Super Mario Galaxy 2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ni hon go2.png Este artigo contém texto em japonês.
Sem suporte multilingual apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de kanji ou kana.
Super Mario Galaxy 2
Super-mario-galaxy-2.jpg
Produtora Nintendo EAD
Editora(s) Nintendo
Plataforma(s) Wii
Série Mario
Gênero(s) Adventure
Plataforma
Modos de jogo Single-player e Cooperação
Número de jogadores 1-2
Classificação Permitido para todas as idades i CERO (Japão)
Permitido para todas as idades i DEJUS (Brasil)
Inadequado para menores de 6 anos i ESRB (América do Norte)
Permitido para todas as idades i OFLCA (Austrália)
Inadequado para menores de 3 anos i PEGI (Europa)
Inadequado para menores de 6 anos i USK (Alemanha)
Média Wii Optical Disc
Controles Wii Remote e Nunchuk
Último
Último
Super Mario Galaxy
Próximo
Próximo

Super Mario Galaxy 2 (スーパーマリオギャラクシー2?) é um jogo eletrônico do gênero de plataforma que foi desenvolvido e publicado pela Nintendo para o console Wii. O jogo foi anunciado pela primeira vez na E3 de 2009 e é a sequência de Super Mario Galaxy. Super Mario Galaxy 2 foi lançado na América do Norte em 23 de maio de 2010, no Japão em 27 de maio de 2010, na Europa em 11 de junho de 2010 e na Austrália em 1 de julho deste mesmo ano. Os níveis do jogo são compostos por pequenos planetas e mundos. Enquanto a jogabilidade é a mesma de seu antecessor, o jogo foi atualizado com melhores efeitos de gravidade e novos energizadores (power-ups). É o quarto videogame de plataformas na série Mario em 3D, depois de Super Mario 64, Super Mario Sunshine e Super Mario Galaxy.

Super Mario Galaxy 2 chegou nas lojas em 23 de maio de 2010 nos Estados Unidos. Seu criador é o designer Shigeru Miyamoto.

História[editar | editar código-fonte]

É um lindo dia em Mushroom Kingdom, e Princesa Peach convida Mario para o "Festival de Estrelas". No meio do caminho, Mario encontra Master Luma (veja mais sobre as Lumas no artigo Super Mario Galaxy), filho(a) de Rosalina (como mostrado no final do jogo) e segue para o castelo. Chegando lá, Mario encontra Bowser numa forma gigante, que rapta Peach e vai para o espaço. Master Luma se apresenta a outra Lumas, assim uma delas se transforma em uma Launch Star e lança Mario para uma galáxia. Quando Mario consegue uma estrela na galáxia, vai até um pequeno planeta onde encontra mais Lumas, sendo uma delas uma grande, estranha e roxa chamada Lubba. Master Luma se apresenta outra vez fazendo a Lubba usar o poder da estrela de Mario para transformar o pequeno planeta em uma nave grande, que lembra o rosto de Mario (Lubba o batiza de "StarShip Mario"). E assim, Mario vai em busca das várias estrelas para resgatar a Princesa Peach.

A História começará quando Mario recebe como sempre uma carta da Peach para comer um bolo, Mario durante a chegada ao castelo, encontra uma estrela alaranjada chamada Baby Chico que está desmaiada, sabe-se que Baby Chico será a estrela do Multiplayer que poderá ajudar Mario nas aventuras, o 2P será mais interativo do que SMG com a ação de recolher moedas, destruir inimigos e deixá-los tontos e recolher Star Bits. Em seguida, Bowser em forma gigante, rapta Peach para executar seu plano. Uma informação notável é de que após Super Mario Galaxy 1 com a destruição do Universo causada por Bowser, as Lumas se sacrificaram e construíram um novo mundo, então, na sequência do jogo, nada do que ocorreu em SMG1 realmente aconteceu, assim, a história é parecida de SMG1, porém com algumas modificações.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

