Tanzânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
United Republic of Tanzania
Jamhuri ya Muungano wa Tanzania

República Unida da Tanzânia
Bandeira da Tanzânia
Brasão de armas da Tanzânia
Bandeira Brasão de armas
Lema: "Uhuru na Umoja" ("Liberdade e Unidade")
Hino nacional: "Mungu ibariki Afrika"
("Deus abençoe a África")
Gentílico: tanzaniano(a)[1]

Localização  República Unida da Tanzânia

Capital Dodoma
Cidade mais populosa Dar es Salaam
Língua oficial suaíli (de facto)
Governo República federal
 - Presidente Jakaya Kikwete
 - Primeiro-ministro Mizengo Pinda
Independência do Reino Unido 
 - Tanganica 9 de dezembro de 1961 
 - Zanzibar 10 de dezembro de 1963 
 - Unificação 26 de abril de 1964 
Área  
 - Total 945.087 km² (30.º)
 - Água (%) 6,2
 Fronteira Uganda, Quênia (N), Moçambique, Malawi, Zâmbia (S), República Democrática do Congo, Burundi, e Ruanda (W)
População  
 - Estimativa de 2008 40.213.162 hab. (32.º)
 - Densidade 38 hab./km² (138.º)
PIB (base PPC) Estimativa de 2007
 - Total US$ : 39,262 bilhões (84.º)
 - Per capita US$ : 1.256 (156.º)
IDH (2013) 0,488 (159.º) – baixo[2]
Gini (2000) 34,6 [3]
Moeda Xelim tanzaniano (TZS)
Fuso horário (UTC+3)
 - Verão (DST) não observado (UTC+3)
Clima Tropical e semiárido
Org. internacionais ONU, UA, SADC, G20, Comunidade das Nações
Cód. ISO TZA
Cód. Internet .tz
Cód. telef. +255
Website governamental http://www.tanzania.go.tz/

Mapa  República Unida da Tanzânia

A Tanzânia ou Tanzania[4] [5] (em Suaíli: Tanzania), oficialmente República Unida da Tanzânia (em Suaíli: Jamhuri ya Muungano wa Tanzania)[6] é um país da África Oriental, limitado a norte pelo Uganda e pelo Quénia, a leste pelo Oceano Índico, a sul por Moçambique, pelo Malauí e pela Zâmbia e a oeste pela República Democrática do Congo (fronteira exclusivamente lacustre, através do lago Tanganica), pelo Burundi e por Ruanda. O país inclui também o arquipélago de Zanzibar, no Índico.

A República Unida da Tanzânia é um estado unitário composto por 26 regiões.[7] O atual chefe de estado é o presidente Jakaya Kikwete, eleito em 2005. Desde 1996, a capital oficial tem sido Dodoma, onde o parlamento e os escritórios do governo estão localizados.[8] Entre a independência e 1996 a maior cidade costeira de Dar es Salaam tem sido a capital política do país e atualmente permanece como a principal cidade e o local de facto da maioria das instituições governamentais.[7] [9]

O nome Tanzania é um portmanteau de Tanganica e Zanzibar. Os dois estados foram unidos em 1964, formando a República Unidade de Tanganica e Zanzibar, que posteriormente no mesmo ano foi renomeado para o atual nome.[7]

História[editar | editar código-fonte]

A Tanzânia é o lar de alguns dos mais antigos assentamentos humanos, com fósseis dos primeiros seres humanos, encontrados próximos da Garganta de Olduvai, no norte da Tanzânia, uma área muitas vezes referida como "o berço da Humanidade". Estes incluem ossos fósseis de Paranthropus que se pensa ter mais de 2 milhões de anos, e as pegadas mais antigas conhecidas.

A Tanzânia foi uma colônia alemã desde a década de 1880 até 1919. Foi colônia britânica entre 1919 e 1961. Pouco depois da independência, Tanganica e Zanzibar fundiram-se para criar a nação da Tanzânia, a 26 de Abril de 1964. O regime de partido único chegou ao fim em 1995, ano em que se realizaram as primeiras eleições democráticas no país desde a década de 1970.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Com 945 087 km², a Tanzânia é o 31º maior país do mundo. Trata-se de uma dimensão comparável à Nigéria.

