Swapping

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Março de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Swapping é uma técnica aplicada à gerência de memória, onde o sistema escolhe um programa residente que é levado da memória para o disco (swap out), retornando posteriormente para a memória principal como se nada tivesse ocorrido. Quando o programa tiver que ser executado novamente, então ele é novamente carregado para a memória principal (swap in). Esta operação pode até causar o swap out de um outro programa.

Problemas: Ineficiência em função do tempo gasto em cada carregamento.

Solução: Implementação no Hardware dos computadores para permitir que a relocação seja realizado durante a execução do programa.

Vantagens:

  • maior compartilhamento da memória;
  • maior throughput;
  • eficiente.

Desvantagens:

  • elevados custos das operações de entrada e saída.