TV Bandeirantes Mato Grosso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de TV Cidade Verde (Cuiabá))
Ir para: navegação, pesquisa
Band Mato Grosso
Televisão Cidade Verde S/A
Cidade de concessão Cuiabá, MT
Canais
12 analógico
41 digital
Rede Band
Pertence a Rede Cidade Verde
Proprietário Luiz Carlos Beccari
Fundação 12 de outubro de 1991 (22 anos)
Prefixo ZYQ 721
Cobertura Grande Cuiabá
Redes anteriores SBT
Nome(s) anteriore(s) TV Cidade Verde
Página oficial http://www.bandmt.com.br/

A Band Mato Grosso, também conhecida como Band MT, TV Cidade Verde, TV CV ou simplesmente CV, é uma emissora de televisão brasileira, afiliada à Rede Bandeirantes, com sede em Cuiabá, Capital do Mato Grosso.

É a emissora da Rede Cidade Verde com maior abrangência no estado e está presente em 80% do Estado, cobrindo os 101 municípios e os 5 distritos matogrossenses.

A emissora foi afiliada ao SBT durante 18 anos, de 1991 até dia 16 de maio de 2009, quando o dono da rede, Luiz Carlos Beccari, anunciou no dia 15 de maio, a afiliação com a Rede Bandeirantes.

O principal programa local da emissora é o Mato Grosso Urgente, apresentado por Luizinho Magalhães - de segunda a sexta, ao meio-dia.

História[editar | editar código-fonte]

A emissora foi inaugurada em 1991, retransmitindo a programação do SBT diretamente da cidade de São Paulo. Nos anos 1990, a emissora dividia a vice-liderança com a TV Rondon que retransmitia a Manchete, embora enfrentasse a concorrência com outras emissoras, consolidando a vice-liderança no final da década e metade da década de 2000.

Ao mesmo tempo, instala emissoras no interior do estado, passando cobrir 40% do estado na época. Porém, a emissora se afiliou-se de imediato ao SBT e não a Band, pois as 12 emissoras eram afiliadas ao SBT, nas mesmas localidades que estavam presentes a TV Cidade Verde.

A partir de 2004, a TV Cidade Verde tentou formar a Rede Cidade Verde e ampliar a programação local, o que gerou problemas com Silvio Santos, proprietário do SBT.

Em 2006, a emissora faz cobertura sobre o Escândalo das Ambulâncias, que mais tarde passa ser conhecida como Escândalo dos Sanguessugas, gerando matérias diárias para os telejornais do SBT como o Jornal do SBT Manhã, SBT Brasil e o Jornal do SBT.

Após implantar seu canal digital por definitivo em 2013 a TV Cidade Verde (Cuiabá) foi nomeada como Band Mato Grosso.

Rompimento com SBT[editar | editar código-fonte]

No dia 15 de maio de 2009, em entrevista exclusiva ao Romilson Dourado, Beccari anunciou o rompimento do contrato da afiliação de 18 anos com SBT, após a rede se recusar, durante cinco anos, a formar uma rede regional que transmitiria com exclusividade o sinal SBT no Mato Grosso.[1] O empresário criticou o tratamento que o apresentador Silvio Santos proprietário do SBT dá as suas afiliadas, como também a programação ser instável e sujeitas a modificações constantes, ao contrário das outras redes:[1]

“No SBT fiquei cinco anos tentando construir uma rede e não consegui, porque não há uma política da empresa que priorize esse tipo de projeto. Nós temos nove emissoras no interior, e agora chegaremos com o novo canal as 101 cidades do Estado.”, explicou o empresário.

A última exibição das imagens do SBT em Cuiabá foi após o término da sessão de filme Tela de Sucessos, quando passa a ser exibido o Jornal da Noite, da, gravado pela emissora.[2] Com a mudança de rede, a Cidade Verde de Cuiabá se alinhou com suas outras emissoras no interior do estado.[1]

Antes das mudanças de dois canais, uma semana antes, ocorreram essas especulações, incluindo a curiosa reforma repentina na fachada da emissora que aparecia o logo SBT que foi pintada de branco.[1] [3] Porém, o empresário optou por se manifestar apenas após a conclusão dos negócios,[3] através ao RD News.[1]

Após três meses de negociações secretas lideradas pelo Beccari,[1] o Canal 12 passou a exibir a programação da Band e o Canal 8, que retransmitia a Band, passa a gerar grade da Igreja Mundial do Poder de Deus.[3] As mudanças nas transmissoras da Capital fazem parte de um projeto de Beccari de criar uma rede televisiva que chegue a todos os municípios de Mato Grosso, expansão hoje limitada pelo SBT.[3]

No dia 19 de maio, o SBT divulgou nota em que admite que a emissora deixou a rede:

Cquote1.svg Comunicamos que a TV Cidade Verde de Cuiabá, estado Mato Grosso, deixou de integrar o SBT, desde último sábado 16/05/09. Nos próximos 60 dias nosso sinal será restabelecido nas localidades cobertas pela TV Cidade Verde, a qual tomou a decisão de se desligar da SBT, pois gostaria de ter exclusividade em toda cobertura do Mato Grosso, o que obrigaria o SBT a desfiliar 12 emissoras espalhadas pelo estado e que já operam com o SBT há muitos anos. O respeito que temos com nossos afiliados e também pelos nossos compromissos, nos fez concordar com a decisão tomada pela TV Cidade Verde. Cquote2.svg
Site do SBT

A mudança de bandeira causou muita repercussão pelo país, pois o SBT simplesmente saiu fora do ar, já que após o rompimento da TV Cidade Verde tornou-se a única capital brasileira sem nenhuma afiliada da rede, limitando-se apenas a TV por assinatura local e nacional SKY ou por antenas parabólicas.[4]

Afiliação com a Rede Bandeirantes[editar | editar código-fonte]

Na madrugada do dia 16 de maio, após o fim do filme na Tela de Sucessos, a emissora passou a exibir a programação da Band, enquanto a TV Brasil Oeste, antiga retransmissora da Band, afiliou-se à Rede 21.

Retransmissoras[editar | editar código-fonte]

Todas as retransmissoras que a Rede Cidade Verde detinha no interior do estado pertencem ao SBT, assim que houve a troca de afiliação a emissora passou a utilizar as retransmissoras da TV Brasil Oeste também pertence a família Baccari.

Assalto[editar | editar código-fonte]

No dia 28 de Janeiro de 2009, a emissora foi invadida por 456 criminosos que tentaram assaltar a sede da emissora, ao darem entrada da emissora, após assaltarem várias pessoas e trocarem tiros com a polícia. Os policiais também invadiram a emissora e houve nova troca de tiros e prenderam os criminosos. A ação foi flagrada pelo circuito interno da entrada e saída de veículos da emissora e foi exibida reportagem tanto pela emissora quanto pela Band.[5]

Morre Luis Carlos Beccari[editar | editar código-fonte]

O empresário Luiz Carlos Saraiva Beccari (59) morreu na madrugada de segunda-feira, 04 de agosto de 2014 em São Paulo, onde passava por um tratamento de saúde. Beccari era empresário do ramo de comunicação em Mato Grosso e proprietário do Grupo Cidade Verde, que tinha como uma das empresas a afiliada da Rede Bandeirantes no estado.

Beccari estava internado no Hospital São José, em São Paulo, em um tratamento contra a leucemia. Ele deixou esposa e quatro filhas.

Referências

  1. a b c d e f Romilson Dourado (15 de maio de 2009, 21:22). TV Cidade Verde vai pra Band e SBT fica com TV Rondon (em português) RD News.. Página visitada em 15-05-2010.
  2. Segundo pesquisas de horário realizada em sites de emissoras de TVs.
  3. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Di.C3.A1rio_de_Cuiab.C3.A1
  4. Romilson Dourado (18 de maio de 2009, 15:15). Cuiabá é hoje a única capital sem sinal aberto do SBT RD News. Página visitada em 15-05-2010.
  5. Jornal da Band, 22 de setembro de 2009

Ligações externas[editar | editar código-fonte]