Sylvia Kristel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sylvia Kristel
Sylvia Kristel em 1973
Nascimento 28 de setembro de 1952
Utrecht,  Países Baixos
Morte 17 de outubro de 2012 (60 anos)
Amsterdam, Países Baixos
Ocupação Atriz, diretora, modelo
Outros prêmios
Tribeca Film Festival

Melhor curta-metragem/menção especial do júri - Topor et Moi (2006)

IMDb: (inglês)
Sylvia Kristel no Festival de Cannes, em 1990

Sylvia Kristel (Utrecht, 28 de setembro de 1952 - Amsterdã, 17 de outubro de 2012) foi uma atriz, diretora e modelo holandesa, mais conhecida pelo filme erótico Emmanuelle.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou seu trabalho como modelo aos 17 anos mas inicialmente planejava ser professora.

Tornou-se conhecida mundialmente interpretando a personagem principal na série de filmes eróticos Emmanuelle.

No Brasil a atriz fez o ensaio fotográfico de lançamento da revista Status, em agosto de 1974[2] .

Em 2001, Sylvia teve um pequeno papel em Perdoe-me, o filme de estréia do polêmico cineasta holandês Cyrus Frisch.

Em 2004, fez sua estréia como diretora com o curta-metragem Topor et Moi, que recebeu o prêmio de melhor curta-metragem - menção especial do júri no Festival de Cinema de Tribeca, em 2006.

Intitulada de Nua, originalmente Undressing Emmanuelle, sua autobiografia conta a história de alguém que lidou com a fama, o álcool, a cocaína, exploração, luxos, casamentos e ainda lutou contra um câncer. No final de sua vida, Silvia Kristel se dedicou a pintar quadros vivendo modestamente em Amsterdã.

Em julho de 2012 a atriz sofreu um AVC, sendo internada em Amsterdã em estado crítico. A atriz, que sofria há alguns anos de problemas de saúde, estava fazendo uma nova sessão de tratamento contra um câncer na garganta, que se estendeu depois a um pulmão, diagnosticado há dez anos.[3] Viria a morrer em outubro do mesmo ano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Sylvia Kristel em 2007
Como atriz
Como diretora

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Estados Unidos Tribeca Film Festival

  • Melhor curta-metragem - menção especial do júri: 2006[4]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.