Talos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Didrachm Phaistos obverse CdM.jpg

Talos ou Talo (em grego: Τάλως)[1] de Creta é um homem de bronze, que, quase invulnerável, rondava a ilha, lançando pedras contra as naus que se aproximassem para que não chegassem a acostar. O seu ponto fraco consiste numa veia protegida por uma cavilha, no fundo da perna. Existem muitas versões sobre a morte do gigante (todas referentes aos argonautas). Há autores, como Apolodoro, que a atribuem a uma flecha disparada por Peante, a maioria das versões atribui este novo sucesso às artes mágicas de Medeia que o terá enfeitiçado a partir da nau, levando-o à loucura com falsas visões de imortalidade se retirasse à cavilha, ou, através de drogas que o levaram a ferir-se com uma rocha no ponto sensível do seu corpo. Morrendo o gigante, a tripulação pôde descansar em terra firme.

A erupção minoica de Santorini e a precipitação vulcânica associada podem ter inspirado a mitologia de Talos. [2] [3] [4]

Referências

  1. De acordo com o Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado, a forma preferencial do nome em português é Talo.
  2. The Parian Marble: Translation (em alemão). Visitado em 20/06/2014.
  3. Schoo 1937, p. 257-294
  4. Hennig 1939, p. 230-246
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.