Taipa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A ilha da Taipa (centro baixo, a ilha com mais prédios), a ilha de Coloane (centro cima) e uma parte da ilha de Hengqin (direita). Vista no terraço panorâmico da Torre de Macau.

A Taipa (chinês: 氹仔島 ; Minnan: tiap á tó) é uma ilha na Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) na República Popular da China e tem uma área de 6,5 km². Administrativamente, corresponde à freguesia de Nossa Senhora do Carmo. O Aeroporto Internacional de Macau, o Terminal Marítimo de Passageiros da Taipa, a Universidade de Macau, a Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau, bem como várias fábricas, o centro de tratamento de resíduos sólidos de Macau e o seu incinerador, localizam-se nesta ilha.

Esta ilha já começou a ser povoada por chineses desde do séc. XII. Os portugueses chegaram a esta ilha em 1851 e ocuparam-na. Incorporou-a depois na colónia de Macau e, hoje, continua a ser uma parte integrante da RAEM. Taipa é conectada à península de Macau pela Ponte Governador Nobre de Carvalho, Ponte da Amizade e Ponte de Sai Van. É também conectada à ilha de Coloane pela "Estrada de Istmo", construída sobre o istmo de Cotai.

A Taipa sempre foi uma ilha pouco povoada. Mas esta situação mudou no mês de Outubro de 1974, quando a Ponte Governador Nobre de Carvalho foi concluída. A partir desta data, a ilha experimentou, e continua a experimentar, um grande desenvolvimento e aumento substancial de população. Hoje é uma grande área residencial.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Macau é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.