Super Mario Galaxy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Super Mario Galaxy
Super Mario Galaxy front.jpg
Desenvolvedora Nintendo EAD Tóquio
Publicadora(s) Nintendo
Designer Shigeru Miyamoto
Yoshiaki Koizumi
Compositor(es) Mahito Yokota
Kōji Kondō
Plataforma(s) Wii
Série Mario
Data(s) de lançamento
Gênero(s) Plataforma
Modos de jogo Single player e Multiplayer cooperativo
Número de jogadores 1 ou 2

 

Classificação Permitido para todas as idades i CERO (Japão)
Permitido para todas as idades i DEJUS (Brasil)[1]
Inadequado para menores de 6 anos i ESRB (América do Norte)
Permitido para todas as idades i OFLCA (Austrália)
Inadequado para menores de 3 anos i PEGI (Europa)
Mídia Wii Optical Disc
Controles Wii Remote e Nunchuk
Último
Último
Super Mario Galaxy 2
Próximo
Próximo

Super Mario Galaxy (スーパーマリオギャラクシー, Sūpā Mario Gyarakushī?) é um jogo de plataforma 3D desenvolvido pela Nintendo EAD Tóquio e publicado pela Nintendo para o Wii. Lançado em 2007, é o terceiro jogo de plataformas em 3D na série, antecedido por Super Mario 64 e Super Mario Sunshine. O jogo segue Mario na sua aventura pelo espaço para salvar a Princesa Peach do seu arquiinimigo Bowser. Os níveis tomam forma de galáxias cheias de planetas com formas estranhas e a jogabilidade conta agora com uma variedade de efeitos gravitacionais, novos power-ups e a inclusão de um novo modo cooperativo para 2 jogadores. Super Mario Galaxy tambem foi eleito o melhor jogo da história da Nintendo.

Uma sequência direta, intitulada Super Mario Galaxy 2, foi anunciada na Electronic Entertainment Expo de 2009, cujo lançamento foi confirmado para maio de 2010.[2]

Enredo do jogo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Logo após ser convidado para o festival centenário da Princesa Peach para celebrar a passagem do cometa, Bowser realiza um ataque surpresa no Reino dos Cogumelos. Com uma nave gigante, ele arranca o castelo da princesa de sua base e o leva embora. Após uma tentativa frustrada tentar recuperar o castelo, Mario é enviado para o outro lado da galáxia. Ao acordar em um pequeno planeta, Mario conhece Rosalina, guardiã das estrelas Lumas que viaja através do universo no Cometa Observatório. As estrelas do poder são a fonte de energia do observatório, mas o Bowser roubou todas elas, então Mario parte em uma aventura através galáxias do universo para recuperar essas estrelas. Durante a jornada, Mario salva seu irmão Luigi e a brigada do Toad, que o ajudarão em sua aventura.

Após coletar estrelas do poder suficientes, o Observatório da Rosalina tem energia suficiente para se transformar em um cometa e voar até o centro do universo, onde a princesa está sendo feita refém. Chegando lá, Mario descobre que Bowser pretende governar todo o universo com uma arma construída com a energia das estrelas do poder. Mario consegue vencê-lo e liberta a princesa Peach. A arma criada pelo Bowser é destruída, mas se transforma em um super buraco negro que começa a engolir tudo em sua volta como galáxia, o observatório e o castelo da princesa. As Lumas de Rosalina se jogam no buraco negro, se sacrificando para destruí-lo. O buraco negro colapsa e explode em uma supernova. Rosalina aparece e diz ao Mario que as estrelas nunca morrem, elas sempre renascem como novas estrelas.

Finalmente, o Reino Cogumelo é reconstruído, Mario e a princesa celebram a criação da nova galáxia que surgiu no céu.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O jogo se passa no espaço, aonde o Mario viaja de galáxia em galáxia para coletar estrelas do poder, que são recebidas ao completar tarefas ou vencer inimigos. Cada galáxia contém alguns planetas e outros lugares para o jogador explorar. O jogo utiliza um novo sistema que permite uma característica nova: cada objeto celestial possui sua própria força gravitacional, que permite ao jogador girar em torno de planetas e planetoides. Apesar do jogo ser basicamente em 3D, existem várias áreas do jogo em que os movimentos do jogador são restritos a duas dimensões.

