Talher

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Talheres

Talheres são objetos utilizados para facilitar o ato de se alimentar. São tradicionalmente considerados talheres as colheres, os garfos e as facas. Os pauzinhos orientais (em japonês hashi) também podem ser considerados talheres.

Os talheres variam de design, de acordo com seu propósito e utilidade, como comer carne, peixe, sobremesa, tomar sopa, mexer o café etc. O faqueiro é um conjunto completo de talheres da mesma marca e do mesmo material, que inclui facas, colheres, garfos e outros utensílios para servir a comida. Muitas vezes é a designação para a caixa ou estojo onde se guardam os talheres de mesa.

História[editar | editar código-fonte]

Até o século XI, quase todo mundo comia com as mãos para levar o alimento à boca. Naquele século, Domenico Salvo, membro da corte de Veneza, casou-se com a princesa Teodora, de Bizâncio. Ela trouxe no enxoval um objeto pontudo, com dois dentes, que usava para espetar os alimentos.Esse primeiro garfo foi considerado uma heresia: o alimento, fornecido por Deus era sagrado e tinha de ser comido com as mãos.

Todavia, pouco a pouco, membros da nobreza e do clero foram adotando o talher. O hábito demorou para pegar entre a população: com mais dentes, o espeto só se tornou popular mesmo no século XIX. Já a faca é o mais antigo dos talheres: foi o Homo erectus, que surgiu na Terra há 1,5 milhão de anos, quem criou o primeiro objeto cortante, feito de pedra, para caça e defesa.

O primeiro a sugerir que cada homem deveria ter um talher para ser usado exclusivamente à mesa foi o cardeal francês Richelieu, um fervoroso defensor das boas maneiras, por volta de 1630.

Mito[editar | editar código-fonte]

Há um mito que o hábito de usar talheres veio de uma rainha. Ao comer com a mão, a rainha se enojava, mas não pode fazer muito sobre isso.Um dia mandou o ferreiro fazer uma faca pequena e um tipo de talher, um tridente do mesmo tamanho de uma faquinha. O boato da rainha usar talheres espalhou. Apesar dela não nomear o tal tridente, hoje o chamamos de garfo.

No Ocidente, até ao aparecimento do garfo, comia-se com uma ou duas facas; ou simplesmente com a mão. Ainda que conhecidos no mundo antigo e de uso comum na Grécia do século IV a.C., os primeiros garfos conhecidos no Ocidente aparecem em Itália no século, trazidos de Constantinopla por uma princesa bizantina. Um conjunto simples de talheres, a cadeia, tornou-se popular entre as classes abastadas italianas no século XVI. A disponibilidade de garfos permaneceu rara e a sua utilização ainda mais rara. na corte de Luis XIV garfos eram colocados junto dos pratos mas ninguém os utilizava. Estes conjuntos eram ainda individuais.

Quando os primeiros portugueses chegaram à China foram classificados de bárbaros, entre outros motivos, porque comiam com as mãos, o que muito chocou os chineses do século XVI. [Desconheço os desenvolvimentos em particular mas] quando Catarina de Bragança casou-se com Carlos I de Inglaterra) levou para a corte britânica o inovador hábito de comer com talheres (entre outros, incluindo o hábito de beber chá).

Ícone de esboço Este artigo sobre um objeto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.