Talk a Good Game

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Talk a Good Game
Álbum de estúdio de Kelly Rowland
Lançamento 14 de Junho de 2013 (2013-06-14)
Gravação 2011 - Março de 2013
Gênero(s) R&B, pop
Duração 49:44
Idioma(s) Inglês
Gravadora(s) Republic
Produção Boi-1da, Danja, Harmony Samuels, James McArthur, Mike WiLL Made It, The Runners, The-Dream, T-Minus, Pharrell Williams
Cronologia de Kelly Rowland
Último
Último
Here I Am
(2011)
Próximo
Próximo
Singles de Talk a Good Game
  1. "Kisses Down Low"
    Lançamento: 1 de Fevereiro de 2013
  2. "Dirty Laundry"
    Lançamento: 21 de Maio de 2013

Talk a Good Game é o quarto álbum de estúdio da cantora e compositora norte-americana Kelly Rowland. O seu lançamento ocorreu a 14 de Junho de 2013 em países como Alemanha, Áustria, Suíça, entre outros, sob distribuição da editora discográfica Universal Republic Records. O álbum marca o retorno da cantora às suas raízes de R&B e é um afastamento musical da sonoridade pop e dançante de Here I Am, seu lançamento posterior. No projecto, a cantora trabalhou com um vasto número de produtores musicais, tais como o duo Jimmy Jam and Terry Lewis, Lonny Bereal, Noel "Detail" Fisher, Rico Love, Sean Garrett, Rodney Jerkins, Diane Warren, The Runners. Contudo, nem todo material produzido a partir do trabalho com estes produtores foi incluso no disco.

Foram lançados dois singles para promover a edição do disco. O primeiro, "Kisses Down Low", foi lançado em meados de Fevereiro de 2013. Teve um desempenho moderado nos EUA, onde atingiu a posição 72 na tabela Billboard Hot 100 e recebeu aclamação da crítica especialista. O segundo single, "Dirty Laundry", foi lançado a 21 de Maio de 2013, sendo imediatamente aclamado pela crítica e pelos fãs de Rowland. A fim de promover e antecipar o lançamento de Talk a Good Game, Rowland ingressou na digressão Lights Out Tour com o produtor The-Dream em Maio de 2013.

Antecedentes e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Rowland revelou que uma das suas principais influências no álbum foi a falecida cantora Whitney Houston.

Pouco tempo após o lançamento do terceiro álbum de estúdio de Rowland, Here I Am (2011), foi reportado que ela já estava a trabalhar no seu sucessor. Em Março de 2012, o cantor Lonny Bereal, que já fez uma participação com a artista, disse em uma entrevista ao Kempire Radio que o álbum irá ver a cantora a voltar às suas raízes de R&B:

Cquote1.svg Ela está a vir muito forte com o R&B. Com certeza, ela irá dar ao público pop o que eles estão à espera. Mas, ela está mesmo a voltar para o R&B com este álbum. O seu trabalho está muito confiante agora. É definitivamente uma nova Kelly Rowland. Ela não me deixou nem sequer inserir o auto-tune na sua voz desta vez. Ela ficou do tipo, 'Não, eu quero as pessoas realmente me percebam'. Cquote2.svg

No mês seguinte, Rowland disse à MTV News que o disco teria um tema e que ela esteve a documentar todo o processo de gravação do álbum para que os seus fãs pudessem ver. Durante uma entrevista com a revista Vegas em Junho de 2012, ela descreveu o álbum como uma dedicação às "minhas senhoras". Ela explicou: "Eu quero dizer às mulheres o quão incrível nós somos, como a nossa intuição está tão forte. Às vezes nós não ouvimos-a, mas ela é a coisa que pode realmente nos fazer mais felizes." Rowland citou como inspirações para o disco os falecidos Whitney Houston e Marvin Gaye e o músico Stevie Wonder.

