TV Record Rio Grande do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de TV Record Porto Alegre)
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2014).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
TV Record RS
Rede Record de Televisão
Televisão Guaíba Ltda.
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Brasil
Tipo Empresa privada
Canais
02 VHF analógico
21 UHF e 2.1 Virtual digital
Outros canais 05 VHF (Pinheiro Machado)
13 VHF (Santa Cruz do Sul, Osório e Torres)
22 UHF (Sapiranga)
32 UHF (Itaqui e Bento Gonçalves)
Sede Bandeira de Porto Alegre (RS).svg Porto Alegre, RS
Rua Corrêa Lima, 2222 - Santa Tereza
Slogan Do jeito que o povo gosta
Rede Rede Record
Fundador Edir Macedo
Pertence a Central Record de Comunicação
Proprietário Edir Macedo
Acionista(s) Edir Macedo (90%)
Ester Bezerra (10%)
Presidente Luiz Cláudio Costa
CNPJ 87.185.468/0001-86
Fundação 1 de julho de 2007 (6 anos)
Prefixo ZYB 622
Cobertura Estado do Rio Grande do Sul
Nome(s) anteriore(s) TV Guaíba
Potência 25 kW
Página oficial TV Record RS

TV Record Rio Grande do Sul (também conhecida como TV Record RS) é uma emissora de televisão brasileira sediada em Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul. Opera nos canais 2 VHF e 21 UHF digital, e é uma emissora própria da Rede Record. Fundada em 2007, a TV Record RS surgiu a partir da compra da antiga TV Guaíba e os demais veículos de comunicação do Sistema Guaíba-Correio do Povo, pela Central Record de Comunicação. Seus estúdios ficam localizados no bairro de Santa Tereza, e sua antena de transmissão está no alto do Morro da Polícia.

História[editar | editar código-fonte]

Embora a TV Record de São Paulo já tenha sido transmitida durante a gestão de Paulo Machado de Carvalho pela extinta TV Difusora de Porto Alegre, a primeira transmissão da Rede Record para o Rio Grande do Sul ocorreu em 14 de novembro de 1996, pelo canal 18 UHF de Porto Alegre, uma concessão dada à Rádio e Televisão Record S/A para retransmissão de TV na capital gaúcha.

Rede Pampa[editar | editar código-fonte]

Entrada da sede da Record RS.

Em 30 de novembro de 1997, a TV Pampa, canal 4 VHF de Porto Alegre, terminou a afiliação que tinha com a Rede Manchete. A Rede Record passou a ser transmitida pela TV Pampa e a Rede Manchete ficou no ar pelo canal 48 UHF até a sua extinção, em 1999. A concessão do canal 18 foi utilizada para a retransmissão da extinta Rede Mulher, também de propriedade de Edir Macedo.

Em 2003, a Record deixou de ser transmitida pela TV Pampa, pois esta afiliou-se à RedeTV!.[1] Por este motivo, a Rede Record voltou a ser retransmitida pelo canal 18 UHF.[2] Foi analisada a possibilidade de fazer afiliação com a TV Guaíba,[3] mas a diretoria da emissora gaúcha descartou esta possibilidade, pois queria manter seu caráter local.[4] Em março do mesmo ano, a afiliação da Pampa com a RedeTV! foi cancelada por divergências entre as duas empresas.[5] A TV Pampa voltou a transmitir no mês seguinte o sinal da Rede Record.[5]

Em 1º de novembro de 2003, a Rede Record passou a ser transmitida também no interior do estado, pelas outras emissoras da Rede Pampa de Comunicação: TV Pampa Sul, de Pelotas, TV Pampa Centro, de Santa Maria e TV Pampa Norte, de Carazinho, que eram afiliadas ao SBT.[6]

Em 21 de fevereiro de 2007, foi anunciado o fim da afiliação com a TV Pampa de Porto Alegre, devido à compra da TV Guaíba pela Rede Record.[7]

TV Guaíba[editar | editar código-fonte]

A TV Guaíba foi fundada em 10 de março de 1979 por Breno Caldas em Porto Alegre, RS. Transmitida pelo canal 2, cobria a Grande Porto Alegre e alguns municípios do interior gaúcho.

Em 1984, a Companhia Jornalística Caldas Júnior faliu por dificuldades financeiras. Dois anos depois, as empresas integrantes do conglomerado foram adquiridas pelo empresário e economista Renato Bastos Ribeiro, que instaurou o Sistema Guaíba-Correio do Povo.

Alguns destaques da programação da emissora foram: o jornalista Flávio Alcaraz Gomes com o seu programa Guerrilheiros da Notícia, Clovis Duarte com o Câmera 2, o médico e jornalista Abraão Winogron com o Medicina e Saúde, José Silvas com o Atividade, Marley Soares com o Palavra de Mulher e Luiz Carlos Reche com o Cadeira Cativa.