A Tanzânia é montanhosa no nordeste, onde está situado o Monte Kilimanjaro, o pico mais alto da África. Para o norte e oeste estão os Grandes Lagos como o Lago Vitória (o maior lago da África) e o Lago Tanganica (o lago mais profundo da África, conhecido por suas espécies únicas de peixes). Na Tanzânia central se inclui uma grande planalto, com planícies e terras aráveis. A costa oriental é quente e úmida, com as ilhas do Arquipélago de Zanzibar.

A Tanzânia contém muitos grandes parques de fauna silvestre ecologicamente importantes, como a famosa Cratera Ngorongoro, no Parque Nacional de Serengueti ao norte. O governo da Tanzânia através do seu departamento de turismo, deu início a uma campanha para promover a catarata Kalambo no sudoeste da Tanzânia como um dos destinos turísticos da Tanzânia. As quedas Kalambo estão localizados perto da extremidade sul do lago Tanganica.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Ficheiro:Downtown dodoma.jpg
Centro de Dodoma, capital do país.

Em 2006, a população era estimada em 38 329 000, com uma taxa de crescimento estimada em 2 %. A distribuição da população é extremamente desigual, com uma densidade que varia de uma pessoa por quilômetro quadrado em regiões áridas, 51/km² nos planatos húmidos e 134/km² em Zanzibar. Mais de 80 por cento da população é rural. Dar es Salaam é a maior cidade e é a capital comercial; Dodoma, no centro da Tanzânia é a nova capital e sede do Parlamento da União.

Quanto á religião, 30% da população é seguidora do cristianismo, 35% são muçulmanos e 35% seguem religiões tradicionais africanas.[10]

Cidades mais populosas[editar | editar código-fonte]

Política[editar | editar código-fonte]

O Tanganhica (a parte continental da actual Tanzânia) foi uma colónia alemã desde a década de 1880 até 1919, quando foi entregue ao Reino Unido, na sequência da derrota da Alemanha na Primeira Guerra Mundial; Zanzibar, a sua parte insular, era um sultanato independente, que se tornou um protectorado britânico na mesma altura.

O Tanganhica tornou-se independente em 13 de Dezembro de 1962 e, em 26 de Abril de 1964, uniu-se ao Zanzibar para criar a República Unida da Tanzânia. Dentro do acordo de união, quando o Presidente da República é originário do continente, o Vice-Presidente é um nativo de Zanzibar.

O primeiro Presidente da Tanzania foi o "Mwalimu" Julius Nyerere, igualmente Presidente do partido Chama cha Mapinduzi (que significa "Partido da Independência"). Nyerere, que se conservou no poder até 1985, conduziu o país segundo uma política denominada "Socialismo Africano", internamente designada "Ujamaa", que significa "unidade" ou "família", em KiSwahili.

O regime de partido único chegou ao fim em 1995, ano em que se realizaram as primeiras eleições multipartidárias no país desde a década de 1970.

O chefe de estado do país é o presidente Jakaya Kikwete, desde 21 de Dezembro de 2005, seu vice-presidente é Ali Mohammed Shein, desde 5 de Julho de 2001. A ilha de Zanzibar é comandada por Amani Abeid Karume, que foi reeleito em 30 de Outubro de 2005.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

O país divide-se em 26 regiões (capitais entre parênteses):

Economia[editar | editar código-fonte]

A Tanzânia é um dos países mais pobres do mundo, com um PIB per capita de apenas US$ 1,100.00 dólares em 2007. A economia depende consideravelmente da agricultura que emprega cerca de 80% da mão de obra e por aproximadamente 85% das exportações.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Tanzânia

Referências

  1. Portal da Língua Portuguesa, Dicionário de Gentílicos e Topónimos da Tanzânia
  2. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD): Human Development Report 2014 (em inglês) (24 de julho de 2014). Página visitada em 3 de agosto de 2014.
  3. CIA World Factbook, Lista de Países por Coeficiente de Gini (em inglês)
  4. A pronúncia e grafia adoptadas em Moçambique, por influência dos próprios tanzanianos, fazem da palavra paroxítona.
  5. Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral
  6. Tanzania. Dictionary.com. Dictionary.com Unabridged (v 1.1). Random House, Inc. http://dictionary.reference.com/browse/tanzania (acesso: 27 de Março de 2007).
  7. a b c Central Intelligence Agency (2009). Tanzania. The World Factbook. Página visitada em January 25, 2010.
  8. http://www.tanzania.go.tz/profilef.html
  9. The Tanzania National Website: Country Profile
  10. https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/tz.html

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bandeira da Tanzânia Tanzânia
Bandeira • Brasão • Hino • Culinária • Cultura • Economia • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens