TV Tropical (Natal)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
TV Tropical
Sistema Tropical de Comunicação
Tropical Comunicação Ltda.
Natal, Rio Grande do Norte
Brasil
Tipo Empresa privada
Canais
08 VHF analógico
32 UHF e 8.1 Virtual digital
Outros canais 18 (Cabo Natal)
11 VHF (Mossoró)
Sede Bandeira de Natal.svg Natal, RN
Avenida Romualdo Galvão, 973 - Lagoa Seca
Slogan Se tem Rio Grande do Norte, tem TV Tropical no ar
Rede Rede Record
Fundador Tarcísio Maia
Pertence a Rede Tropical
Proprietário José Agripino Maia
Antigo proprietário Tarcísio Maia (1987-1988)
Presidente Felipe Maia
CNPJ 10.702.082/0001-70
Fundação 31 de outubro de 1987 (26 anos)
Prefixo ZYB 563
Cobertura 88% do Rio Grande do Norte
Redes anteriores Rede Manchete (1987-1997)
Potência 20 kW
Página oficial TV Tropical

TV Tropical é uma emissora de televisão brasileira sediada em Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte. Opera nos canais 8 VHF e 32 UHF digital e é afiliada à Rede Record. Pertence a Rede Tropical, grupo de comunicação que também controla as rádios CBN Natal e Mix FM Natal, além de várias rádios no interior do estado. Seus estúdios estão localizados no bairro de Lagoa Seca, enquanto sua antena de transmissão está no Parque das Dunas, no Tirol.

Opera com o transmissor mais potente do estado (20 kW), possui grade de programação mais ampla e é a única que trabalha exclusivamente com câmeras e VTs digitais, mas não dispõe de uma unidade móvel, como suas concorrentes. Apresenta em sua grade diversos programas, jornalísticos e de entretenimento, a maioria produzida em seus próprios estúdios e uma pequena parte por produtores independentes.

História[editar | editar código-fonte]

A TV Tropical entrou no ar em 31 de outubro de 1987, sendo afiliada à Rede Manchete.

Antes da emissora entrar no ar, o político Tarcísio Maia, já havia ganhado concessão da geradora de TV no canal 8 no Governo Sarney e construído a sede da futura emissora.

No entanto, o Canal 8 já estava no ar antes do surgimento da TV Tropical, pois era apenas retransmissora do sinal da TV Jornal (afiliada à Rede Bandeirantes) desde 1985 através de enlaces (ou links) de transmissão de torres das repetidoras mantidas pela emissora. Em 1987, quando a TV Jornal passou ser afiliada ao SBT, o Canal 8 passou apenas repetir sinal da Bandeirantes, pois o SBT já tinha como afiliada a TV Ponta Negra, para evitar que a cidade receba sinal de duas emissoras afiliadas à mesma rede, transmissão que durou até a chegada da TV Tropical.

Sua história é marcada desde o início pela forte influência política no conteúdo de sua programação. Ainda hoje são freqüentes as inserções de pronunciamentos inteiros de seus proprietários (senador José Agripino Maia e o deputado Felipe Maia), além das inúmeras reportagens em que ambos são protagonistas ou partícipes. Também são comuns as matérias e comentários desfavoráveis aos adversários políticos, contrariando a própria legislação aplicável às concessões de televisão. Por serem parlamentares, seus proprietários não poderiam possuir concessão de TV.

No final de 1996, até então restrita apenas na Grande Natal, iniciou projeto de expansão de seu sinal, chegando-se à cidade de Mossoró.

Em 1º de novembro de 1997, trocou a Rede Manchete pela Rede Record, quando a Manchete (que teve crise de 1992 a 1993) já apresentava novamente primeiros sinais de crise, queda de audiência e afiliadas em diversas cidades brasileiras, que seriam responsáveis pela extinção em 1999. A mudança de cabeça de rede foi marco de mudanças em sua estrutura e programação local, até então precárias.

Em julho de 1999, continuando a expansão, o sinal da emissora chegou à Seridó. Atualmente atinge mais de 80% da população potiguar com suas retransmissoras locais em canal aberto, recebendo o sinal via satélite.

