Sudão (região)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa mostrando as regiões do Sudão ocidental (em vermelho) e do Sudão oriental (em azul celeste).

O Sudão é o nome atribuído a uma região geográfica entre o sul do deserto do Saara e a floresta tropical africana, que se estende das costas do Oceano Atlântico até as montanhas do Planalto da Etiópia e o Mar Vermelho.[1] O termo deriva do árabe bilād as-sūdān (بلاد السودان) ou "terra dos negros" (expressão que indica o Oeste e o Centro-Norte da África[2] ). O termo "Sudão" também é usado para se referir especificamente ao atual Sudão, a parte ocidental da qual se insere a região mais ampla, e da qual o Sudão do Sul tornou-se independente em 2011.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O Sudão se estende em aproximadamente 5.000 km em uma faixa de várias centenas de quilômetros de largura em toda a África.[1] Estende-se desde a fronteira do Senegal, passando pelo sul do Mali (anteriormente conhecido como Sudão francês quando era uma colônia francesa), Burkina Faso, sul do Níger e norte da Nigéria, sul do Chade e na região ocidental de Darfur no atual Sudão.

No norte da região encontra-se o Sahel, uma região de savana acácia mais árida que por sua vez faz limites com o deserto do Saara, ao norte, e ao Planalto Etíope no leste (chamado de al-Ḥabašah em árabe). No sul-oeste está a savana sudanesa ocidental, uma região de savana tropical mais úmida limitando com a floresta tropical da África Ocidental. No centro está o Lago Chade, e a região mais fértil ao redor do lago, enquanto ao sul dali está o Planalto Ocidental dos Camarões. Ao sudeste encontra-se a savana sudanesa oriental, outra região de savana tropical, nos limites com a floresta da África Central. Isso abre caminho mais a leste para o Sudd, uma área de zonas úmidas tropicais alimentadas pelas águas do Nilo Branco.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Embora dividido em várias entidades políticas, o povo da região do Sudão compartilha estilos de vida semelhantes, ditada pela geografia da região. A economia é em grande parte pastoral[1] , embora o sorgo e o arroz sejam cultivados no sul da região. A região foi governada na época colonial pelos franceses, como parte de seu império colonial, mas os países da região alcançaram a independência na segunda metade do século XX.

Referências

  1. a b c Sudan (region, Africa). Encyclopædia Britannica.
  2. International Association for the History of Religions (1959), Numen, Leiden: EJ Brill, p. 131, "West Africa may be taken as the country stretching from Senegal in the west, to the Cameroons in the east; sometimes it has been called the central and western Sudan, the Bilad as-Sūdan, ‘Land of the Blacks’, of the Arabs" .