Sukhoi Su-35

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sukhoi Su-35
Sukhoi Su-35
Descrição
Fabricante Rússia - Sukhoi
Missão Multi-Missão
Tripulação 1 a 2
Dimensões
Comprimento 21,90 m
Envergadura 15,30 m
Altura 5,90 m
Área (asas) 62,0 m²
Peso
Tara 18.400 kg
Peso total 25.300 kg
Peso bruto máximo 35.500 kg
Propulsão
Motores 2 x Saturn 117S/AL-41F1A Turbofans
Força (por motor) 142,0 kN
Performance
Velocidade máxima 2.800 km/h (Mach 2,25)
Alcance bélico 1.580 Km / 3.600 km
Alcance 4.600 (com tanques externos) km
Teto máximo 18.000 m
Relação de subida 16.800 m/s
Armamento
Mísseis/Bombas 8.000 kg de bombas e mísseis
Notas
Distância de decolagem: 700 m; distância de pouso: 700 m

O Sukhoi Su-35 pertence a uma classe caças de ataque e superioridade aérea pesados, de longo alcance e multi-função. É uma variante melhorada do Su-27M/Su-30 e é considerado como de geração 4++. Entrou em serviço em pequenas quantidades na Força Aérea Russa em 2008.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Diferenças para o Su-27M[editar | editar código-fonte]

Uma das diferenças mais visíveis a partir do Su-27M/Su-35 é que os canards foram removidos, embora exista uma opção para que possam ser adicionados, como no Su-30 da série. Este projeto reduz a exposição da secção transversal da estrutura da aeronave aos radares, este avião possui características stealth superiores às de seus concorrentes como o Rafale, F-18 Super Hornet e o Typhoon. Os motores do avião também foram melhorados para o modelo 117S e as entradas de ar estão ampliadas. A sonda e o cesto para o sistema de reabastecimento em vôo foram adicionados.

Para além das suas óbvias diferenças físicas, não só têm os Su-35BM receberam melhorias significativas em sua aviônica, como ela também é totalmente de origem russa. O Su-35BM é equipado com uma variedade melhorada de óptica passiva do sistema de radar N035 Irbis, bem como um radar de retaguarda adicional montado no seu aguilhão da cauda encurtada, mais tarde, a produção irá utilizar IRBIS-E um radar N035 melhorado com pico mais poderoso e melhores características ECM. Um sistema de guerra eletrônica e auto-contramedidas de defesa eletrônica Khibiny L175M também foi instalado, com uma futura produção com um novo radar Irbis-E com capacidade de busca mais poderosa.Um concorrente que não é considerado direto é o F-22 Raptor que foi desenvolvido pela USAF, onde tem um deslocamento superior, melhor alcance bélico, superando o su-35 em todos os quesitos.

O cockpit foi redesenhado com duas telas de LCD e compatibilidade com HMD. O software do Su-35BM tem acrescentado a compatibilidade com novos sistemas de armas. Outros novos aviônicos incluem informações de longo alcance de alvos e datalink com capacidade de resistência à JAM e um sistema de reconhecimento eletrônico. Mais recentes, os sistemas mais leves foram adicionados (incluindo uma nova marca FNO - Fly by Optics - no sistema de controle de vôo e OLS). Os aviônicos são integrados com um sistema de navegação por satélite baseado em rádio.

Su-35BM no MAKS-2009.

Em 14 de abril de 2009 um protótipo do caça Su-35BM caiu durante um teste de alta velocidade. O piloto escapou ileso depois de ejetar.[1] De acordo com a Sukhoi, os freios do caça falharam durante o pouso, resultando em excesso de velocidade do avião, que saiu da pista e causou um incêncio no motor esquerdo.[2]

O Su-35BM foi demonstrado na Maks 2009, em 18 de agosto de 2009. Também nesta mostra, a Força Aérea Russa e a Sukhoi assinaram um contrato para o fornecimento de 48 caças Su-35BM até 2015, juntamente com 12 Su-27SM e quatro caças Su-30M2, representando a primeira ordem de produção para o Su-35.[3]

Especificações (Su-35BM)[editar | editar código-fonte]

Dimensões[editar | editar código-fonte]

Pesos[editar | editar código-fonte]

Desempenho[editar | editar código-fonte]

  • Velocidade Máxima: 2,25 Mach / 2.800 km/h
  • Taxa de subida: 325 m/s
  • Distância de Decolagem: 700 m
  • Distância de Pouso: 700 m
  • Teto Operacional: 18.000 m
  • Raio de Ação: 1.580 km
  • Alcance máximo
    • Sem tanques externos: 3.600 km
    • Com tanques externos: 4.600 km

Motores[editar | editar código-fonte]

Armamento[editar | editar código-fonte]

Um Su-35S russo.
  • Canhão de 30mm GSh-30-1 com 150 disparos.
  • 8.000 kg distribuidos em 12 "pontos duros" capazes de operar uma grande variedade de mísseis ar-ar, mísseis ar-superfície, foguetes e bombas.
  • AA-10 Alamo: R-27R, R-27ER, R-27T, R-27ET, R-27EP
  • AA-12 Adder: R-77, and the proposed R-77M1, R-77T
  • AA-11 Archer: R-73E, R-73M, R-74M
  • AS-17 Krypton: Kh-31A, Kh-31P Anti-Radiation Missile
  • Kh-35/AS-20: Kh-59
  • Kh-29/AS-14 Kedge: Kh-29T, Kh-29L
  • KAB-500 (bomba com mira à laser)
  • KAB-1500 (bomba com mira à laser)
  • LGB-250 (bomba com mira à laser)
  • FAB-250 (bomba não guiada de 250 kg)
  • FAB-500 (bomba não guiada de 500 kg)
  • S-25LD (foguete guiado à laser) e S-250 (foguete não guiado)
  • B-8 (foguete não guiado)
  • B-13 (foguete não guiado)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.