A 10 de Outubro de 2012, a artista anunciou na sua página online oficial que o álbum seria chamado Year of the Woman e escreveu que ele é "uma das minhas melhores obras de trabalho e mal posso esperar para partilhá-la com vocês, malta!" Durante uma entrevista com a revista musical Billboard em Novembro de 2012, Rowland falou sobre o tipo de canções que havia vindo gravado para o álbum, afirmando: "Com as coisas de que estou a falar, eu acho que é provavelmente o mais vulnerável que já estive em uma gravação. E eu apenas queria tocar uma mão de uma mulher, falar com ela, você percebe o que quero dizer? Tipo, está é a minha irmã e eu acho que essa é uma das coisas que eu realmente queria pronunciar neste álbum, é a celebração de uma mulher." Durante uma entrevista nos bastidores da cerimónia dos 55° Grammy Awards, a cantora revelou que trabalhar com tantos produtores inspirou-a a renomear o disco para Talk a Good Game.

O álbum foi originalmente planeado para ser lançado a 3 de Junho de 2013, contudo, durante uma entrevista no programa de rádio The Madd Hatta Morning Show na estação de rádio 97.9 Box FM, Rowland revelou que o lançamento do álbum havia sido adiado para 17 de Junho de 2013 no Reino Unido e um dia depois nos Estados Unidos. Talk a Good Game esteve disponível para encomenda a partir de 21 de Maio de 2013.

Composição, produção e colaborações[editar | editar código-fonte]

Em Agosto de 2011, o produtor Rico Love revelou à revista Rap-Up: "Enquanto ela está em digressão, eu vou estar a escrever canções para o novo álbum dela. Nós podemos resolver isso e lançar seu novo single no final da primavera. Animado sobre isso." Love também disse que queria continuar a desenvolver um som R&B com Rowland, seguindo o sucesso norte-americano do single "Motivation" (2011), que ele co-escreveu e co-produziu.

Eu acredito em R&B e acredito que se nós fizermos gravações modernas e não gravações antigas e mantenhamo-lo clássico, eu acho que estaremos bem.
 
Rico Love ao ser entrevistado pela Rap-Up..

Rowland também esteve a trabalhar com Amber "Se7en" Streeter, Da Internz, Eric Bellinger, Eric Hudson, Kevin Cossom, Lonny Bereal, Nikeshia Briscoe, Redd Stylez, Rock City, Rodney "Darkchild" Jerkins, The Runners e T-Minus. A 23 de Março de 2012, Rowland confirmou através do Twitter que estava a trabalhar com o rapper T-Pain. Sean Garrett revelou em uma entrevista com o Rap-Up a 9 de Maio de 2012 que ele também contribuiu para o álbum. Ele afirmou: "O seu swag é altamente e eu estou muito feliz de vê-la ter o seu momento. Eu irei fazer o que posso para ter a certeza que Kelly acerta." Em Agosto de 2012, a compositora vencedora de Grammys Diane Warren falou do seu envolvimento em Talk A Good Game, afirmando que tinha estado a trabalhar com Rowland "porque Beyoncé disse-lhe para se encontrar comigo". Em Novembro de 2012, Rowland revelou que também estava a trabalhar com o duo Jimmy Jam and Terry Lewis. Falando sobre esta colaboração durante uma entrevista com Keith Caulfield, repórter da revista Billboard, ela disse: "Deixe-me dizer-lhe algo, eles são uma parte da fundação do que eu sou... Porque o seu som foi uma das primeiras coisas que eu me lembro sobre R&B. Tendo estado no estúdio com eles, eu queria beliscar-me." Contudo, foi mais tarde anunciado que as canções que ela gravou com o duo não iriam fazer parte do disco.

