TTA

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde novembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
The True Audio Format
Extensão do arquivo .tta
Desenvolvido por Alexander Djourik
Tipo de formato Compressão sem perda de dados
Arquivador de Áudio
Arquivado por TTA codec

TTA (abreviação de The True Audio) é um codec de áudio sem perdas de qualidade (lossless audio codec) desenvolvido por Alexander Djourik para ser o codec de codificação de áudio lossless mais rápido entre seus concorrentes. Uma música de 10 minutos pode ser codificada entre 3 a 4 segundos e ser decodificada em 1 segundo. Se encontra na versão 3.4.1.

Possui uma taxa de compressão variada, podendo ultrapassar a taxa de compressão do formato FLAC ou ser ultapassado pelo mesmo. O formato suporta tanto multicanais de áudio quanto altas resoluções (8, 16, 24 e 32 Bits) e altas frequências, fazendo com que seja recomendado para extração de faixas de áudio em DVD-Audio. Suporta Replay Gain, Seeking e Error handling, mas não suporta RIFF chunks, como a maioria de seus concorrentes.

Comprime CDs de áudio entre 20% a aproximadamente 75% dependendo da quantidade de frequências altas a música contiver, pois quanto menor a quantidade de frequências altas em uma música, maior a sua compressão independentemente do formato lossless utilizado.

O formato não possui opções de nível de compressão, podendo utilizar somente um nível de compressão, ou seja, sua flexibilidade é ruim. Apresenta baixo suporte de hardware. Existem alguns firmwares para aparelhos de DVD que lêem o formato TTA nativamente.

O formato é suportado por vários players como o Windows Media Player, XXMS, VCL Player, Media Player Classic, KM Player, entre outros desde que seja instalado um pacote de codecs que contenha o decodificador de TTA e em outros players como o Winamp e Foobar 2000 desde que seja incorporados plugins de decodificação. O formato possui filtros de decodificação/codificação no DirectShow.

O codec também pode ser usado para codificar áudio em arquivos de áudio (.mka) e vídeo (.mkv) do container Matroska.

O formato é Open source, assim como o FLAC, Monkey's Audio e WavPack e tem seu uso livre, podendo ser usado em softwares e jogos sem a necessidade de se pagar Royalties ao seu criador.

Ver também[editar | editar código-fonte]

=Ligações externas[editar | editar código-fonte]