O ponto de partida do jogo é um observatório, que contém seis cúpulas temáticas que fornecem acesso às 42 galáxias disponíveis no jogo. Quando um jogador começa o jogo, o acesso está disponível apenas para poucas galáxias, entretanto, quanto mais estrelas do poder são coletadas, mais galáxias se tornam disponíveis para o jogador. Algumas galáxias são acessadas por meios especiais, como por exemplo, as criaturas em forma de estrela chamadas Lumas Famintas se transformarão em novas galáxias quando alimentadas com pedaços de estrelas (pequenos objetos coletáveis que servem como armas e moedas de troca no jogo). Essas criaturas também podem aparecer dentro das galáxias e ao serem alimentadas com pedaços de estrelas, elas se transformam em planetóides ou outros objetos espaciais contendo quebra-cabeças ou desafios que, ao serem vencidos, fornecem Estrelas do poder ao Mário. Quando consegue-se coletar 120 estrelas do poder, pode-se jogar novamente com o irmão de Mario, o Luigi. A jogabilidade é levemente diferente quando se joga com o Luigi, alguns obstáculos podem ser mais difíceis e outros mais fáceis para passar. Assim que se coleta 120 estrelas do poder com os dois jogadores, o jogador é premiado com uma nova galáxia para o Mario e o Luigi, chamada grand finale galaxy. Ao vencer essa galáxia com Mario e Luigi, o jogador recebe uma nova figura comemorativa que pode ser exportada para o Wii.

Existem cinco cometas que aparecem aleatoriamente no jogo (Speedy, Daredevil, Cosmic, Fast Foe e Purple). Quando um deles entra na órbita de uma galáxia, um desafio especial é iniciado que leva a uma estrela do poder extra. O cometa Speedy desafia o jogador a refazer um episódio modificando o tempo limite. O cometa Daredevil pede ao jogador refazer uma parte de uma fase com a energia de vida do Mario reduzida a apenas uma unidade, ou seja, o jogador precisa completar o objetivo sem sofrer nenhum dano. O cometa Cosmic coloca o jogador em uma corrida contra um Doppelgänger por uma estrela do poder. O cometa Fast Foe faz o inimigos em uma galáxia ficarem com o dobro da velocidade. O cometa Purple, que surge apenas após ter completado metade do jogo, oferece a possibilidade de se coletar cem moedas roxas numa área das 15 galáxias de seis estrelas, algumas vezes com um limite de tempo.

Controles[editar | editar código-fonte]

O jogador utiliza o Nunchuk e o Wiimote para controlar o personagem. Os movimentos do Mario foram trazidos do Super Mario 64 e a esses foram acrescentados novos movimentos, como por exemplo, coletar os pedaços de estrelas que são utilizados deixar inimigos tontos (ao serem atirados neles). A diferença entre o Mario e o Luigi é que o Luigi pode pular mais alto e correr mais rápido. Logo no início do jogo,o jogador recebe uma nova habilidade chamada de técnica de giro, que já apareceu em jogos anteriores do Mário. Em Super Mario Galaxy, essa técnica é bastante importante, sendo utilizada para atacar inimigos, quebrar objetos, acionar equipamentos capazes de lançar o Mario a grandes distâncias, dentre outras funções. Outras funções do Wiimote ficam disponíveis para fases menores, como por exemplo surfar uma arraia gigante ou se equilibrar em cima de uma bola gigante enquanto ela rola sobre obstáculos.

Power-ups e Vidas[editar | editar código-fonte]

Super Mario Galaxy possui power-ups inéditos em relação aos jogos anteriores fornecendo ao Mario roupas especiais e novas habilidades. Entre os power-ups, pode-se destacar os seguintes:

