Sucuk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sucuk.

Sucuk ou sujuk é uma salsicha seca picante comida nos Balcãs, no Oriente Médio e na Ásia Central, ou seja, em países que fizeram parte do Império Otomano. O nome vem do persa زیجک ("zījak", que significa "tripa cheia").[1] O dicionário persa-inglês do século XIX, escrita por Francis Steingass o descreve como "os intestinos de um carneiro recheados com carne moída, arroz e temperos." [2]

O recheio é constituído de carne picada (geralmente com carne de vitela, mas no Cazaquistão e no Quirguistão é tradicionalmente feito com carne de cavalo) especiarias variadas, incluindo cominho, sumagre, alho, sal e pimenta, e embutido na tripa, deixando secar durante várias semanas. Pode ser mais ou menos salgado e com alto teor de gordura. [3]

O sucuk devem ser consumido cozido (pois quando está cru, fica muito duro). Geralmente é cortado em fatias e cozido sem adição de óleo, pois sua própria gordura é suficiente para fritar. É usado no café da manhã fritando na panela geralmente com ovos e acompanhado de uma xícara de Chá preto. O sucuk é usado também em refeições com feijão, ou, em alguns bolos de certas regiões da Turquia. Na Bulgária, o sucuk cru é fatiado e servido geralmente com bebidas. No Líbano, o sucuk é cozinhado e cortado para ser usado em sanduíches com alho e molho de tomate.

Variante turca chamada parmak sucuk

O sucuk também é comumente usada em tortas no Iraque, Síria, Israel e Líbano. O shawarma sucuk também pode ser encontrado às vezes. Similar a isso, o döner sucuk também foi introduzida na Turquia no final de 1990.

Doce[editar | editar código-fonte]

Há também um doce em forma de salsicha chamado Cevizli sucuk (Turquia), soutzoukos (Grécia) ou churchkhela (Geórgia), que é preparado mergulhando em mosto de uvas fios onde se colocaram nozes e deixando secar. [4]

Referências

  1. sucuk Sözlerin Soyagaci - Çagdas Türkçenin Etimolojik Sözlügü. página acessada em 14 de Julho de 2010
  2. Steingass, Francis Joseph. zijak A comprehensive Persian-English dictionary. página acessada em 14 de Julho de 2010
  3. "Ovos com sucuk" no site Receitas e Dicas da Dieta Paleo
  4. (em inglês) Receita de churchkela no site Shushanik.hubpages.com