Strikeforce: Fedor vs. Henderson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Strikeforce: Fedor vs. Henderson
Detalhes
Promoção Strikeforce
Data 02011-07-30 30 de julho de 2011
Local Sears Centre
Cidade Estados Unidos Hoffman Estates, Illinois
Cronologia
Strikeforce Challengers: Voelker vs. Bowling III Strikeforce: Fedor vs. Henderson Strikeforce Challengers: Gurgel vs. Duarte

Strikeforce/M-1 Global: Fedor vs. Henderson foi um evento de artes marciais mistas promovido pelo Strikeforce, ocorrido em 02011-07-30 30 de julho de 2011 no Sears Centre em Hoffman Estates, Illinois.[1]

Background[editar | editar código-fonte]

A luta planejada para ocorrer entre Rafael Cavalcante e Ovince St. Preux[2] acabou sendo cancelada. [3]

Evangelista Santos estava originalmente escalado para enfrentar Tarec Saffiedine.[4] Porém, Saffiedine, saiu da luta e foi substituido por Paul Daley.[5] No entanto, Santos também teve que desistir após machucar-se durante os treinos.[6] Saffiedine então foi colocado para enfrentar Scott Smith.[7]

Roger Gracie também estava marcado para lutar com Muhammed Lawal no evento.[8] Porém, a luta foi remarcada para 10 de Setembro de 2011 no Strikeforce: Barnett vs. Kharitonov após Gracie sofrer uma lesão.[9]

Ronda Rousey e Sarah D'Alelio também estavam originalmente marcados para lutar no card,[10] mas a luta foi movida para o Strikeforce Challengers: Gurgel vs. Duarte.

Lyle Beerbohm foi originalmente colocado para enfrentar Gesias Cavalcante, mas depois foi substituído por Bobby Green em 19 de Julho de 2011.[11]

A luta entre Marloes Coenen e Miesha Tate era originalmente esperada para valer pelo Cinturão Meio Médio Feminino, mas foi renomeado Cinturão Peso Galo Feminino pela Zuffa para obter consistência com o nome da categoria na promoção.[12]

Com a saída de Fedor Emelianenko do Strikeforce após esse evento, esse foi o último evento do Strikeforce a ser co-promovido pelo M-1 Global.

Esse foi o último evento do Strikeforce a contar com Gus Johnson nos comentários. O comentarista do Strikeforce Challengers Pat Miletich o substituiu na equipe de transmissão nos eventos seguintes, com Mauro Ranallo mudando para lance-a-lance completo.[13]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Card Principal (Showtime)
Categoria Vencedor Perdedor Método Round Tempo Notas
Pesados Estados Unidos Dan Henderson derrotou Rússia Fedor Emelianenko Nocaute (socos) 1 4:12
Galos Feminino Estados Unidos Miesha Tate derrotou Países Baixos Marloes Coenen (c) Finalização (triângulo de braço) 4 3:03 a[›]
Médios Estados Unidos Tim Kennedy derrotou Estados Unidos Robbie Lawler Decisão Unânime (30-27, 30-27 e 30-27) 3 5:00
Meio Médios Estados Unidos Tyron Woodley derrotou Inglaterra Paul Daley Decisão Unânime (29-28, 29-28 e 29-28) 3 5:00
Meio Médios Bélgica Tarec Saffiedine derrotou Estados Unidos Scott Smith Decisão Unânime (30-26, 30-27 e 30-27) 3 5:00
Card Preliminar
Leves Brasil Gesias Cavalcante derrotou Estados Unidos Bobby Green Decisão Dividida (29-28, 28-29 e 29-28) 3 5:00
Meio Médios Estados Unidos Tyler Stinson derrotou Brasil Eduardo Pamplona Nocaute (soco) 1 0:15
Galos Feminino Canadá Alexis Davis derrotou Estados Unidos Julie Kedzie Decisão Unânime (29-28, 30-27 e 30-27) 3 5:00
Médios Estados Unidos Derek Brunson derrotou Estados Unidos Lumumba Sayers Finalização (mata leão) 1 4:33
Pesados Estados Unidos Gabriel Salinas-Jones derrotou Estados Unidos Bryan Humes Finalização (brabo choke) 3 1:19

^ a: Pelo Cinturão Peso Galo Feminino do Strikeforce.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]