TV Jovem Palmas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV Jovem Palmas
Sistema de Comunicação do Tocantins S/A
Próximo a antiga TV Girassol, Palmas
Cidade de concessão Palmas, Tocantins
Canais
7 VHF analógico
18 UHF (em implantação) digital
Outros canais Analógico:
6 - Paraíso do Tocantins
9 - Guaraí
12 - Porto Nacional
Digital (em implantação):
42 - Guaraí
Slogan Se tem Tocantins, tem TV Jovem no ar
Rede Rede Record
Fundador João Calabari Costa
Fundação 11 de outubro de 2000 (14 anos)
Redes anteriores SBT
Página oficial www.tvjovem.web262.uni5.net/

A TV Jovem Palmas é uma emissora de televisão brasileira instalada na cidade de Palmas, capital do Estado do Tocantins. Opera no canal 7 VHF e é afiliada da Rede Record.

História[editar | editar código-fonte]

SBT[editar | editar código-fonte]

Inaugurada 11 de outubro de 2000, A TV Jovem Palmas entrava no ar pelo canal 11 VHF, anteriormente ocupado pela TV Rio Formoso, afiliada à Rede Globo. A emissora passa a ser afiliada ao Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

A emissora contava com muitos programas locais, como o Tocantins Urgente (inicialmente apresentado por Waldemar Júnior, e mais tarde, por Alysson Lima), Agenda Médica e Saúde Bucal (apresentados por Lúbia Araújo) e Juventude Gospel (apresentado por Merian Silva), além dos programas Aceleração e Espaço Livre. Após deixar o SBT, a TV Jovem Palmas passa a exibir outros programas, como o Esporte Mais, o jornalístico Tempo Real, Programa Nogueira Júnior e o Olhar Digital na Construção Civil.

Em 9 de junho de 2006, a TV Jovem Palmas, juntamente com as emissoras em Palmas (RedeTV!, TV Central, TV Gênesis e Rede Boas Novas Palmas, hoje Boas Novas Palmas) são condenadas pelo ministro Cesar Asfor Rocha, corregedor-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por terem deixando de transmitir parcialmente, a propaganda partidária do Partido Democrático Trabalhista (PDT).[1]

O partido conseguiu a vitória, depois que convenceu o TSE que as cinco emissoras de TV em Palmas e de cidades tocantinenes manipularam politicamente seu programa partidário semestral, com edições da propaganda no dia 8 de maio, quando as emissoras tocantinenses boicotaram a exibição, apesar de terem recebido cada um, a fita contendo a gravação do programa com antecedência superior a 24 horas, não programaram a exibição.[1]

O TSE reconheceu a má-fé das emissoras, pois a TV Jovem Palmas, que editou a fita do programa partidário do PDT, deixando de transmitir seus quatro minutos e meio iniciais; e as quatro emissoras que não exibiram a totalidade do programa. O direito dos partidos políticos a um programa em cadeia estadual a cada semestre é assegurado pelos Artigos 46 e 49 da Lei dos Partidos Políticos (Lei 9.096), visando preservar a igualdade de acesso ao rádio e à televisão. O ministro Cesar Asfor Rocha, determinou no mesmo dia da condenação, que as emissoras de TV transmitam, no dia 28 de junho, o programa do PDT.[1]

TV Jovem Palmas fora do ar em 2007[editar | editar código-fonte]

Em 1º de abril de 2007, a TV Jovem Palmas saiu do ar, juntamente com o SBT na região.[2]

O motivo pela saída do ar da emissora foi por causa que a concessão do Canal 11 da emissora que repetia a programação do SBT, foi vendida no final de março para a TV Rio Formoso, da Organização Jaime Câmara, parceiro da Rede Globo em regiões de Tocantins.[2]

A emissora pertente ao Grupo Siqueira Campos (que ocupou o canal 7 VHF, anteriormente ocupado pela TV Girassol, afiliada da Rede Bandeirantes no estado).

Em 2 de abril, o SBT passa ser exibidos através das emissoras TV Serra do Carmo (Canal 9 de Palmas) e TV Porto (Canal 10 de Porto Nacional, a 60 km de Palmas).[2]

Após a venda do Canal 11, no período de abril de 2007 até dezembro de 2007, a TV Jovem Palmas ficou fora do ar.

Rede Record[editar | editar código-fonte]

Em 7 de dezembro de 2007, a TV Jovem Palmas retorna ao ar, mas no Canal 7 e afiliada à Rede Record. Nesta época o slogan era: "A melhor programação, no melhor canal da cidade.".

A antiga afiliada da Record no estado, a TV Lajeado, é extinta e o canal 2 VHF, ocupado pela emissora, passa a integrar a TV Girassol, até meados de 2008, quando a TV Girassol também foi fechada e o canal 2 passou a ser ocupado pela Rede Família. A Rede Bandeirantes, após a extinção da TV Girassol, ficou fora do ar por alguns meses, mas retornou ao ar, ainda em 2008, pelo canal 4 VHF, a TV Bandeirantes Palmas.

Emissoras da Rede Jovem[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Public Propaganda e Marketing (14 de junho de 2006, 08:37:53). TSE determina exibição do programa do PDT A Notícia Tocantins. Visitado em 28-09-2010.
  2. a b c Flávio Ricco (Canal 1) (3 de abril de 2007, 1:34). Troca-troca O Povo. Visitado em 28-09-2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Precedido por
TV Anhanguera
Canal 11 VHF de Palmas
2000 a 2007
Sucedido por
Sem Sinal (2007 a 2008)
Barras de Cor (2008 a 2009)
TV Rio Formoso (2009)
Precedido por
TV Girassol Palmas
Canal 7 VHF de Palmas
Desde 2007
Sucedido por
 —