Sucá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sucá é uma espécie de cabana, construída pelos judeus durante a festa de Sucot. Representa a confiança do judeu em Deus, a presença Divina no deserto através das Nuvens da Glória, e o tipo de moradia adotado pelos judeus no deserto.

Uma sucá em Herzliya.

Ushpizin[editar | editar código-fonte]

Durante o feriado, alguns judeus recitam a oração de ushpizin, que simboliza as boas-vindas de sete "convidados exaltados" na sucá. Estes ushpizin, ou convidados, representam os sete pastores de Israel: Abraão, Isaque, Jacó, Moisés, Arão, José e Davi. Segundo a tradição, a cada noite um convidado diferente entra na sucá seguido por outros seis. Cada um dos ushpizin compara o foco espiritual do dia em que eles visitam.

Na tradição Chabad, um conjunto adicional de ushpizin "chassídicos" correspondentes entram na sucá, começando com o Baal Shem Tov e o Maguid de Mezeritch e continuando com os rebbes consecutivos da dinastia hassídica de Chabad.[1]

Referências

  1. Cf. Mayonei HaYeshua.
Ícone de esboço Este artigo sobre judaísmo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.