systemd

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
systemd
Autor Lennart Poettering, Kay Sievers
Desenvolvedor Lennart Poettering, Kay Sievers e outros
Lançamento 30 de março de 2010 (4 anos)
Versão estável 213 (28 de maio de 2014; há 16 semanas e 6 dias)
Escrito em C[1]
Sistema operativo Linux
Gênero(s) daemon init
Licença LGPL 2.1+ (software livre)
Tamanho ~2.5 MB
Página oficial freedesktop.org/.../systemd/
systemd componentos

Em computação, systemd é um substituto para a daemon init do Linux (System V ou estilo BSD). Seu objetivo é fornecer um framework melhor para expressar dependências de serviços, permitir que mais trabalho seja feito concorrentemente (possivelmente em paralelo) na inicialização do sistema e reduzir a sobrecarga do shell. O nome vem da convenção de sufixos do Unix para os nomes de daemons do sistema (processos que executam em plano de fundo), em inglês system daemons.[2]

systemd inicializa uma plataforma, mas também serve para consolidar o registro de eventos e pode substituir o syslog. Devido ele substituir dois sistemas administrativos, para administradores de sistema isto significa que o número de mecanismos internos do kernel que ele trata oferece uma curva de aprendizado excessiva.

O systemd é mantido por Lennart Poettering e Kay Sievers, com muitos outros contribuintes.[3] Ele é publicado como um software livre sob os termos da GNU Lesser General Public License versão 2.1 ou superior.

Referências

  1. "systemd", Analysis Summary (Ohloh), http://www.ohloh.net/p/systemd, visitado em 2011-06-16 
  2. Lennart Poettering, Kay Sievers, Thorsten Leemhuis (2012-05-08), Control Centre: The systemd Linux init system, The H, http://h-online.com/-1565543, visitado em 2012-09-09 
  3. "README", systemd (freedesktop.org), http://cgit.freedesktop.org/systemd/systemd/tree/README, visitado em 2012-09-09