Tagma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Anatomia de uma aranha:
(1) Quatro pares de pernas
(2) cefalotórax ou prossoma
(3) opistossoma ou abdómen

Na anatomia dos invertebrados, um tagma (plural tagmata) é um grupo de segmentos especializados de artrópodes como, por exemplo, a cabeça de um inseto.

O corpo dos artrópodes é dividido em muitos segmentos, também conhecidos como somitos ou metâmeros que, primariamente, são similares. Esses segmentos se agrupam em divisões especializadas chamadas tagmas. Os segmentos de um tagma podem estar completamente fundidos ou não.

As divisões dos tagmas variam de acordo com o grupo. Por exemplo, os Hexapoda são divididos em três tagmas, cabeça, tórax e abdômen. Já os Chelicerata são divididos em dois tagmas, prossoma e opistossoma.

O processo evolutivo de fusão dos segmentos que dá origem aos tagmas é chamado de tagmose.