Tabocas do Brejo Velho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Tabocas do Brejo Velho
"T.B.V"
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação Não disponível
Gentílico taboquense
Prefeito(a) Humberto Pereira da Silva (Beto) (PR)
(2013–2016)
Localização
Localização de Tabocas do Brejo Velho
Localização de Tabocas do Brejo Velho na Bahia
Tabocas do Brejo Velho está localizado em: Brasil
Tabocas do Brejo Velho
Localização de Tabocas do Brejo Velho no Brasil
12° 42' 21" S 44° 00' 25" O12° 42' 21" S 44° 00' 25" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Extremo Oeste Baiano IBGE/2008[1]
Microrregião Cotegipe IBGE/2008[1]
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 1 550,518 km² [2]
População 11 428 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 7,37 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,584 baixo PNUD/2010 [4]
PIB R$ 37 916,492 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 004,48 IBGE/2008[5]
Página oficial

Tabocas do Brejo Velho é um município brasileiro do estado da Bahia.

História[editar | editar código-fonte]

O povoamento da bacia do Itacaiúnas tem na formação do município um papel importante, porque apesar dessa região ter sido explorada pelos portugueses ainda no século XVI, permaneceu sem ocupação definitiva durante quase 300 anos. Somente a partir de 1892 é que, de fato, o espaço foi ocupado por colonizadores.

A cidade de Tabocas foi fundada por jesuítas, ao catequizar índios Itaporã. Cidade rodeada por brejos, daí seu nome, tem-se a produção de cana de açúcar e a cachaça brejeira, assim denominada pela população local.

A denominação Tabocas tem origem, de que ao redor do então município era rodeado da planta tabocal, e logo se tornou Tabocas.

Criado em 27 de fevereiro de 1913 por reivindicação da comunidade taboquense, o município só foi instalado formalmente em 5 de abril do mesmo ano, data que passou a ser comemorada como seu aniversário e só recebeu o título de cidade em 27 de outubro de 1923, através da lei 2207.

Em 1929, a cidade já se encontra iluminada por uma usina à lenha e em 17 de novembro de 1935 o primeiro avião pousa no aeroporto recém inaugurado na cidade. Nesse período, a cidade era composta por 450 casas e 1500 habitantes fixos.

O símbolo local é a bandeira e o brasão.

Um dos grandes homens foi Gilmar de Oliveira Menezes, conhecido como grande coronel da região e que exportava gado e negociava estes com outros fazendeiros de Minas Gerais. Em contra partida atualmente a população de suínos é bem maior devido até pelo clima local.

Quem nasce em Tabocas chama-se taboquense.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Segundo o IBGE a população estimada em 11.430 habitantes. Tendo-se a fuga ainda e crescente para o sul do país. Sendo São Paulo a cidade mais preferida.

Encontra-se no extremo oeste baiano, e o acesso se dá pela rodovia baiana, na altura do quilômetro BA-135.

Ao norte é limítrofe com Muquém de São Francisco, ao oeste com Brejolândia, a leste com Cristópolis e Baianópolis e ao sul com Serra Dourada.

Atualmente, em 2014, o acesso via rodovia é muito bom, as estradas estão em boas condições de tráfego.

Na cidade de Tabocas do Brejo Velho, comemora se a Tabofolia, evento realizado durante três dias.

Por ser uma região predominantemente católica, as principais festas celebrativas são: do Divino Espírito Santo (Pentecostes), de Senhora Santana e a principal padroeira, Nossa Senhora da Conceição. Todas estas festas são bem participativas. Sendo que a maior é a da padroeira, celebrada no dia 08 de dezembro.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 25 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.