Tarcisio Bertone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tarcisio Pietro Evasio Bertone, SDB
Cardeal da Santa Igreja Romana
Cardeal Secretário de Estado Emérito

Camerlengo da Câmara Apostólica


Título

Cardeal-bispo de Frascati
Hierarquia
Papa Francisco
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 1 de julho de 1960
Ordenação episcopal 1 de agosto de 1991 por Dom Albino Mensa
Nomeado arcebispo 10 de dezembro de 2002
Cardinalato
Criação 21 de outubro de 2003 por João Paulo II
Brasão
Coat of arms of Tarcisio Bertone (Camerlengo).svg
Lema FIDEM CUSTODIRE, CONCORDIAM SERVARE
Guardar a Fé, manter a concórdia
Dados pessoais
Nascimento ItáliaRomano Canavese, 2 de dezembro de 1934 (80 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Tarcisio Bertone SDB (Romano Canavese, 2 de dezembro de 1934) é um cardeal italiano e e atual camerlengo da Igreja Católica. Foi secretário de Estado do Vaticano, entre 15 de setembro de 2006 e 15 de outubro de 2013.

Vida[editar | editar código-fonte]

Ingressou na Sociedade de São Francisco de Sales de São João Bosco, os Salesianos. Seus estudos médios foram realizados no Oratório de Valdocco. Continuou no noviciado salesiano de Monte Oliveto, em Pinerolo. Sua profissão religiosa ocorreu aos 3 de dezembro de 1950. Mais tarde, obtém sua licenciatura em teologia (com uma dissertação sobre tolerância e liberdade religiosa) na Faculdade Salesiana de Teologia em Turin. Logo consegue sua licenciatura em teologia e um doutorado em direito canônico no Pontifício Ateneu Salesiano após sua dissertação intitulada "O Governo da Igreja no pensamento de Bento XIV – Papa Lambertini (17401758)".

Além da sua língua nativa, o italiano, Bertone fala fluentemente francês, espanhol, alemão e português. Tem ainda um conhecimento bom de inglês e conhecimento regular de polaco, latim, grego e hebraico.

Sacerdócio[editar | editar código-fonte]

Foi ordenado sacerdote em Ivea em 1 de julho de 1960, por Albino Mensa, Bispo de Ivrea. Em seguida realizou estudos tanto em Turim quanto em Roma. Foi professor de Teologia Moral Especial no Pontifício Ateneu Salesiano de Roma, que em 1973 se converteu na Pontifícia Universidade Salesiana, no ano de 1967. Entre os anos 1976 e 1991, foi professor de Direito Canônico. Sustentou o cargo de diretor de teólogos dentro da comunidade da Pontifícia Universidade Salesiana de Roma, de 1974 a 1976. Do mesmo modo, foi decano da Faculdade de Direito Canônico entre 1979 e 1985, e vice-reitor da mesma instituição entre 1987 e 1989. Foi também professor convidado de Lei Eclesiástica Publica no Institute Utriusque Iuris da Pontifícia Universidade Lateranense em 1978.

Realizou trabalho pastoral em diversas paróquias de Roma e trabalhou na promoção do laicado nos Centros de Formação Teológica e Apostólica, especialmente com suas intervenções sobre moral social e a relação entre fé e política. Colaborou na fase final da revisão do Código de Direito Canônico e impulsionou sua recepção nas Igrejas locais. Adicionalmente, dirigiu grupos de trabalho que traduziram o Código ao italiano para a Conferência Episcopal Italiana e visitou centenas de dioceses italianas e estrangeiras para apresentar a “grande disciplina da Igreja”. Da década de 80, é consultor para diversos dicastérios da Cúria Romana, em especial para a Congregação para a Doutrina da Fé em temas teológico-jurídicos.

Foi reitor da Pontifícia Universidade Salesiana, 1 de junho de 1989.

Episcopado[editar | editar código-fonte]

Cardeal Bertone ao lado de Bento XVI em sua visita ao Brasil, 2007

Foi eleito arcebispo de Vercelli em 4 de junho de 1991. Foi sagrado bispo em 1 de agosto de 1991, em Vercelli, por Albino Mensa, arcebispo emérito de Vercelli. Renunciou ao governo pastoral da arquidiocese em 13 de junho de 1995, quando foi nomeado secretário da Congregação para a Doutrina da Fé. Foi encarregado pelo Papa João Paulo II da divulgação da terceira parte do “segredo” de Fátima.

Em 10 de dezembro de 2002 foi nomeado arcebispo metropolitano de Génova. Foi criado cardeal no consistório de 21 de outubro de 2003. Recebeu o barrete cardinalício, com o título da Igreja de Santa Maria Ausiliatrice in via Tuscolana e seu diaconato foi elevado a pro hac vice ao título cardinalício, em 21 de outubro de 2003.

Em 15 de setembro de 2006, o Papa Bento XVI, o nomeou secretário de estado do Vaticano. No dia 4 de abril de 2007 foi nomeado Camerlengo. O mesmo Papa nomeou-o Cardeal-bispo de Frascati em 10 de maio de 2008. Em 15 de outubro de 2013, o Papa Francisco o substituiu na Secretaria de Estado pelo arcebispo Pietro Parolin.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.