Sudão Francês

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Sudão Francês (em francês: Soudan Français, em árabe: السودان الفرنسي) era um território colonial francês na Federação da África Ocidental Francesa por volta de 1880 até 1960, quando tornou-se o Estado independente do Mali. A colônia foi formalmente chamada de Sudão Francês de 1890 até 1899 e novamente a partir de 1920 até 1958, e teve uma variedade de nomes diferentes ao longo de sua existência. A colônia foi inicialmente estabelecida em grande parte como um projeto militar liderado pelas tropas francesas, mas em meados da década de 1890 ficou sob administração civil.

Uma série de reorganizações administrativas no início de 1900 trouxeram aumento da administração francesa sobre questões como a agricultura, religião e escravidão. Após a Segunda Guerra Mundial, o Rassemblement Démocratique Africain (RDA) sob Modibo Keita tornou-se a força política mais importante pressionando para a independência.

O Mali inicialmente manteve estreitas ligações com a França e juntou-se numa federação de curta duração com o Senegal em 1959[1] . Em 1960, a colônia do Sudão francês tornou-se formalmente a República do Mali e distanciou-se ainda mais do Senegal e da França.

Referências

  1. Mali profile BBC News.
Cartography of Africa.svgHourglass drawing.svg Este artigo sobre História da África é um esboço relacionado ao Projeto África. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.