A jogabilidade de Super Mario Galaxy 2 parece ser similar a Super Mario Galaxy, com um foco em plataforma baseado e em torno dos planetas 3D de tamanhos e de paisagens de variação. Os power-ups do 1º jogo como a Bee Suit estarão fazendo um retorno, junto com o star sling para a navegação interplanetária, e os dirigíveis operados por Bowser e Bowser Jr. em seu antecessor. Mario possa montar o dinossauro bípede Yoshi, que pode usar sua língua para balançar através das aberturas, assim como comem as frutas diferentes que lhe dão poderes diferentes, tais como a habilidade de inflar como um balão, permitindo que flutue com um temporizador do “ar”, e funcioná-lo rapidamente. De acordo com o primeiro trailer, o cursor da estrela azul de Super Mario Galaxy foi substituído com um ponto vermelho ao montar Yoshi, permitindo que o jogador aponte e controle sua lingueta. Os artigos e as características novos foram apresentados na E3 2009.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Super Mario Galaxy 2 foi revelado na E3 2009, mencionando-se como a primeira vez que um segundo título de plataforma 3D do Mario foi feito para um único sistema de Nintendo. O criador de Mario, Shigeru Miyamoto, disse que a equipe tinha planejado originalmente apenas fazer variações nos planetas do jogo original, mas sobre o tempo pensou de todas as ideias novas. O jogo é dito ter níveis novos de 90%, com o descanso que é níveis precedentes com objetivos.Na conferência confidencial de Miyamoto, disse que o jogo é muito distante longitudinalmente durante o processo de desenvolvimento, mas se está prendendo a 2010 devido a New Super Mario Bros. Wii que será lançado em 2009. Em uma entrevista com Nintendo da presidente e diretor geral de América Reggie Fils-Aime, disse também que o jogo será mais desafiante do que o original.

Informações[editar | editar código-fonte]

Super Mario Galaxy 2 conta com uma participação notável de Yoshi, o famoso dinossauro da série, para ajudar nas fases, e que, segundo Miyamoto, são mais difíceis que as do primeiro. A maior parte das fases de SMG2 são inéditas. SMG2 terá também um Hub World chamado a Starship Mario: um lugar onde o jogador escolhe o lugar aonde quer ir no jogo, que no caso de Super Mario 64 foi o castelo de Peach; em Super Mario Sunshine, a Ilha Delfino; e em SMG o cometa observatório. Como New Super Mario Bros Wii, Super Mario Galaxy 2 terá a bandeira do Check Point que salva o estado da fase em que o jogador está; e uma outra grande novidade, a exemplo do Super Guide em New Super Mario Bros. Wii, uma ajuda de Luigi para quem perdesse uma quantidade de vidas, era chamado um "vídeo" mostrando como terminar a fase. Em Super Mario Galaxy 2, é a cósmica Rosalina quem ajudará Mario no Cosmic Guide. Ao usar o Cosmic Guide, o jogador não terá acesso à uma estrela de ouro, mas a uma de bronze sem valor. A Hint TV também estará presente: será possível assistir pequenos vídeos de como passar em partes difíceis. A Hint TV manterá o valor da estrela.

SMG2 contará com uma Moeda Especial de difícil acesso que liberará fases extras. Quando se tem 20 estrelas, é possível jogar como Luigi. O Starship Mario será o meio de transporte do Mario até as galáxias desejadas. A Super Massive Galaxy mostrará um mundo gigante comparado à Mario. A nova broca furadora levará ao fundo ou externamente nas fases. Haverá fases especiais em 2D. A trilha da versão final de SMG2 possuirá músicas orquestradas como em SMG. Fases com a Ball Star que Mario fica sobre dela tentando equilibrar até a chegada final, terão bem mais esses tipos de fase especiais. O jogador poderá jogar como Luigi para conquistar mais estrelas. O número de Stars foi fixado para 242 na versão final, sendo 70 necessárias para finalizar a história do jogo. SMG 2 contará como chefes, Gooblegut, Bowser, Megahammer (que antes da versão final do jogo era chamado de Malletoid), Giant Bowser, Boomsday Machine de Bowser Jr. e o Bowser Final.

Novos itens[editar | editar código-fonte]

Novos power-ups estão presentes em Super Mario Galaxy 2:

  • Cloud Flower - permite Mario ou Luigi criarem plataformas de nuvens para que possam alcançar lugares altos da fase. Podem ser criadas somente três plataformas a cada vez que o jogador pega a flor de nuvem. O personagem perde o poder quando encosta na água.
  • Rock Mushroom - transforma Mario ou Luigi em uma pedra rolante, podendo liquidar alguns inimigos e quebrar algumas barreiras de pedra ou gelo nas galáxias.
  • Broca - permite Mario ou Luigi "cavarem" a terra e chegarem até o outro lado do planeta.
  • Dash Yoshi - faz Yoshi correr em alta velocidade, inclusive de ponta-cabeça, porém por tempo limitado.
  • Light Yoshi - fruta que faz com que Yoshi e o personagem possam visualizar a parte invisível do caminho que vem pela frente, mas somente por alguns segundos.
  • Balloon Yoshi - deixa Yoshi em formato de um balão e o faz voar para cima, com Mario ou Luigi pendurado sobre ele, por um certo tempo.