Venda para a Rede Record[editar | editar código-fonte]

Em 21 de fevereiro de 2007, o diretor-administrativo do Sistema Guaíba-Correio do Povo, Carlos Bastos Ribeiro, irmão de Renato, anunciou que a emissora de TV, juntamente com as rádios Guaíba AM e FM, haviam sido vendidas à Rede Record por R$ 100 milhões.[8] No mês seguinte, em 12 de março, Carlos Ribeiro confirmou também a venda do jornal Correio do Povo ao mesmo grupo.[9] [10] Na negociação, além da publicação do periódico, foi incluída a sua sede: o Edifício Hudson,[11] situado na Rua Caldas Júnior, centro de Porto Alegre, além das operações de internet e as gráficas do grupo (uma na capital e duas no interior gaúcho).

O executivo da Record e bispo da Igreja Universal Jerônimo Alves Ferreira foi apresentado oficialmente como novo presidente do Sistema Guaíba-Correio do Povo na manhã de 16 de março.[12] [13] Ele também era, na época, diretor-presidente do jornal Hoje em Dia, de Belo Horizonte,[12] pertencente ao Grupo Record.[14] [15] As rádios e TV Guaíba passaram oficialmente ao comando da Record no dia 20 de março.[13]

Extinção da TV2 Guaíba e estreia da Record RS[editar | editar código-fonte]

Placa da Rede Record na sede da Record RS.

Com a mudança de controle da emissora gaúcha, a Rede Record elaborou um plano de investimento no canal 2, que envolveu a instalação de equipamentos de última geração, construção de uma moderna newsroom e cooptação de profissionais especializados na área técnica, comercial e jornalística.

A RBS TV, TV Pampa, TV Bandeirantes e SBT perderam vários de seus profissionais para a Record RS. A então emissora afiliada à Rede Record em Porto Alegre, TV Pampa, teve o contrato de afiliação na capital rescindido, e afiliou-se novamente à RedeTV!.

No interior do estado, a Rede Record continuou sendo transmitida através das outras três emissoras da Rede Pampa de Comunicação. O contrato com a Rede Pampa no interior gaúcho continuaria até o final do ano de 2009, mas foi rompido em junho de 2008.[16]

O último programa exibido pela TV Guaíba foi o Musical.[17] Minutos antes da 0h do dia 1º de julho de 2007, a TV2 Guaíba exibiu seu tradicional clipe de encerramento com imagens do Rio Grande do Sul ao som de uma versão instrumental de Gauchinha Bem Querer, canção composta por Tito Madi. Após o encerramento, entrou no ar um slide com a contagem regressiva para a inauguração da Record RS, que trazia a seguinte mensagem: "Vem aí a TV dos Gaúchos".[18] Durante a contagem regressiva foram tocadas músicas orquestradas, assim como as que eram tocadas pela Guaíba FM.

Record RS[editar | editar código-fonte]

A TV Record Rio Grande do Sul entrou no ar às 12h do dia 1º de julho de 2007,[19] um domingo, apresentando um programa especial com reportagens da Rede Record sobre o Rio Grande do Sul, transmitido apenas para as regiões cobertas anteriormente pela TV Guaíba. O primeiro programa de rede nacional exibido pelo canal 2 e suas retransmissoras foi o Tudo É Possível, na época apresentado por Eliana.

No dia 2 de julho de 2007, segunda-feira, os apresentadores dos programas Rio Grande no Ar, Balanço Geral e Rio Grande Record entraram no ar em seus respectivos horários para descrever cada uma das atrações. Às 20h, o Jornal da Record, além da apresentação de São Paulo, com Celso Freitas, teve apresentação de Porto Alegre, com André Haar, âncora do Rio Grande Record, e Adriana Araújo, que veio de São Paulo especialmente para o lançamento da nova redação da Rede Record no Sul do Brasil.[20] A programação local estreou na terça-feira, 3 de julho.

Dos programas exibidos pela antiga TV2 Guaíba, o único que permaneceu no canal 2 foi o Motor Show, apresentado por Renato Rossi. Em outubro de 2008, o programa deixou a Record RS e foi transferido para a Band RS.

Fim da afiliação com a Rede Pampa[editar | editar código-fonte]

Torre da TV Record RS no Morro da Polícia. Esta mesma torre foi utilizada pela antiga TV Guaíba.

