Sultanato de Sulu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
سلطنة سولو دار الإسلام
Sultanato de Sulu

Sultanato

1457 – 1917 US flag 45 stars.svg
 
Flag of North Borneo.svg
 
Blank.png
 
Philippines Flag Original.svg

Bandeira de Sulu

Bandeira

Localização de Sulu
Continente Ásia
Região Sudeste da Ásia
Capital Jolo
Língua oficial Árabe (Oficial), Tausug, Bajau, Bisaya, Banguingui, Línguas Malaias
Religião Islã Sunita
Governo Monarquia Constitucional
Sultão
 • 14571480 Xarife ul-Hāshim de Sulu
 • 14801505 Sultão Kamalud-Din
 • 15051527 Sultão Amirul-Umara
 • 18931899 Jamal ul-Kiram I
História
 • 1457 Fundação
 • 1917 Dissolução
Moeda Escambo
Atualmente parte de Indonésia Indonésia
Malásia Malásia
Filipinas Filipinas

O Sultanato de Sulu[nota 1] (Jawi: سلطنة سولو دار الإسلام) foi um Estado Islâmico Tausug [nota 2] que governava muitas das ilhas do Mar de Sulu, no sul das Filipinas e certas partes do atual Sabá (então Bornéu do Norte), especificamente "na costa noroeste se estende ao longo de toda a costa leste até o Rio Sibuco no sul e compreendendo entre outros os Estados do Paitan, Sugut e Bangaya, Labuk , Sandakan , Kina Batangan , Mumiang, e todos os outros territórios e estados ao sul do mesmo na fronteira com Baía de Darvel e, tanto quanto o rio Sibuco como todas as ilhas dentro de três léguas marinhas da costa".[2]

O sultanato foi fundado em 1457[nota 3] por Sayyid Abu Bakr Abirin, explorador árabe e estudante religioso, nascido em Johore que[nota 4] depois de se estabelecer em Banua Buansa Ummah ( ummah é um termo árabe para "comunidade"), em Sulu. E após, o casamento de Abu Bakr e a local Dayang-Dayang (princesa) paramisuli, ele fundou o sultanato e assumiu o título de Paduka Mahasari Maulana al Sultan Hashim ul-Sharif.

O poder temporal do sultanato foi abandonado em março de 1915 após os comandantes americanos negociarem com o Sultão Jamalul Kiram em nome do então governador-geral Francis Burton Harrison. Um acordo foi assinado e, posteriormente, foi chamado como o "Acordo Carpenter". Por este acordo, o sultão abandonou todo o poder temporal sobre o território, nas Filipinas (com exceção de algumas terras específicas concedidas ao Sultão Jamalul Kiram e seus herdeiros), mas manteve seus direitos de soberania sobre o território de Bornéu do Norte e sua autoridade religiosa como chefe titular da Igreja Islâmica no Sulu.[5] [6]

História[editar | editar código-fonte]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Arquipélago de Sulu.

O mais antigo assentamento conhecido nas áreas que em breve seriam ocupadas pelo sultanato estavam em Maimbung, Jolo. Durante esse período, Sulu era chamado de Lupah Sug.[7] O Principado de Maimbung, habitado por pessoas Buranun (ou Budanon, que significa, literalmente, "moradores da montanha"), foi governado pela primeira vez por um determinado rajá que assumiu o título de Rajá Sipad o Velho. De acordo com Majul, as origens do título rajá sipad tem origem na palavra Hindu shri paduka, que simboliza autoridade.[8] O Principado foi instituído e regido através do sistema de rajás. Sipad o Velho foi sucedido por Sipad o Jovem.

Durante o reinado de Sipad o Jovem, um místico[9] chamado Tuan Mashā'ikha[nota 5] chegando em Jolo, no ano de 1280 A.C.[nota 6] Pouco se sabe sobre as origens e a biografia precoce de Tuan Mashā'ikha, exceto que ele é um muçulmano, "que veio de terras estrangeiras" na liderança de uma frota de comerciantes muçulmanos,[10]

Sultão de Sulu.

Notas

  1. Às vezes conhecido como o Real Sultanato de Sulu ou Sultanato de Sulu Darul Islam.
  2. De acordo com William Henry Scott, embora o sultanato fosse governado pelo povo tausug, os súditos do reino eram uma mistura de Bajaus, Butuanons, malaios muçulmanos, Samals, e etnias Yakan. [1]
  3. A data geralmente aceita de criação do sultanato por historiadores modernos é 1457. No entanto, a Comissão Histórica Nacional das Filipinas listou a data como "por volta de 1450", ou simplesmente "1450", devido à incerteza. Por outro lado, os estudos islâmicos independentes marcaram o dia para uma data mais exata 17 de novembro de 1405 (24 de Jumaada al-Awal de 808 A.H.).[3] [4]
  4. Abu Bakr pode ser trocado por Abubakar. Apesar de seu nome de nascimento ser Sayyid Abu Bakr Abirin, ele também é conhecido como Shari'ful Hashem Syed Abu Bakr; Paduka Mahasari Maulana al Sultan Hashim ul-Sharif tornando se seu pleno nome em reinado, e pelo nomes reduzidos Sharif-ul Hashim ou Shariful Hashim.
  5. Mashā′ikha é um termo arábico que têm sua origem na palavra mashā′ikh, que significa "um homem inteligente ou piedoso".
  6. A data geralmente aceita para a vinda de Tuan Mashā′ikha é 1280 A.C., porém, outra escolas muçulmanas datam sua chegada como pela "segunda metade do século XIII".

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Scott 1994, p. 177.
  2. http://www.royalsulu.com/cession.fig1_issues.html
  3. Usman, Edd. "Heirs of Sulu Sultanate urged to attend general convention", 10 February 2010. Página visitada em 21 de Dezembro de 2010.
  4. Cavendish 2007, p. 1178.
  5. Beyer, Otley (March 22, 1915). Memorandum Agreement between the Governor-General of the Philippine Islands and the Sultan of Sulu Official Gazette. Government of the Philippines.
  6. Memorandum: Carpenter Agreement, March 22, 1915 Official Gazette. Government of the Philippines (22 de Março de 1915).
  7. Julkarnain, Datu Albi Ahmad. "Genealogy of Sultan Sharif Ul-Hashim of Sulu Sultanate", 30 de Abril de 2008. Página visitada em 21 de Dezembro de 2010.
  8. Ibrahim 1985, p. 51
  9. Tan 2010, p. 85
  10. Decasa 1999, p. 321
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sultanato de Sulu
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia das Filipinas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.