TC 2000

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Turismo Competición 2000, ou simplesmente TC 2000, é ao lado da Turismo Carretera uma importante categoria de automobilismo da Argentina e é considerada a melhor da América do Sul[1] . É disputada por equipes oficiais de grandes marcas como Ford, Toyota, Honda, Chevrolet e Renault cada qual trazendo seus respectivos modelos de carros de rua modificados.Entre os pilotos que disputam a categoria estão os ex-pilotos de Formula 1 Esteban Tuero e Norberto Fontana, além de alguns veteranos do automobilismo argentino.

Milhares de pessoas asistem a corrida da TC2000 no circuito de rua de Santa Fe na Argentina.

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros anos[editar | editar código-fonte]

A TC 2000 foi criada em 1979 com 5 corridas e foi vencido por Osvaldo Cocho Lopez com um Peugeot 504. Inicialmente os carros vinham de tração traseira e os motores chegavam a 2000 cm³.Os carros que disputavam a temporada inicial eram Dodge 1500, Ford Taunus, Opel K-180 e Fiat 125. No ano seguinte, com o campeonato estabelecido a nível nacional, o Volkswagen 1500 subtituiu o Dodge 1500. Jorge Omar del Río foi o campeão daquele ano e viria a conquistar o titulo também nos 2 anos seguintes. Em 1983, a hegemonia de Del Rio é quebrada e o titulo da TC 2000 passa a ser de Ruben Luis Di Palma. A temporada de 1984 foi dominada pela equipe Herceg onde o piloto Mario Gayraud se sagrou campeão com um Ford Taunus.Também foi marcada pela consolidação da Renault na categoria com Jorge Serafini e Rodolfo Zuain. A partir daí, a tração dianteira passou a ser introduzidas nos carros da TC 2000 obrigando uma mudança no regulamento.

A Era Traverso/Renault[editar | editar código-fonte]

Juan María Traverso é até hoje o maior campeão da TC 2000.O piloto ganhou 7 campeonatos(1986, 1988, 1990, 1991, 1992 e 1993) sendo que 6 deles foi com um Renault Fuego e ainda foi vice-campeão em outras três temporadas.Em 1985 perdeu para Ruben Daray, em 1987 para Silvio Outra e em 1989 para o seu companheiro de equipe, a Berta, Miguel Ángel Guerra. Entre as montadoras, a Renault foi a que mais venceu nesse periodo, conquistando o título 8 vezes consecutivos de 1986 a 1993.

corrida da TC 2000 em Curitiba, Brasil.

História Recente[editar | editar código-fonte]

Em 1996 Ernesto Bessone se sagrou campeão pilotando um Ford Escort, em um temporada especial pois foi a única em que teve corridas com paradas de Pit Stop. Em 1997 novas regras foram postas em prática:os motores passaram a ser de 16 válvulas e 280 HP e as corridas passaram a serem disputadas aos domingos. Este regulamento durou até o ano 2000. Em 2000, o regulameneto é mudado com corridas a cada fim de semana com percurso de 130 Km ou no máximo 1 hora. Atualmente a TC 2000 é considerada uma das categorias mais importantes da América do Sul e do Mundo.A maioria de suas corridas são disputadas na Argentina além de uma etapa disputada em Curitiba, Brasil. Futuramente, paises como Chile e Uruguai também receberão provas da TC 2000. O principal evento da TC 2000 são os 200 Km de Buenos Aires, onde participam pilotos de todas as partes do mundo.

Campeões da TC 2000[editar | editar código-fonte]

Ano Piloto Carro Equipe
1979 Osvaldo Cocho Lopez Peugeot 504
1980 Jorge Omar Del Río Volkswagen 1500 Pianetto Competición
1981 Jorge Omar Del Río Volkswagen 1500 Pianetto Competición
1982 Jorge Omar Del Río Volkswagen 1500 Pianetto Competición
1983 Ruben Luis Di Palma Volkswagen 1500 Di Palma Competición
1984 Mario Gayraud Ford Taunus Herceg Competición
1985 Ruben Daray Ford Sierra Akel Competición
1986 Juan María Traverso Renault Fuego Berta Sport
1987 Silvio Oltra Renault Fuego Benavidez Competición
1988 Juan María Traverso Renault Fuego Berta Sport
1989 Miguel Ángel Guerra Renault Fuego Berta Sport
1990 Juan María Traverso Renault Fuego Berta Sport
1991 Juan María Traverso Renault Fuego Berta Sport
1992 Juan María Traverso Renault Fuego Berta Sport
1993 Juan María Traverso Renault Fuego Berta Sport
1994 Guillermo Maldonado Volkswagen Gol VW YPF Motorsport
1995 Juan María Traverso Peugeot 405 Peugeot Sport
1996 Ernesto Bessone Ford Escort Esso Competición
1997 Henry Martin Ford Escort Zetec Ford YPF Berta Motorsport
1998 Omar Martínez Honda Civic Honda Team Pro Racing
1999 Juan Manuel Silva Honda Civic Honda Team Pro Racing
2000 Daniel Cingolani Ford Escort Zetec Ford Repsol YPF Berta Motorsport
2001 Gabriel Ponce de León Ford Escort Zetec Ford Repsol YPF Berta Motorsport
2002 Norberto Fontana Toyota Corolla Toyota Team Argentina
2003 Gabriel Ponce de León Ford Focus Ford YPF Berta Motorsport
2004 Christian Ledesma Chevrolet Astra Chevrolet Pro Racing
2005 Gabriel Ponce de León Ford Focus Ford YPF Berta Motorsport
2006 Matias Rossi Chevrolet Astra Chevrolet Elaion Pro Racing
2007 Matias Rossi Chevrolet Astra Chevrolet Elaion Pro Racing
2008 José María López Honda Civic Honda Petrobras
2009 José María López Honda Civic Honda Petrobras

Carros da TC 2000[editar | editar código-fonte]

Em 2009, dez automóveis de oito marcas diferentes participam da competição. [2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências