TV Jovem Palmas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV Jovem Palmas
Sistema de Comunicação do Tocantins S/A
Próximo a antiga TV Girassol, Palmas
Cidade de concessão Palmas, Tocantins
Canais
7 VHF analógico
18 UHF (em implantação) digital
Outros canais Analógico:
6 - Paraíso do Tocantins
9 - Guaraí
12 - Porto Nacional
Digital (em implantação):
42 - Guaraí
Slogan A nova imagem do Tocantins
Rede Rede Record
Fundador João Flávio
Pertence a Grupo Jovem de Rádio e Comunicação
Presidente João Flávio
Fundação 11 de outubro de 2000 (13 anos)
Redes anteriores SBT
Página oficial www.tvjovem.web262.uni5.net/

A TV Jovem Palmas é uma emissora de televisão brasileira instalada na cidade de Palmas, capital do Estado do Tocantins. Opera no canal 7 VHF e é afiliada da Rede Record.

História[editar | editar código-fonte]

SBT[editar | editar código-fonte]

Inaugurada 11 de outubro de 2000, A TV Jovem Palmas entrava no ar pelo canal 11 VHF, anteriormente ocupado pela TV Rio Formoso, afiliada à Rede Globo. A emissora passa a ser afiliada ao Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

A emissora contava com muitos programas locais, como o Tocantins Urgente (inicialmente apresentado por Waldemar Júnior, e mais tarde, por Alysson Lima), Agenda Médica e Saúde Bucal (apresentados por Lúbia Araújo) e Juventude Gospel (apresentado por Merian Silva), além dos programas Aceleração e Espaço Livre. Após deixar o SBT, a TV Jovem Palmas passa a exibir outros programas, como o Esporte Mais, o jornalístico Tempo Real, Programa Nogueira Júnior e o Olhar Digital na Construção Civil.

Em 9 de junho de 2006, a TV Jovem Palmas, juntamente com as emissoras em Palmas (RedeTV!, TV Central, TV Gênesis e Rede Boas Novas Palmas, hoje Boas Novas Palmas) são condenadas pelo ministro Cesar Asfor Rocha, corregedor-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por terem deixando de transmitir parcialmente, a propaganda partidária do Partido Democrático Trabalhista (PDT).[1]

O partido conseguiu a vitória, depois que convenceu o TSE que as cinco emissoras de TV em Palmas e de cidades tocantinenes manipularam politicamente seu programa partidário semestral, com edições da propaganda no dia 8 de maio, quando as emissoras tocantinenses boicotaram a exibição, apesar de terem recebido cada um, a fita contendo a gravação do programa com antecedência superior a 24 horas, não programaram a exibição.[1]

O TSE reconheceu a má-fé das emissoras, pois a TV Jovem Palmas, que editou a fita do programa partidário do PDT, deixando de transmitir seus quatro minutos e meio iniciais; e as quatro emissoras que não exibiram a totalidade do programa. O direito dos partidos políticos a um programa em cadeia estadual a cada semestre é assegurado pelos Artigos 46 e 49 da Lei dos Partidos Políticos (Lei 9.096), visando preservar a igualdade de acesso ao rádio e à televisão. O ministro Cesar Asfor Rocha, determinou no mesmo dia da condenação, que as emissoras de TV transmitam, no dia 28 de junho, o programa do PDT.[1]

TV Jovem Palmas fora do ar em 2007[editar | editar código-fonte]

Em 1º de abril de 2007, a TV Jovem Palmas saiu do ar, juntamente com o SBT na região.[2]

O motivo pela saída do ar da emissora foi por causa que a concessão do Canal 11 da emissora que repetia a programação do SBT, foi vendida no final de março para a TV Rio Formoso, da Organização Jaime Câmara, parceiro da Rede Globo em regiões de Tocantins.[2]

A emissora pertente ao Grupo Siqueira Campos (que ocupou o canal 7 VHF, anteriormente ocupado pela TV Girassol, afiliada da Rede Bandeirantes no estado).

Em 2 de abril, o SBT passa ser exibidos através das emissoras TV Serra do Carmo (Canal 9 de Palmas) e TV Porto (Canal 10 de Porto Nacional, a 60 km de Palmas).[2]

Após a venda do Canal 11, no período de abril de 2007 até dezembro de 2007, a TV Jovem Palmas ficou fora do ar.

Rede Record[editar | editar código-fonte]

Em 7 de dezembro de 2007, a TV Jovem Palmas retorna ao ar, mas no Canal 7 e afiliada à Rede Record. Nesta época o slogan era: "A melhor programação, no melhor canal da cidade.".

A antiga afiliada da Record no estado, a TV Lajeado, é extinta e o canal 2 VHF, ocupado pela emissora, passa a integrar a TV Girassol, até meados de 2008, quando a TV Girassol também foi fechada e o canal 2 passou a ser ocupado pela Rede Família. A Rede Bandeirantes, após a extinção da TV Girassol, ficou fora do ar por alguns meses, mas retornou ao ar, ainda em 2008, pelo canal 4 VHF, a TV Bandeirantes Palmas.

Emissoras da Rede Jovem[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Public Propaganda e Marketing (14 de junho de 2006, 08:37:53). TSE determina exibição do programa do PDT. A Notícia Tocantins. Página visitada em 28-09-2010.
  2. a b c Flávio Ricco (Canal 1) (3 de abril de 2007, 1:34). Troca-troca. O Povo. Página visitada em 28-09-2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Precedido por
TV Anhanguera
Canal 11 VHF de Palmas
2000 a 2007
Sucedido por
Sem Sinal (2007 a 2008)
Barras de Cor (2008 a 2009)
TV Rio Formoso (2009)
Precedido por
TV Girassol Palmas
Canal 7 VHF de Palmas
Desde 2007
Sucedido por
 —