Os itens Fire Flower (poder temporário de fogo), Bee Mushroom, Boo Mushroom e Spring Mushroom, presentes no primeiro Super Mario Galaxy, também aparecem nesta versão. A Ice Flower, por sua vez, foi retirada.

Recepção[editar | editar código-fonte]

 Recepção
Críticas e Prêmios
Resenha crítica
Publicação Nota
Game Informer 9.25 de 10[1]
Famitsu 37 de 40[2]
GamePro 4.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svg[3]
Edge 10 de 10[4]
GamesRadar 10 de 10[5]
IGN 10 de 10[6]
GameSpy 4.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svg[7]
GameSpot 10 de 10 [8]
GameTrailers 9.7 de 10[9]
GamesRadar 10 de 10
1UP.com A[10]
Nintendo Power 9.5 de 10
Official Nintendo Magazine 97%[11]
Pontuação global
Publicação Nota média
Game Rankings 97.07%[5]
Metacritic 97 de 100[12]

Super Mario Galaxy 2 recebeu vários elogios de grandes críticos dos video games, recebendo uma nota perfeita de muitos críticos e uma média de 97.07% no GameRankings e 97/100 no Metacritic colocando-o como um dos jogos mais elogiados da crítica de todos os tempos.[5]

Super Mario Galaxy 2 recebeu notas perfeitas de: GameSpot (sétimo jogo da história do site a ter uma nova perfeita),[8] Edge,[4] IGN,[6] The Escapist,[13] GameTrailers,[9] X-Play,[14] Nintendo Life, GameShark, Eurogamer, Thunderbolt, Kombo, Destructoid, IGN UK, Eurogamer Portugal, The Guardian, Telegraph, Cubed3, Aussie-Nintendo, Eurogamer Spain, Eurogamer Italy, Joystiq, GamesTM, N-Europe, e Gamer Limit. A inovação do jogo foi muito elogiada, sendo considerado pela GameSpot e Edge como um jogo que redefine o padrão de jogos de plataforma.[8] [4] Para X-Play o jogo é o resultado da experiência de 20 anos de jogos de Mario postos em um jogo "fantasticamente concebido e criativo".[14] IGN que sentiu que o jogo "captura perfeitamente o charme dos videogames clássicos, sendo esse o motivo pelo qual muitos de nós começamos a jogar."[6] GameTrailers comentou que "há alguma coisa boa para quase qualquer pessoa e jogos que podemos realmente recomendar para quase qualquer um são raros."[9] Giant Bomb elogiou particularmente a melhora no design dos níveis, comentando que os designers foram mais ousados e mais abertos a tomar alguns riscos estranhos com os planetoides e plataformas abstratas que davam o tom no jogo Galaxy original.[15] enquanto que Wired comentou que o conceito dos níveis "poderia ser um jogo completo por si só".[16]

Apesar dos elogios nem todos concordaram com o grau de inovação, alguns críticos fizeram reclamações em relação a similaridade em comparação com o jogo original. Official Nintendo Magazine considerou o jogo como o 'novo melhor jogo do Wii', mas disse que faltou o impacto que o original causou (apesar deles admitirem que isso seja extremamente difícil por causa da qualidade do jogo original) e o The Escapist não achou que houve muita mudança na fórmula estabelecida, mas comentou num sentido positivo de que o melhor era mesmo não mudar.[13] Game Informer ficou preocupado que alguns dos desafios tivessem o potencial de serem frustrantes, principalmente mais para o final do jogo.[1] do mesmo modo, GamePro enfatizou que a maior dificuldade e o alto requisito de jogabilidade podem afastar alguns dos novos fãs.[3] Entretando, Worthplaying falou "perhaps most positively of all, há algumas poucas sequências em que a morte pode parecer ser resultado de um design falho ao invés do erro do jogador, o que ajuda a manter a frustração baixa."[17] A trilha sonora foi elogiada por 1UP.com como sendo "sweeping".[10] e os gráficos por GamesRadar dizendo que Galaxy soube aproveitar ao máximo a tecnologia do Wii mesmo com suas limitações, deixando quase todas as falhas gráficas mais suavez ou cobertas, fazendo do jogo o título para Wii com melhor visual até a data.[5]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Super Mario Galaxy 2 recebeu prêmios de Jogo do Ano 2010 da Nintendo Power, GamesMaster, Official Nintendo Magazine, Edge Magazine,[18] Games Magazine, Destructoid, Nintendojo, Guiness World Records (Gamers Edition 2011), Metacritic, e Game Rankings.[carece de fontes?]. O jogo foi nomeado Jogo do Ano do Wii pela IGN, [carece de fontes?] GameTrailers,[carece de fontes?] GameSpot,[carece de fontes?] Spike TV,[carece de fontes?] 1UP.com,[carece de fontes?] e muitos outros. Até dezembro de 2010, IGN nomeou Super Mario Galaxy 2 o jogo número 1 do Wii, superando o seu predecessor.

