Sweet Child o' Mine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Sweet Child O' Mine)
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações.
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
"Sweet Child o' Mine"
Single de Guns N' Roses
do álbum Appetite for Destruction
Lado B "It's So Easy" (US)
"Out Ta Get Me" (UK)
Lançamento 1988
Formato(s) Vinil (7", 12")
Cassete
CD
Gravação 1987
Gênero(s) Hard rock
Duração 5:56
Gravadora(s) Geffen
Composição Axl Rose
Slash
Izzy Stradlin
Produção Mike Clink
Cronologia de singles de Guns N' Roses
Último
Último
"Welcome to the Jungle"
(1987)
"Nightrain"
(1988)
Próximo
Próximo
Amostra de áudio
informação do ficheiro · ajuda

"Sweet Child o' Mine" é uma canção da banda norte-americana de hard rock Guns N' Roses, lançada no seu álbum de estréia Appetite for Destruction de 1987. A canção foi o primeiro single dos Guns N' Roses a atingir o primeiro lugar na Billboard Hot 100, durante duas semanas em Setembro de 1988.

A sua principal característica é o riff inicial feito pelo então guitarrista da banda Slash que, juntamente com a voz de Axl Rose, fez com que "Sweet Child O' Mine" obtivesse uma sonoridade inconfundível e se transformasse num dos grandes hits do final do século XX.

A música surgiu por acidente. Slash, Duff e Izzy estavam sentados na sala de estar perto da lareira (eles não tinham tv), onde Slash se encontrava tocando a introdução de "Sweet Child O' Mine", enquanto Izzy e Duff tocavam os acordes por trás dela. Axl estava no andar de cima, em seu quarto, e ao ouvi-los, começou a escrever a letra. Slash classificava aquela sequência de guitarra como um "exercício pessoal meio idiota", mas para sua surpresa, no dia seguinte, quando estavam ensaiando no Burbank Studios (fazendo uma pré-produção), Axl quis que tocassem novamente o que estavam tocando na noite anterior. Logo, ela se transformou em uma música, e ao ser lançada fez o maior sucesso. Alguns dizem que Izzy fez a música com a ajuda de Slash, e outros falam que Axl a fez para Erin Everly, sua namorada na época.

A "doce criança" a que se refere a canção é Erin Everly, namorada de Axl na época e sua futura esposa, a quem ele chegou a oferecer metade dos royalties da música, alegando que nunca poderia ter composto a letra sem ela como inspiração. Erin aparece no videoclipe de "Sweet Child o' Mine", onde os membros da banda tocam o single em um teatro abandonado. Diversas outras namoradas dos membros do Guns N' Roses aparecem no videoclipe, além do cão de Izzy Stradlin logo no início. Existe uma versão alternativa desse videoclipe com imagens diferentes e a metragem inteiramente preta e branca.

Foi feita uma edição mais curta da canção para o videoclipe da MTV e para as estações de rádio, onde foram cortadas algumas partes dos solos de guitarra, inclusive do tão famoso riff inicial, passando a música de 5:56 minutos para 4:20. Isso gerou a ira dos membros do grupo, incluindo Axl Rose, que fez o seguinte comentário para a revista Rolling Stone em 1989: "Eu odiei a edição que fizeram em "Sweet Child o' Mine". As estações de rádio me disseram: "Bem, seus vocais não serão cortados", mas a minha parte preferida da canção era exatamente os solos de guitarra. Não havia razão para que tivessem diminuido a música, exceto por quererem abrir mais espaço para os anúncios publicitários e com isso os proprietários das rádios faturarem mais dólares."

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • "Sweet Child O' Mine" ficou na 37ª colocação da lista dos 100 melhores solos de guitarra, pela revista Guitar World.
  • Na revista Rolling Stone, a música se encontra na 196ª posição entre as 500 maiores canções de todos os tempos.
  • 1ª posição na lista da revista Total Guitar por ter o mais famoso riff da história do rock.
  • Considerada a melhor canção feita em 1987, de acordo com o website Acclaimed Music.
  • 7ª posição entre as "100 Melhores Músicas dos anos 80".
  • Sheryl Crow venceu o 42º Grammy em 1999 na categoria Melhor Vocal de Rock Feminino com sua versão de Sweet Child O'Mine.

Aparições na mídia[editar | editar código-fonte]

  • Essa canção pode ser tocada no jogo Guitar Hero II.
  • Em 2008, foi incluída na trilha sonora do filme O Lutador; mas devido ao pequeno orçamento disponível, o cantor e compositor Axl Rose cedeu o uso da música sem que fosse necessário qualquer pagamento.
  • No filme Quase irmãos, também de 2008, Sweet Child o' Mine é cantada pela família de Derek durante um passeio de carro.
  • Um cover do single feito por Sheryl Crow, foi incluído no filme O Paizão, de 1999. É uma cena em que Sonny Colfax (Adam Sandler) fica pensando em sua "doce criança".
  • No trailer do Filme "A última casa" pode-se ouvir Sweet Child O' Mine.
  • No filme O Paizão o hit é tocado em diversas partes do filme, em uma dessas partes quem canta é Sheryl Crow, nos créditos no final do filme o hit também é tocado.
  • A cantora Fergie interpretou a canção junto à Slash, durante um medley do grupo Black Eyed Peas no Super Bowl do dia 06 de fevereiro de 2011.
  • O humorista Marcelo Adnet fez uma paródia da música no Programa do Jô, programa da Rede Globo. Marcelo Adnet, fez essa paródia na voz do Empresário e Apresentador de TV Silvio Santos
  • Em 2014, no programa Esquenta, os sambistas Péricles e Alcione cantaram a música, na versão original.[1]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]

  1. globotv.globo.com/ Versatilidade! Péricles canta "Sweet Child Of Mine"