Em 2008, a TV Pampa Centro, TV Pampa Norte e TV Pampa Sul, que pertencem a Rede Pampa de Comunicação, passaram a adotar o nome Record, retransmitindo para suas regiões de cobertura, programas gerados pela Record RS. As emissoras passaram a se chamar, respectivamente, TV Record Santa Maria, TV Record Carazinho e TV Record Pelotas.[16]

Depois de uma divergência entre os diretores da Rede Pampa e os executivos do Grupo Record, causada pelo uso de retransmissoras sem autorização e por irregularidades nas cláusulas do contrato que mudavam os nomes, as emissoras voltaram a utilizar seus nomes originais. A Rede Record rescindiu o contrato com a TV Pampa. Com isso, a TV Nativa, canal 18 UHF de Pelotas, que era afiliada ao SBT, passou a transmitir o sinal da Rede Record na região.[21]

Investimento na qualidade do sinal em Porto Alegre[editar | editar código-fonte]

Em 31 de maio de 2008, a Record RS passou a operar com um novo transmissor alemão, localizado no Morro da Polícia. O investimento foi de R$ 650 mil.[22]

Em outubro de 2008, a emissora iniciou uma promoção que consistiu em instalar antenas receptoras de TV aberta nas casas dos 100 primeiros porto-alegrenses que nela estivessem cadastrados, sem custo algum, visando a uma melhora de sua imagem nas regiões onde o sinal da Record RS era mais fraco.[23]

Em 2 de dezembro de 2009, transmitiu pela primeira vez seu sinal digital através do canal 21 UHF. O filme Tropa de Elite, exibido pela Rede Record no dia 10 de dezembro, foi a primeira produção gerada em alta definição a ser transmitida pelo canal.

Programação[editar | editar código-fonte]

Além da programação nacional da Rede Record, a Record RS, produz programas locais, principalmente versões locais dos jornalistícos da Rede Record. Seu jornalismo é focado na população. Localmente gera os seguintes programas:

Programas Apresentador
Direto da Redação Simone Santos
Rio Grande no Ar André Haar
Balanço Geral Alexandre Mota
Rio Grande Record Rafael Rocha

Até o início de 2012, Farid Germano Filho trabalhava na emissora apresentado o Rio Grande Record, mas pediu demiss]ao da emissora, logo depois foi contratado pela TV Pampa, já no final do mesmo ano. [24] . Luiz Carlos Reche que apresentava o Esporte Record, foi demitido e o seu programa foi cancelado, ele continua na Rádio Guaíba do mesmo grupo. [25] .

A TV Record também gera localmente o desenho animado A Turma do Pica-Pau e a programação regional da Igreja Universal do Reino de Deus, transmitida durante a madrugada.

Referências

  1. Coletiva.net: TV Pampa deixa a Record pela RedeTV! (13/11/2002)
  2. Coletiva.net: Record terá sucursal em Porto Alegre (20/11/2002)
  3. Coletiva.net: Record analisa fazer rede com a Guaíba (27/11/2002)
  4. Coletiva.net: Guaíba nega parceria com a Record (04/02/2003)
  5. a b Coletiva.net: TV Pampa volta a ser afiliada da Rede Record (31/03/2003)
  6. Coletiva.net: Record formaliza adesão da Rede Pampa no RS (14/10/2003)
  7. Direito a Comunicação: Rede Record compra rádios e TV Guaíba (22/02/2007)
  8. Coletiva.net: Rádios e TV Guaíba foram vendidas para a Igreja Universal (21/02/2007)
  9. Coletiva.net: Correio do Povo também foi vendido (12/03/2007)
  10. GAZ: Além de rádio e TV, Record compra também o Correio do Povo (13/03/2007)
  11. Litoralmania: Correio do Povo é vendido para a Igreja Universal (13/03/2007)
  12. a b Coletiva.net: Executivo da Record assume presidência do sistema Guaíba-Correio (16/03/2007)
  13. a b Comunique-se: Record assume grupo de comunicação gaúcho (20/03/2007)
  14. Grupo Record põe a venda jornais "Correio do Povo" e "Hoje em Dia - Na Telinha, 29 de setembro de 2009
  15. Grupo Record põe a venda jornais "Correio do Povo" e "Hoje em Dia" - Adnews, 29 de setembro de 2009
  16. a b Coletiva.net: Record RS amplia cobertura do sinal no interior (07/03/2008)
  17. Correio do Povo - Televisão (30/06/2007)
  18. Unisinos: Figuras de Tempo Seta em Panoramas Televisivos
  19. Correio do Povo: Record estreia com muita informação (01/07/2007)
  20. Correio do Povo: Entra no ar o telejornalismo da Record RS (03/07/2007)
  21. Coletiva.net: Rede Record rescinde contrato com a TV Pampa (13/06/2008)
  22. Coletiva.net: Grupo Record RS investe na qualidade do sinal da TV (02/06/2008)
  23. NaTelinha: Record RS distribui antenas de graça para seus telespectadores (10/10/2008)
  24. Farid Germano Filho deixa a Rede Record || [1]
  25. Luiz Carlo Reche deixa a Rede Record [2]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre TV Record Rio Grande do Sul

Ver também[editar | editar código-fonte]


Precedido por
TV Guaíba
Canal 02 VHF de Porto Alegre
2007-presente
Sucedido por
-