Superintendência de Polícia Técnico-Científica (Goiás)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Superintendência de Polícia Técnico-Científica é o Órgão de Atividades Técnico-Científicas da Polícia do Estado de Goiás, conforme a Constituição Estadual goiana (art. 123 § 2º). Tem como função coordenar / planejar / executar as atividades relacionadas à Investigação Criminal Técnico-Científica do Estado através de suas respectivas Unidades. É desvinculada administrativamente da Diretoria Geral da Polícia Civil.

A Polícia Científica de Goiás é subordinada diretamente à Secretaria de Segurança Pública e Justiça e trabalha em estreita cooperação com as demais Polícias Estaduais.

A Polícia Científica de Goiás é composta por 03 Institutos (que funcionam na Capital):

Instituto de Criminalística Leonardo Rodrigues (IC/SPTC): responsável pela Perícia Criminal em locais de crimes / contravenções penais / atos infracionais, objetos relacionados, armas e munições, drogas, etc. O IC/SPTC, por sua vez, subdivide-se em 02 Coordenadorias, a de Perícias Externas (que funciona em regime de plantão, 24 horas por dia, com equipes que se deslocam aos cenários onde houve infração penal), e a de Perícias Internas (que funciona em regime de expediente, analisando objetos e amostras coletados nos cenários, ou encaminhados pelas Autoridades Policiais após apreensão).

Seções Internas do IC/SPTC:

Balística;

Laboratório Químico;

Laboratório de Biologia e DNA Forense;

Papiloscopia;

Evidências Diversas;

Informática;

Áudio e Vídeo;

Identificação Veicular;

Documentoscopia

Engenharia Legal e Meio Ambiente.

Instituto de Identificação (II/SPTC): responsável pela Identificação Civil (emissão da Carteira de Identidade) e Criminal (relativa aos presos encaminhados pelas Autoridades Policiais), Necropapiloscópica (identificação cadavérica com base em impressões papilares), emissão do Atestado de Antecedentes Criminais. No II/SPTC funciona ainda o terminal do AFIS (Automated Fingerprinting System), que opera em parceria com o DPF (Departamento de Polícia Federal).

Instituto Médico-Legal Aristoclides Teixeira (IML/SPTC): responsável pela Perícia Médico-Legal no vivo e no morto, realizando diuturnamente exames imprescindíveis na apuração de crimes contra a pessoa, contra a dignidade sexual, entre outros. No IML/SPTC funciona ainda o SAFOL (Seção de Antropologia Forense e Odontologia Legal), responsável pela identificação de ossadas humanas e de cadáveres carbonizados.

Além dos Institutos, a SPTC conta ainda com unidades estrategicamente posicionadas no território goiano, de modo a cobrir 100% da área do Estado, a saber:

1º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Aparecida de Goiânia

2º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Goiás

3º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Formosa

4º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Morrinhos

5º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Rio Verde

6º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Ceres

7º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Uruaçu

8º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Catalão

9º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Iporá

10º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Anápolis

11º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Jataí

12º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Itumbiara

13º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Quirinópolis

14º Núcleo Regional de Polícia Técnico-Científica de Luziânia

Cargos: a SPTC-GO é composta dos seguintes cargos efetivos:

Perito Criminal

Médico Legista

Odonto-Legista - Cargo criado pela Lei Estadual 15.490/2005

Papiloscopista Policial / Identificador* / Dactiloscopista* (Nomenclaturas antigas)

Auxiliar de Autópsia

Auxiliar de Laboratório

Fotógrafo Criminalístico

Desenhista Criminal


A SPTC dispõe ainda da Gerência de Ensino Policial Técnico-Científica, responsável pelos Cursos de Formação, e pelos treinamentos permanentes aos quais todos os Policiais Científicos goianos têm acesso. A GEPTC funciona ainda com estreita integração com as demais Gerências de Ensino da SAESP (Superintendência da Academia Estadual da Segurança Pública), ocorrendo permanente intercâmbio entre os membros de todas as Instituições Policiais goianas. Por fim, há ainda cursos oferecidos para a a sociedade em geral, como programas de treinamento para integrantes do SAMU (cursos como o de isolamento e preservação de local de crime), e para universitários em geral (programa "SPTC recebe a Universidade"), esse último visando a uma maior aproximação entre a Polícia e a comunidade acadêmica.

Mais informações: www.policiacientifica.go.gov.br [1]



POLÍCIA CIENTÍFICA DO ESTADO DE GOIÁS
Nome Completo Superintendência de Polícia Técnico-Científica do Estado de Goiás
Sigla SPTC
Subordinação SSPJ-GO
Direção Superior Superintendente de Polícia Técnico-Científica
Fundamento Legal Constituição Estadual - GO (art. 123 §§ 2º e 3º)
Sede Goiânia/GO
Website www.policiacientifica.go.gov.br

Ver também[editar | editar código-fonte]