Supergigante azul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

As supergigantes azuis são estrelas supergigantes de classe O ou B.

Da esquerda para a direita: uma anã vermelha, o Sol, uma anã azul e R136a1. R136a1 não é a maior estrela conhecida em termos de volume, essa distinção pertence a VY Canis Majoris

São extremamente quentes e luminosas, com temperaturas à superfície entre 20.000 e 50.000K. Têm tipicamente de 10 a 50 massas solares e podem atingir um raio 25 vezes superior ao raio do Sol. Esse raro tipo de estrelas está entre as estrelas mais quentes e brilhantes conhecidas no Universo.

Por causa de suas grandes massas estas estrelas têm uma expectativa de vida relativamente baixa e são observadas principalmente em jovens estruturas cósmicas tais como aglomerados abertos, nos braços de galáxias espirais e em galáxias irregulares. Supergigantes azuis raramente são observadas nos núcleos de galáxias espirais, galáxias elípticas ou aglomerados globulares, que geralmente têm estrelas mais velhas.

Principais supergigantes azuis[editar | editar código-fonte]

Provavelmente a supergigante azul mais conhecida é Rigel, que com uma magnitude de 0,12 é a estrela mais brilhante da constelação de Orion. Sua luminosidade é 66.000 vezes maior que a do Sol e sua massa é de 20 massas solares. Outras supergigantes azuis conhecidas são Zeta Orionis, Alnilam e Saiph.

A tabela abaixo mostra as supergigantes azuis mais conhecidas.

Nome Tipo espectral Luminosidade (solar) Temperatura (K) Distância (anos-luz)
Rigel B8 Ia 66.000 11.000 910
Alnilam B0 Iab 375.000 25.000 1340
Zeta Orionis O9,5 Ib 100.000 31.000 800
Zeta Puppis[1] O5 Ia 360.000 42.000 970
Aludra B5 Ia 66.000 13.500 2000
Menkib B1 Ib 105.000 23.000 982
Eta Carinae WR pe 600.000 60.000 7.500

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. KALER, J.. Naos. Visitado em 8 de novembro de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre Estrelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.