Cogumelo Descrição
Abelha Transforma Mario em Mario Abelha que faz ele voar como uma abelha por alguns segundos, além de engatinhar na vertical, se agarrando em "Honeycombs". Ele perde o poder quando se molha.
Boo Cogumelo que transforma Mario em Boo Mario, permitindo que atravesse paredes e grades. Ele perde o poder quando fica sobre a luz ou toca em outros Boos inimigos.
Star Mushroom Aumenta a vida de Mario de três para seis, permitindo que ele seja atingido mais vezes pelo inimigos antes de perder uma vida.
Spring Coloca Mario dentro de uma mola e faz com que salte mais alto. Ele perde o poder quando encosta na água ou em uma Launch Star (estrela que faz Mario ir para outros planetas da galáxia).
Vida Concede ao Mario, uma vida extra, permitindo que ele continue na mesma fase se caso ele venha a "morrer".
Flor Descrição
Fire Como o nome indica, é a clássica transformação de Mario, que permite lançar bolas de fogo aos seus inimigos.
Ice Permite que Mario ande sobre a água e a lava, além de congelar canos vazantes e transformá-los em plataforma.
Estrela Descrição
Rainbow Equivalente à clássica Starman (estrela), dá invencibilidade a Mario durante um certo período de tempo.
Red Faz com que Mario consiga voar pelo espaço, à semelhança da Wing Cap de Super Mario 64.

A energia do Mario consiste em uma barra de energia de três partes que diminui a cada contato com inimigos e objetos que o machucam. Quando está nadando, o Mario tem que segurar a respiração, caso ele fique sem ar, sua energia diminui rapidamente. Se a barra de energiar ficar vazia, o jogador perde uma vida e volta para o último ponto aonde o jogo foi salvo. O Mario também pode perder uma vida instantaneamente em alguns casos, como por exemplo: ser engolido por areia movediça, cair em buracos negros, escapar da gravidade de um planeta e se perder pelo espaço, ser esmagado entre objetos, dentre outros.

O jogador pode obter vidas extras coletando o cogumelo de vida, cinquenta pedaços de estrela ou 50 moedas numa mesma fase. As Lumas famintas azuis também podem trocar 30 pedaços de estrelas por um cogumelo de vida em algumas galáxias, normalmente antes de enfrentar um chefe.

Multijogadores[editar | editar código-fonte]

Super Mario Galaxy tem uma opção cooperativa de dois jogadores chamado modo co-star, na qual um dos jogadores controla o Mario e o outro controla um segundo indicador na tela para coletar os pedaços de estrela e jogar nos inimigos e não há restrições para o segundo jogador atirar pedaços de estrelas em seus inimigos. O segundo jogador também pode fazer o Mario pular ou aumentar a altura do pulo se os dois jogadores apertarem o botão A ao mesmo tempo. O segundo jogador não precisa de um Nunchuk para jogar.

Música[editar | editar código-fonte]

Durante o desenvolvimento, Mahito Yokota, que era responsável pela composição da música, queria que Super Mario Galaxy tivesse um estilo Latino e desenvolveu 28 musicas para o jogo. A razão para isso origina do fato de que instrumentos de percussão latinos tinham sido usados em jogos precedentes de Mario. As músicas não foram aprovadas pelo diretor de áudio do jogo Kōji Kondō, então três meses mais tarde, Yokota apresentou três estilos musicais diferentes para o diretor. Um estilo orquestral, um estilo misturando música orquestral e música pop, e o terceiro apenas música pop. O estilo orquestral foi escolhido e as músicas foram compostas para serem tocadas por uma orquestra. Kondō pediu frequentemente que a orquestra tocasse em ritmos incomuns para sincronizar perfeitamente com os outros movimento do Mario. Segundo Kondō, até mesmo os efeitos especiais foram ajustados na partitura das músicas, o jogador pode notar isso se escutar atentamente.

A trilha sonora oficial foi lançada em 24 de Janeiro de 2008 em duas versões: trilha sonora original, contendo apenas 28 músicas do jogo, e a edição de platina, que contém todas as 81 músicas do jogo em dois discos. A trilha sonora ganhou numerosos prêmios, tais como o "melhor projeto de áudio" da revista inglesa Edge Magazine.

Lista da trilha

Referências

  1. (8 de setembro de 2011) "Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação". Diário Oficial da União (Ano CXLVIII Nº173): p. 93. ISSN 1677-7042. Página visitada em 19 de julho de 2013.
  2. Super Mario Galaxy 2 será lançado no dia 23 de maio; detalhes. Wii Brasil (24 de fevereiro de 2010). Página visitada em 25 de março de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]