Sword of Vermilion

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sword of Vermilion é um RPG publicado e feito com a colaboração da Sega em 1989 para Mega Drive/Genesis. É o primeiro jogo exclusivo para consoles projetado por Yu Suzuki.

História[editar | editar código-fonte]

Sword of Vermilion é sobre a aventura do filho do Rei Erik, cujo objetivo é derrotar Tsarkon e livrar o mundo de Vermilion das forças do mal.

Na cidade de Excalabria os povos foram cuidar de seus negócios, e tenderam a ir para o campo. Um dia, uma guerra se iniciou lá, já que o exército do rei-mago Tsarkon cercou toda a cidade. O povo da cidade foi oprimido. O castelo do Rei Erik V estava sendo consumido por chamas. Assim, o rei chamou o seu soldado de maior confiança, Blade, e confiou a ele seu filho e o tesouro de sua família, o Anel da Sabedoria, e ordenou que ele se salvasse, enquanto o castelo queimava. Blade viajou aé uma pequena cidade chamada Wyclif, aonde ele se estabeleceu e criou a criança como seu próprio filho. Dezoito anos depois, quando Blade vê a morte se aproximando, conta toda a verdade a seu filho adotivo, e assim é dado início à aventura.

A Espada de Vermilion(Sword of Vermilion) torna-se a espada mais poderosa no final do jogo. O filho do Rei Erik salva o mundo e assim cumpre a profecia dos videntes de Malaga.

Modo de Jogo[editar | editar código-fonte]

O jogo envolve diferentes vistas para cada situação, e modo de batalha diferenciado, para que não ficasse igual aos RPGs da época.

Nas cidades, temos aquela vista aérea típica dos RPGs, como em Shining Force, Final Fantasy, entre outros. Apertando C, você tem acesso a um menu com diversas ações, como conversar, abrir baús, pegar itens, status, entre outros.

Nas batalhas, você o campo por uma das laterais, como nas batalhas de Final Fantasy, com a diferença de serem batalha em tempo real, onde você pode atacar e usar sua magia previamente equipada. Não há menus aqui.

Quando estiver na estrada, em cavernas, ou outros lugares(exceto cidades) você terá uma visão em primeira pessoa, com uma vista aérea miniaturizada da área no canto superior direito, e seus status na parte inferior da tela, um pouco parecido com Phantasy Star ou Dragon Quest.

Quando em batalha com um chefe, você é posto numa tela como se fosse um jogo de plataforma.

Crítica[editar | editar código-fonte]

A duração de Sword of Vermilion era um tanto curta, comparado aos RPGs da época. Podemos dizer que a Sega o produziu para manter o 'momento' RPG logo após o lançamento de Phantasy Star II, em 1989. Sword of Vermilion foi o principal RPG lançado durante a campanha Genesis does what Nintendon't (Mega Drive faz o que o Super Nintendo não faz, em português). O anúncio prometia 300 horas de duração do jogo, mas até mesmo novatos conseguem terminá-lo em 20 horas ou menos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]