Supino (gramática)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Abril de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete supino.

Em gramática, supino é uma forma verbo-nominal usada em alguns idiomas.

Latim[editar | editar código-fonte]

No latim existem dois tipo de supino: I e II. Elas são originalmente as formas verbo-nominais do acusativo e do dativo ou ablativo, respectivamente, da quarta declinação.

O supino I é geralmente usado como a quarta parte principal de verbos latinos e termina em -um. Ele indica finalidade e só pode ser usado com verbos de movimento.

Gladiatores adfuerunt pugnatum. (Os gladiadores vieram para lutar.)
Legati gratulatum cubitumque venerunt. (Os mensageiros vieram para parabenizar e dormir.)

O supino II pode ser usado com adjetivos, mas é raramente utilizado. Apenas poucos verbos usam-no tradicionalmente. É derivado do dativus finalis, que expressa finalidade, ou do ablativus respectivus, que indica "a respeito de que". Sua terminação é a mesma do supino I menos o -m final.

Puer difficilis doctu (criança difícil de ser educada)

Em outros idiomas[editar | editar código-fonte]

Fora do latim, o supino é uma forma verbal não-finita cujo uso assemelha-se ao uso do supino latino.

O supino no inglês é simplesmente o infinitivo (a forma comum do verbo) introduzida pela partícula to.

No romeno, o supino geralmente corresponde a "serve para".

Această carte este de citit. (Este livro é para ler.)

O supino no esloveno é usado após verbos de movimento. Ele era usado no proto-eslavo, mas foi substituído mais tarde pelo infinitivo na maioria das línguas eslavas. No checo, a desinência -t (antigamente -ti) provém do supino.

No sueco, o supino é usado com um verbo auxiliar para produzir algumas formas verbais compostas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.