Sully Prudhomme

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sully Prudhomme Medalha Nobel
Nascimento 16 de Março de 1839
Paris
Morte 6 de Setembro de 1907 (68 anos)
Châtenay-Malabry
Nacionalidade França Francês

René Armand François Prudhomme, mais conhecido como Sully Prudhomme (Paris, 16 de março de 1839Châtenay-Malabry, 6 de setembro de 1907), foi um poeta francês.

Filho de Sully Prudhomme, comerciante, e de Clotilde Caillat, ingressou num instituto politécnico para estudar na área científica. No entanto, devido a uma doença oftalmológica, teve que desistir desse objectivo. Trabalhou numa fábrica, como escriturário, mas, descontente, decidiu estudar direito, em 1860.

Em 1865, publica a sua primeira obra poética, Stances et Poèmes.

Pertence ao grupo de poetas parnasianos, responsáveis pela publicação da revista Parnasse contemporain.

Foi eleito para a Academia Francesa em 1881, ocupando a cadeira 24.

Foi o primeiro autor a receber o Nobel de Literatura, no dia 10 de dezembro de 1901.

Sully Prudhomme morreu em Châtenay-Malabry, França, em 6 de setembro de 1907, e foi sepultado no Cemitério do Père-Lachaise, em Paris.

Poesia[editar | editar código-fonte]

  • Stances et Poèmes, 1865
  • Les Épreuves, 1866
  • Les Solitudes, 1869
  • Les Destins, 1872
  • La France, 1874
  • Les Vaines tendresses, 1875
  • Le Zénith (poema), publicado na Revue des deux mondes, 1876
  • La Justice, 1878
  • Poésie, 1865-1888
  • Le Prisme, poésies diverses, 1886
  • Le Bonheur, 1888
  • Épaves, 1908

Autores franceses contemporâneos[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Nobel de Literatura
1901
Sucedido por
Theodor Mommsen

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.