[carece de fontes?] Super Mario Galaxy 2 também foi indicado para "Best Video Game" no 2011 Kids' Choice Awards mas perdeu para Just Dance 2, apesar do Super Mario Galaxy 2 ter notas 30-50% maior.

Vendas[editar | editar código-fonte]

No Japão, Super Mario Galaxy vendeu 143.000 cópias no primeiro dia do lançamento e 340.000 na primeira semana,[19] cerca de 90.000 a mais que o primeiro Super Mario Galaxy vendeu na sua primeira semana.[20] Na América do Norte, o jogo vendeu 650.000 cópias durante o mês de Maio de 2010.[21] No Reino Unido, Super Mario Galaxy 2 foi o terceiro jogo de melhor venda entre os lançamentos multi plataforma e o de melhor venda exclusivos de uma plataforma, até a a semana de 26 de junho.[22]

Em 16 de julho de 2010, o jogo chegou a 1 milhão de cópias vendidas nos Estados Unidos.[23] , e em Abril de 2011 alcançou 6.36 milhões de vendas no mundo todo.[24]

Referências

  1. a b Helgeson, Matt (2010-05-19). Super Mario Galaxy 2: Mario Shines In Epic Sequel. Game Informer. Página visitada em 2010-05-22.
  2. http://www.1up.com/do/newsStory?cId=3179380
  3. a b PerLee, Ben (2010-05-21). Super Mario Galaxy 2. GamePro. Página visitada em 2010-05-22.
  4. a b c Review: Super Mario Galaxy 2. Edge (2010-05-06). Página visitada em 2010-05-18.
  5. a b c d Super Mario Galaxy 2 Reviews. Game Rankings. Página visitada em 2009-05-21.
  6. a b c Harris, Craig (2010-05-20). Super Mario Galaxy 2 Review. IGN. Página visitada em 2010-05-22.
  7. Scott, Ryan (2010-05-26). Review Super Mario Galaxy 2. GameSpy. Página visitada em 2010-05-31.
  8. a b c McShea, Tom (2010-05-22). Super Mario Galaxy 2 Review. Gamespot. Página visitada em 2010-05-22.
  9. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas GT
  10. a b Haywald, Justin (2010-05-21). Super Mario Galaxy 2 Review for the Wii. 1UP.com. Página visitada em 2010-05-22.
  11. Official Nintendo Magazine’s Galaxy 2 review is in
  12. Super Mario Galaxy 2. Metacritic. Página visitada em 2010-05-21.
  13. a b Arendt, Susan (2010-05-20). Review: Super Mario Galaxy 2. The Escapist. Página visitada em 2010-05-22.
  14. a b Pfister, Andrew (2010-05-21). Super Mario Galaxy 2 Review. G4tv.com. Página visitada em 2010-05-22.
  15. Super Mario Galaxy 2 Review. Giant Bomb (2010-05-21). Página visitada em 2010-05-22.
  16. Kohler, Chris (2010-05-21). Review: Brilliant Super Mario Galaxy 2 Is Full of Surprises. Wired. Página visitada em 2010-05-22.
  17. DeAngelus, Chris (2010-05-21). Wii Review - 'Super Mario Galaxy 2'. Worthplaying. Página visitada em 2010-05-22.
  18. http://www.computerandvideogames.com/article.php?id=281561
  19. Remo, Chris (2010-06-03). Super Mario Galaxy 2 Dominates Charts In Japanese Debut. Gamasutra. Página visitada em 2010-06-04.
  20. Sliwinski, Alexander (2007-11-08). Super Mario Galaxy sells 250K first week in Japan. Joystiq. Página visitada em 2010-06-04.
  21. Magrino, Tom (June 28, 2010). May sales rebound led by Red Dead Redemption - Analyst. GameSpot. Página visitada em 2010-06-31.
  22. Graft, Kris (June 28, 2010). Lego Harry Potter: Years 1-4 Ends Red Dead's Five-Week Run In UK. Gamasutra. Página visitada em 2010-06-31.
  23. Wii nears 30 million in US, Super Mario Galaxy 2 tops 1 million
  24. Supplementary Information about Earnings Release (pdf) pp. 10. Nintendo (2011-04-26). Página visitada em 2011-04-26.

Referências gerais[editar | editar código-fonte]