug Sanderson, Antony Zeller, Brian Warwick
  • Mixagem: Tony Papa
  • Masterização: Bernie Grundman
  • Arranjos: "Weird Al" Yankovic
  • Programação da bateria: Jon "Bermuda" Schwartz

Paradas[editar | editar código-fonte]

Álbum[editar | editar código-fonte]

Ano Parada Posição[8]
2006 The Billboard 200 10
Top Internet Albums 10

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Single Parada Posição[8]
2006 "Canadian Idiot" Hot Digital Songs 35
Pop 100 57
The Billboard Hot 100 82
"White & Nerdy" Hot Canadian Digital Singles 9
Hot Digital Songs 5
Pop 100 12
The Billboard Hot 100 9

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

  • Straight Outta Lynwood foi indicado para dois Prêmios Grammy nas categorias Melhor Álbum de Comédia e Melhor Álbum em Surround.
  • "Trapped in the Drive Thru" ficou em 77º lugar na lista das 100 melhores canções de 2006, elaborada pela Rolling Stone'.[9]
  • "White & Nerdy" ficou em 76° lugar na mesma lista da revista on Blender.[10]

Referências

  1. Straight Outta Lynwood. All Things Yankovic (2007-01-09). Página visitada em 2007-02-07.
  2. Ask Al. "Weird Al" Yankovic. Página visitada em 2007-02-07.
  3. a b www.weirdal.com
  4. Slotek, Jim. The parody's still going. Toronto Sun. 18 de outubro de 2006
  5. "Weird Al unleashes his new album with a Bill Plympton Video DON'T DOWNLOAD THIS SONG!!!", Ain't It Cool News, 2006-09-11. Página visitada em 2007-02-07.
  6. Skaggs, Austin (2006-09-19). Weird Al Yankovic Dishes On James Blunt, Discusses His Role As the Whitest, Nerdiest Rock Star Ever (em English). Rolling Stone Rock and Roll Daily. Rolling Stone. Página visitada em 2006-09-25.
  7. Appearances & Events. Bill Plympton Studio (January/February 2007). Página visitada em 2007-02-07.
  8. a b Performance do álbum e seus singles nas paradas da Billboard (em Inglês). allmusic. Página visitada em 18/02/2010.
  9. "The 100 Best Songs of the Year", Rolling Stone. Página visitada em 2007-02-07.
  10. 100 Greatest Songs of 2006. Maxim. Página visitada em 2009-08-08.


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de "Weird Al" Yankovic é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.