Em Fevereiro de 2013, Rowland revelou que tinha gravado mais de 50 canções para o álbum no qual ela estava continuamente a trabalhar para organizar a selecção final. Rowland também trabalhou com The-Dream, Pharrell Williams e Boi-1da. Foi revelado pelo USA Today que o rapper Pusha T também iria fazer uma participação. Em Abril de 2013, a artista revelou ter mais de 70 músicas para escolher, entre uma colaboração com Lil Wayne, o álbum apresenta participações de Wiz Khalifa e um dueto com Williams. Ainda, Rowland reuniu-se com as suas colegas das Destiny's Child  — Beyoncé Knowles e Michelle Williams  — para uma canção no álbum. Ela esclareceu que isto não era uma reunião da banda mas sim uma música dela com participação de Knowles e Williams.

Alinhamento de faixas[editar | editar código-fonte]

Versão padrão
N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Freak"   Floyd Nathaniel Hills, James Butler, Jr., Marcella Araica Danja 4:34
2. "Kisses Down Low"   Kelly Rowland, Michael L. Williams II, Marquel Middlebrooks, Timothy Thomas, Theron Thomas Mike Will Made It 4:14
3. "Gone" (com participação de Wiz Khalifa) K. Rowland, Harmony Samuels, Courtney Harrell, Amber Streeter, Cameron Thomaz, Joni Mitchell M. Samuels 4:18
4. "Talk a Good Game" (com participação de Kevin Cossom) K. Rowland, Kevin Cossom, Tyler Williams T-Minus 3:23
5. "Down On Love"   K. Rowland, Andrew Harr, K. Cossom, Jermaine Jackson, Jon-David Anderson, David Anderson The Runners 4:10
6. "Dirty Laundry"   K. Rowland, Terius Nash, Carlos McKinney The-Dream 5:29
7. "You Changed" (com participação de Beyoncé e Michelle Williams) K. Rowland, M. Samuels, C. Harrell M. Samuels 3:56
8. "I Remember"   K. Rowland, A. Harr, K. Cossom, J. Jackson, Ben Diehl The Runners 3:41
9. "Red Wine"   K. Rowland, Matthew Samuels, Matthew Burnett, K. Cossom Boi-1da 4:19
10. "This is Love"   K. Rowland, Jeremy McArthur, Myariah "Jane Handcock" Summers, Thabiso Nkhereanye J. McArthur 3:37
11. "Street Life" (com participação de Pusha T) K. Rowland, Pharrell Williams, Terrence Thorton P. Williams 3:44
12. "Stand in Front of Me"   K. Rowland, P. Williams P. Williams 3:52
Duração total:
49:44

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Posições[editar | editar código-fonte]

Tabela (2013) Melhor
posição
 AustráliaARIA Urban Albums Chart[1] 16
 BélgicaUltratop 50 (Flandres)[2] 100
 BélgicaUltratop 40 (Valônia)[3] 146
 Estados UnidosBillboard 200[4] 4
 Estados UnidosTop R&B/Hip-Hop Albums[5] 4
 Reino UnidoUK Albums Chart[6] 80
 Reino UnidoUK R&B Chart[5] 7
SuíçaSwiss Albums Chart[7] 74

Notas de rodapé

  1. Kelly Rowland, Talk a Good Game - ARIA Urban Albums Chart Australian Recording Industry Association (2013-07-01). Visitado em 2013-06-29.
  2. "Ultratop 200 Vlaanderen - Kelly Rowland: Talk a Good Game" (em neerlandês) Ultratop. Visitado em 21 de dezembro de 2012.
  3. "Ultratop 200 Wallonie - Kelly Rowland: Talk a Good Game" (em francês) Ultratop. Visitado em 21 de dezembro de 2012.
  4. "Billboard 200: Week of December 29, 2012" (em inglês) Prometheus Global Media Billboard. Visitado em 20 de dezembro de 2012.
  5. a b 2013-06-29 Top 40 R&B Albums Archive Official Charts. Visitado em 2013-06-28.
  6. Official UK Albums Top 100 (29th June 2013) (em inglês) Official Charts Company. Cópia arquivada em 23 de Junho de 2013.
  7. Official Swiss Albums Top 100 (29th June 2013) (em inglês) Swiss Chartsarquivodata=23 de Junho de 2013.