Tú alfagra land mítt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mítt alfagra land, também chamado de "Tú alfagra land mítt" é o hino das Ilhas Feroé. A letra é de Símun av Skarði (1872-1942) e a música é de Peter Alberg (1885-1940).

Letra[editar | editar código-fonte]

Em feroês[editar | editar código-fonte]

Mítt Alfagra land
Tú alfagra land mítt, mín dýrasta ogn!
á vetri so randhvítt, á sumri við logn,
tú tekur meg at tær so tætt í tín favn.
Tit oyggjar so mætar, Gud signi tað navn,
sum menn tykkum góvu, tá teir tykkum sóu.
Ja, Gud signi Føroyar, mítt land!
Hin roðin, sum skínur á sumri í líð,
hin ódnin, sum týnir mangt lív vetrartíð,
og myrkrið, sum fjalir mær bjartasta mál,
og ljósið, sum spælir mær sigur í sál:
alt streingir, ið tóna, sum vága og vóna,
at eg verji Føroyar, mítt land.
Eg nígi tí niður í bøn til tín, Gud:
Hin heilagi friður mær falli í lut!
Lat sál mína tváa sær í tíni dýrd!
So torir hon vága - av Gudi væl skírd -
at bera tað merkið, sum eyðkennir verkið,
ið varðveitir Føroyar, mítt land!

Tradução para português[editar | editar código-fonte]

Hino nacional Feroês
Minha terra, a mais linda, mais querida das possessões,
Atrais-me a vós, abraçando-me de perto;
Calmaria no Verão, de neve coberta no Inverno,
Ilhas magníficas, por Deus chamadas de Queridas.
O nome que os homens lhes deram quando as descobriram,
Oh, Deus vos abençoe, minha terra, Feroés.
Clarão brilhante, que no verão torna os cumes das montanhas tão belos;
Áspera tempestade que no Inverno desespera os homens;
Ó vida a tomar a tempestade, ó conquista da alma,
todos fazendo doce música que une o todo.
Cada um esperando e confiando, inspirando-nos a todos,
Para vos guardar, ó Feroés, minha terra.
Eis que então, ajoelho-me perante vós, Deus, em oração,
Possa o meu quinhão ter paz, e vós poupar-me,
A minha alma pura; em glória; peço que abençoes,
Quando levanto o estandarte e enfrento a adversidade.
O sinal do meu trabalho, possa ser erguido,
Para vos guardar, ó Feroés, minha terra.