Street Fighter III

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Street Fighter 3 foi um jogo eletrônico produzido pela empresa de jogos CAPCOM em 1997, sendo o terceiro jogo canônico da série Street Fighter. Assim como seu predecessor Street Fighter II, o jogo foi refeito diversas vezes, sendo atualizado e recebendo novos personagens. A versão mais recente chama-se Street Fighter III: Third Strike e traz grandes melhorias em relação às versões anteriores (Street Fighter III: New Generation e Street Fighter III: Second Impact) oriundas do mesmo sistema (CPS3). O som do jogo foi drasticamente melhorado partindo de sua versão anterior e se mostra melhor definido e menos mecânico ou menos robotizado. Músicas também têm melhor variação de tons e melodias, proporcionando mais realismo ao ambiente de jogo.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Uma diferença de velocidade e movimento diferente dos SF anteriores que custa algum tempo para se acostumar, o que torna o jogo bastante característico além das novidades à seguir. O termo Super Arts (movimentos especiais), agora limitados à escolha de um único movimento dentre os disponíveis, contribuindo para desenvolver diferentes estilos com um mesmo personagem. A inclusão do movimento Parry, espécie de bloqueio sem perda de energia e vantagem de iniciativa para um contra-ataque. Ao invés de pressionar e segurar para trás como o bloqueio, no parry você direciona para frente no momento exato que o golpe fosse acertar. O parry pode ser usado no ar da mesma maneira, porém para golpes baixos ao invés de para frente, o direcional deve ser movimentado para baixo. Parte da diversão está concentrada nesta novidade pois exige bastante percepção da parte dos jogadores.


Jogos[editar | editar código-fonte]

Street Fighter III: New Generation[editar | editar código-fonte]

A primeira versão do jogo. Conta com 12 personagens, sendo dois deles Ryu e Ken (que já apareceram em jogos anteriores). Há também como personagem secreto o irmão gêmeo de Yun, Yang Lee, que nesse jogo possui os mesmos golpes do irmão.


Street Fighter III: Second Impact[editar | editar código-fonte]

Essa é uma versão "melhorada" do primeiro jogo. As principais mudanças são a inclusão dos personagens Hugo Andore (da série Final Fight), Urien, e Akuma (como personagem secreto). Yang agora pode ser selecionado normalmente, e dessa vez possui os seus próprios golpes.

Em relação a jogabilidade, foram incluídas novas técnicas, e agora os personagens podem "sacrificar" um pouco das suas energias acumuladas, e assim tornar seus ataques mais poderosos.


Street Fighter III: Double Impact[editar | editar código-fonte]

Street Fighter III: Double Impact é uma coletânea exclusiva para o Dreamcast, que traz as duas primeiras versões do jogo, com algumas adições. Esse é o único porte que esses dois jogos tiveram para algum console.


Street Fighter III: Third Strike[editar | editar código-fonte]

Essa é a versão definitiva do jogo. Várias mudanças ocorreram em relação aos dois primeiros jogos: todas as músicas, cenários, e falas dos personagens foram refeitos, tornado o jogo mais característico e original. Foram adicionados mais cinco personagens, Makoto, Q, Remy, Twelve, e Chun-Li (de Street Fighter II), além de Akuma não ser mais um personagem secreto, podendo ser selecionado normalmente.


Street Fighter III: 3rd Strike Online Edition[editar | editar código-fonte]

Uma atualização da 3ª versão do jogo, com novas características e funcionalidades. Nesse remake para PSN agora é possível jogar em partidas online e em torneios de até oito jogadores, entre outras funções.

Novas músicas foram criadas, e o menu do jogo foi refeito, agora em alta definição. Quanto aos cenários e aos personagens, praticamente nada foi alterado, para deixar o jogo igual ao original do arcade. Pórem agora há um filtro gráfico, que aumenta a resolução dos gráficos do jogo, tirando o efeito "pixelado" e deixando os sprites mais "suaves".


Personagens[editar | editar código-fonte]

Mesmo com uma drástica mudança de personagens em relação a seu título anterior, os personagens de Street Fighter III têm algumas características dos personagens de Street Fighter II. Um bom exemplo é o poder de elasticidade de Twelve e Necro, que é similar ao de Dhalsim. O personagem Alex possui um de seus golpes igual ao de Zangief, e Necro tem a habilidade de ficar coberto de eletricidade, dando uma descarga elétrica no oponente (similar ao poder de Blanka). Dudley é um boxeador e possui alguns golpes similares aos de Balrog. E por fim, Remy tem exatamente os mesmos golpes de Guile, inclusive os comandos para executá-los.

O jogo também traz um personagem brasileiro, chamdo Sean. Mas curiosamente, ao invés de ele ser representante da capoeira (assim como alguns jogos de luta, como nas séries Fatal Fury e Tekken, onde é comum capoeiristas brasileiros), quem usa tal estilo de luta é a queniana Elena.

Personagens Antigos Personagens da 1ª Versão 2ª Versão 3 Versão

Ver também[editar | editar código-fonte]