Surtees

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Reino Unido Surtees
Nome completo Surtees Racing Organisation
Sede Edenbridge,  Reino Unido
Chefe de equipe Reino Unido John Surtees
Diretor técnico Reino Unido Len Terry
Pilotos
Chassis
Motor Ford V8
Pneus Firestone, Goodyear
Histórico na Fórmula 1
Estréia Flag of South Africa 1928-1994.svg GP da África do Sul, 1970
Último GP Canadá GP do Canadá, 1978
Corridas concluídas 119 (118 largadas)
Campeã de construtores 0 (7° lugar em 1973
Campeã de pilotos 0
Vitórias 0
Pole Position 0
Voltas rápidas 4
Pontos 53
Posição no último campeonato
(1978)
13º (1 ponto)

A Surtees Racing Organization foi uma equipe inglesa de automobilismo que competiu no campeonato mundial de Fórmula 1 entre os anos de 1970 e 1978. A equipe participou também dos campeonatos de Fórmula 2 e Fórmula 5000 .

História[editar | editar código-fonte]

A Surtees foi formada por John Surtees, três vezes campeão de motos na categoria 500 cc e campeão mundial de Fórmula 1 em 1964, com o objetivo de competir em 1966 na então criada CanAm series (competição para carros esportivos). Naquele ano, John foi campeão da CanAm como piloto, e a equipe ganhou o título de construtores. Em 1969, a equipe participou do campeonato de Fórmula 5000, vencendo cinco das doze corridas, novamente com John ao volante do carro.

O próximo passo foi participar da Fórmula 1, o que aconteceu em 1970, depois de uma fracassada temporada de John no ano anterior ao volante de um BRM. A equipe foi patrocinada inicialmente pela British Petroleum e ganhou seus primeiros pontos no Grande Prêmio do Canadá daquele ano.

Em 1971, Surtees contratou Rolf Stommelen como seu segundo piloto, e contou com diversos pilotos no volante de um terceiro carro, entre eles Mike Hailwood, também um ex-campeão de motociclismo. Hailwood foi responsável pelo primeiro pódio da equipe, no Grande Prêmio da Itália de 1972, temporada em que John já havia se aposentado como piloto e na qual a equipe terminou na nona colocação entre os construtores.

Em 1973, a equipe ganhou o reforço do brasileiro José Carlos Pace e passou a contar com apenas dois carros - o outro ficou com Hailwood. O terceiro lugar de Pace na Áustria e o quarto na Alemanha foram os únicos pontos conseguidos pelo time na temporada. Em 1974, Jochen Mass substituiu Hailwood, que fora para a McLaren, e Pace abandonou a equipe no meio da temporada, sendo substituído por Derek Bell. O quarto lugar de Pace no Grande Prêmio do Brasil deu os únicos pontos daquele ano à equipe, que não conseguiu assim ficar entre os "top ten" dos construtores.

Em 1975, com sérias dificuldades financeiras, a Surtees não conseguiu fazer nenhum ponto, com John Watson como único piloto. Na temporada seguinte, John conseguiu um polêmico patrocínio da empresa de preservativos Durex. A equipe contou com o futuro campeão Alan Jones, que conseguiu situar-se três vezes na zona de pontos. O segundo piloto, Brett Lunger, não teve a mesma sorte.

Em 1977, Jones saiu para a Shadow e a equipe uma vez mais ficou limitada a um carro competitivo, conduzido pelo italiano Vittorio Brambilla, que também conseguiu pontuar por três vezes, porém o segundo carro era alugado, tendo como pilotos naquele ano, Hans Binder, Patrick Tambay, Hector Rebaque e Vern Schuppan. Em 1978, mesmo com os recorrentes problemas financeiros, a equipe conseguiu adicionar um segundo carro, pilotado por Briton Rupert Keegan. A falta de resultados (Apenas dois sextos lugares em Anderstop e Ostrreichring) e a contusão que Brambilla sofreu no acidente que vitimou Ronnie Peterson piorou ainda mais a situação da Surtees, que deixou a categoria pouco antes da temporada de 1979 apesar de ter fechado com os pilotos Elje Eigh e Beppe Gabbiani e também já tendo construído o protótipo para a temporada. O carro foi ainda utilizado durante aquele ano em algumas corridas da série British Aurora (ex-Fórmula 5000) antes da equipe ser fechada em definitivo.

Estatísticas da Equipe[editar | editar código-fonte]

  • GPs disputados: 119
  • Vitórias: 0
  • Poles: 0
  • Pódios: 2
  • Pontos: 54
  • Voltas mais rápidas: 3
  • Voltas na liderança: 9

Pilotos que passaram pela equipe[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Outras equipes criadas por ex-campeões mundiais:

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Referências[editar | editar código-fonte]

  • Hodges, David. A-Z of Formula Racing Cars 1945-1990, MBI Publishing Company, 1990. ISBN 1-901432-17-3