TV Pajuçara Agreste-Sertão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV Pajuçara Agreste-Sertão
TV Pajuçara Ltda.
Cidade de concessão Arapiraca, AL
Canais
9 analógico
Rede Rede Record
Pertence a Sistema Pajuçara de Comunicação
Fundação 20 de julho de 2006 (8 anos)
Cobertura Centro de Alagoas (+ ou - 30% de Alagoas)
Redes anteriores SBT
Página oficial http://pajucara.com/tv/

A TV Pajuçara Agreste-Sertão, também conhecida como TV Pajuçara Agreste, ou TV Pajuçara Sertão, ou apenas TV Pajuçara, é uma retransmissora de televisão brasileira situada em Arapiraca, em Alagoas. É afiliada à Rede Record.

A emissora faz parte do Pajuçara Sistema de Comunicação, que foi criada em 1992 em Maceió, na época como afiliada do SBT, inaugurada em 20 de julho de 2006. Hoje a emissora de Maceió é afiliada à Record.

História[editar | editar código-fonte]

A TV Pajuçara tinha planos de expandir sinal no interior de Alagoas para ser afiliada ao Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), já no fim dos anos 90 e solicitou ao Ministério das Comunicações para abrir o canal em Arapiraca, a segunda maior população do Estado. Até então, a região da cidade era assistido por retransmissoras de TVs e antenas parabólicas. Com isso, a emissora iniciou o processo de interiorização para alcançar 98% dos lares alagoanos.

No dia 20 de julho de 2006,[1] é inaugurada a emissora, retransmitindo sinal da mesma emissora em Maceió, mas que normalmente exibe propagandas e programas locais em Arapiraca e região.[1] Também foi inaugurada a Rádio 101,9 FM, também pertencente do grupo.[1] A rede transmitida pela TV era o SBT.

Em 23 de julho, três dias depois de inaugurada, a TV Pajuçara de Maceió, passou a transmitir a programação da Rede Record, como também a de Arapiraca.

No dia 20 de julho de 2007, ocorreu comemorações de 1 ano da TV Pajuçara Agreste-Sertão.[1]

Pajuçara Sistema Comunicação (PSCOM)[editar | editar código-fonte]

Ao longo dos anos, na busca de novos horizontes e de conquistar um número cada vez maior de alagoanos, outras empresas se integraram, a exemplo da 103 FM e do Pajuçara Eventos. Surgiu então o Pajuçara Sistema de Comunicação, um grupo de empresas com espaço destacado nas comunicações do Estado de Alagoas.

Acompanhando o perfil de público da TV Pajuçara, a 103 FM focou como alvo os ouvintes que gostam das músicas que sempre estão nas listas das mais ouvidas. A música regional e os artistas alagoanos têm espaço garantido na programação, além do maior espaço dedicado ao jornalismo.

O Pajuçara Eventos é responsável por eventos de grande importância como o Prêmio Guerreiros da Criação, MaxiMídia Sat e o Pajuçara Management, que desde 2002 traz para Alagoas os melhores palestrantes na área de management do País.

Em 2006, o Pajuçara Sistema de Comunicação intensificou sua atuação no interior de Alagoas com a chegada da Rádio 101,9 FM e a TV Pajuçara Agreste-Sertão (canal 9), todos situados em Arapiraca. A emissora de TV produz programas locais, tornando-se nova afiliada da Record.

Campeonato Alagoano de Futebol (2007/2014)[editar | editar código-fonte]

Após 7 anos de parceria com a Federação Alagoana de Futebol (FAF), a TV Pajuçara, emissora pioneira na transmissão do campeonato estadual, transmitido desde 2007, perde os direitos de exibição do Campeonato Alagoano de Futebol na TV. Sem qualquer aviso prévio, no dia 19 de dezembro, a (FAF) quebra acordo que permitiria a transmissão até 2015, como informou a própria TV Pajuçara. Na manhã do mesmo dia, o portal (Gazetaweb) da Organização Arnon de Mello (OAM), informou que a TV Gazeta passaria a transmitir o campeonato com exclusividade em TV aberta. No fim de noite do dia 19 de dezembro, o (PSCOM), através do portal TNH1, divulga nota se posicionando em relação a tudo isso, ( leia a Nota Oficial ), a TV Pajuçara expôs sua indignação ao que foi feito pela (FAF), que de maneira suspeita, desrespeitosa e sem qualquer aviso prévio, vende a transmissão do futebol pra TV Gazeta de Alagoas, através de acordo feito com a (OAM).

  • Há quem diga, que a TV Gazeta apenas quis se vingar da concorrente, pelo fato da TV Pajuçara ter tirado dela, sua principal apresentadora, a jornalista Gilka Mafra.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d TV Pajuçara comemora um ano de agreste, Primeira Edição, 20 de julho de 2007, 15:49

Ligações externas[editar | editar código-fonte]