No segmento jornalístico, seus programas tiveram sensível evolução com investimentos após a afiliação à Record, fruto também da forte concorrência com a os jornalísticos da InterTV Cabugi e TV Ponta Negra. Sua equipe de jornalismo participa ativamente dos telejornais nacionais da Rede Record e também da Record News, onde a TV Tropical entrou no ar ao vivo para todo Brasil. Também foi responsável pela produção de dois documentários para o programa Câmera Record. Atualmente, em sua faixa local, ocupa o terceiro lugar em audiência perdendo apenas para a TV Ponta Negra e Inter TV Cabugi.

O diretor da TV Tropical, Jânio Vidal, anunciou os novos projetos para a TV em 2011. Nesse ano, a emissora lançou novos programas. O Balanço Geral RN e o RN no AR estraram junto com os novos cenários da emissora. O lançamento desses novos programas foram frutos de um projeto da Record em parceria com suas afiliadas, em que modelos de programas próprios da Record sairiam do eixo Rio/São Paulo, e seriam expandidos para várias regiões, familiarizando programas da rede ao longo de todo país. É esperado em breve que o Tropical Notícias seja extinto o que foi confirmado recentemente pela própria emissora que remanejou o Jornal da Tropical para o horário da noite.

A TV Tropical segue a programação normal da Rede Record gerada de São Paulo,mas na vigência do horário brasileiro de verão,a programação da emissora potiguar não muda e a Tropical adere a Rede Fuso da Record exibindo apenas o Jornal da Record em tempo real antecipando em 1h o Jornal da Tropical.Nos sábados a programação da mesma segue inalterada e aos domingos,a programações local da Tropical e nacional da Record são exibidas em tempo real.

Sinal HDTV[editar | editar código-fonte]

A TV Tropical obteve total apoio da Rede Record para começar a transmitir seu sinal HDTV em Natal e região metropolitana, e saiu na frente de sua principal concorrente: a TV Ponta Negra, que não teve esse mesmo apoio do SBT. Em maio de 2011 a TV Tropical iniciou os primeiros testes de sinal, mas o início das primeiras transmissões se deram no dia 10 de julho (um domingo) durante o Record Kids. As primeiras imagens do canal digital eram muito similares a uma transmissão analógica, mas depois de vários reparos no sinal, a imagem ganhou qualidade HDTV. Dias depois da estréia o sinal digital ficou no ar em fase de testes, com baixa intensidade e retransmitindo o sinal da Record SP na íntegra, sem exibição de programação local. Quase dois meses depois do lançamento, iniciaram as transmissões da programação local também no canal digital, durante o programa Portfólio. Diferente das outras emissoras, a Tropical não fez nenhum pronunciamento oficial ou reportagem sobre o lançamento do seu canal digital, apenas uma breve fala de Tiago Dimer ex-apresentador do Balanço Geral RN, dava conta do lançamento do canal meses depois da primeira transmissão. Desde o Lançamento da nova programação no início de 2011, os novos cenários da emissora foram construídos já preparados para as transmissões em alta definição. Embora e emissora já possua seu canal digital, a programação local em HD vai demorar a chegar à tela dos Potiguares. Isso porque a emissora dispões de poucos recursos tecnológicos para as transmissões locais em HDTV.

Cobertura[editar | editar código-fonte]

Programação[editar | editar código-fonte]

  • RN no Ar
  • Encontro com a Notícia
  • Balanço Geral RN
  • Cidade Alerta Rio Grande do Norte
  • Jornal da Tropical

Emissoras do Sistema Tropical de Comunicação[editar | editar código-fonte]

  • TV Tropical Canal 8 Analógico / Canal 32 (8.1) Digital
  • MTV Natal Canal 25 Analógico / Canal 24 (25.1) Digital Natal (não gera programas locais)
  • Mix FM Natal 103,9 Mhz FM Natal
  • CBN Natal 1.190 Khz AM Natal
  • Tropical Vídeo Natal
  • Rádio Salinas 1.510 Khz AM Macau
  • Rádio Seridó 1.100 Khz AM Caicó (Tendo como principal programa o "ALERTA GERAL". Devido o popularismo do programa muitos dizem que o radiojornal é líder em audiência, mesmo sem haver real medição)
  • Rádio Cultura 1.560 Khz AM Pau dos Ferros
  • Rádio Curimataú 1.530 Khz AM Nova Cruz
  • Rádio Libertadora 1.430 Khz AM Mossoró
  • Rádio Ouro Branco 1.360 Khz AM Currais Novos

Ligações externas[editar | editar código-fonte]