Ponte Tacoma Narrows

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Tacoma Narrows Bridge)
Ir para: navegação, pesquisa
Tacoma Narrows Bridge Ruins
Registro Nacional de Lugares Históricos
Ponte Tacoma Narrows está localizado em: Washington
Localização: Tacoma
 Washington
 Estados Unidos
Coordenadas: 47° 16′ N 122° 33′ W
Construído/Fundado: 1 de julho de 1940 (74 anos)
Destruída em 7 de novembro de 1940
Adicionado ao NRHP: 31 de agosto de 1992 (21 anos)
Registro NRHP: 92001068

Ponte Tacoma Narrows (em inglês: Tacoma Narrows Bridge) foi uma ponte localizada sobre o Estreito de Tacoma, Washington, Estados Unidos e que caiu. Este acontecimento foi devido a um colapso gerado por fortes ventos. A Ponte de Tacoma sempre balançava, porém neste dia o vento atingiu uma velocidade de aproximadamente 65 km por hora; com isto começou a gerar movimentos de torção, vindo a estrutura a colapsar. Ao contrário do que se publica em alguns livros de física (como Halliday et al.[1] e Tipler et al.[2] ), acredita-se[3] que os grandes movimentos foram causados devido ao fenômeno de flutter aeroelástico e não de ressonância.

História[editar | editar código-fonte]

Pequeno filme sobre o colapso da ponte

Em 7 de Novembro de 1940, caiu a ponte pênsil de 1600 metros (Tacoma Narrows), apenas poucos meses após a sua inauguração.

De madrugada, os ventos atingiram os 70km/h, fazendo a estrutura oscilar muito, deslizando a alta velocidade. A polícia fechou então a ponte ao tráfego. Às 9h30 a ponte oscila em 8 ou 9 segmentos com amplitude de 0,9m e frequência de 36 ciclos por minuto. Às 10h00 dá-se um afrouxamento da ligação do cabo de suspensão norte ao tabuleiro, o que faz a ponte entrar num modo de vibração torcional a 14 ciclos por minuto. O eixo da via, os dois pilares e o meio da ponte são nodos.[4] . A partir daí a situação não se alterou muito durante cerca de uma hora, até que às 11h00 se desprende um primeiro pedaço de pavimento e às 11h10 a ponte entra em colapso, caindo no rio.

Os grandes defeitos da ponte foram a sua enorme falta de rigidez transversal e torcional, pois estava ausente o reticulado por baixo do tabuleiro, e a frente aerodinâmica do perfil[4] . Não houve vítimas deste acidente.

Uma nova ponte foi construída no local, e ainda se encontra em funcionamento.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Halliday, David; Resnick, Robert; Walker, Jearl. Fundamentals of Physics, (Chapters 21-44). [S.l.]: John Wiley & Sons. ISBN 0-470-04474-8
  2. Tipler, Paul Allen; Mosca, Gene. Physics for Scientists and Engineers : Volume 1B: Oscillations and Waves; Thermodynamics (Physics for Scientists and Engineers). [S.l.]: W. H. Freeman. ISBN 0-7167-0903-1)
  3. Billah, K.; R. Scanlan. (1991). "Resonance, Tacoma Narrows Bridge Failure, and Undergraduate Physics Textbooks" (PDF). American Journal of Physics 59 (2): 118–124 pp.. DOI:10.1119/1.16590. Bibcode1991AmJPh..59..118B.
  4. a b engenhariacivil.wordpress.com. Tacoma Narrows Bridge. Página visitada em 9 de Março de 2010.