Suessiones

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Moeda dos Suessiones.
Um mapa da Gália do século I a.C., mostrando a localização relativa das tribos celtas.

Os Suessiones foram uma tribo que se localizavam na antiga província romana da Gália Belga, durante o século I a.C., e habitavam uma área entre os rios Oise e Marne, aproximadamente nas cercanias da atual cidade de Soissons. Eles foram conquistados por Júlio César em 57 a.C. Eles foram conhecidos pelos romanos como Suaeuconi[1] .

César reconta em seu "De Bello Gallico" que em 57 a.C. os Suessiones eram governados por Galba e que eles se lembravam do tempo de seu rei Diviciacus, quando este exercia a soberania sobre todo os povos celtas, da atual região da Bélgica, e em algumas partes da Grã-Bretanha[2]

Moedas cunhadas pelos Gauleses Belgas aparecem pela primeira vez na Grã-Bretanha em meados do Século II a.C., categorizadas atualmente como tipo "Gallo-Belga A". Moedas associadas com o Rei Diviciaco dos Suessiones, que aparece perto ou entre 90 e 60 a.C., foram chamadas como tipo "Gallo-Belga C". Os achados dessas moedas se estendem desde Sussex até o The Wash, com uma concentração maior nas proximidades de Kent. Um outro tipo de moeda, "Gallo-Belga F" (c. 60-50 a.C.), foi encontrado nas proximidades de Paris, em todo o território dos Suessiones e ao sul, nas áreas costeiras da Grã-Bretanha. Esses achados arqueológicos levam os estudiosos à sugerir que os Suessiones mantinham um significativo comércio e migração para a Grã-Bretanha, durante os século I e II a.C. antes da invasão romana [3] .

César descreve os povos belgas indo para a Grã-Bretanha atrás de saques: "O interior da Grã-Bretanha é habitada por tribos que declararam em sua própria tradição como indígenas da ilha, a parte marítima seriam por tribos que migraram em um momento anterior da Bélgica para buscar espólio pela invasão".[4]

A cidade mencionada por César como sua capital, Novioduno, é a atual cidade de Soissons. A cidade de Soissons se manteve como capital regional da província contemporânea de Aisne, norte da região de Champagne. Foi a capital Merovíngia do Reino de Soissons entre 511-613 d.C. Soissons foi o local de nascimento do Príncipe Franco Carlos Magno, no ano de 747, filho do Rei Pepino, o Breve e Berta de Laon.

Referências

  1. Caio Plínio Segundo, The Natural History (eds. John Bostock, M.D., F.R.S., H.T. Riley, Esq., B.A.) 4:31 [1]
  2. De Bello Gallico, Gaius Julius Caesar, 57 bc, p. ii
  3. Título não preenchido, favor adicionar.
  4. De Bello Gallico, Júlio César, 57 bc, v.12